Destaques da Semana em DVD – 17 à 21/11

Cinema sexta-feira, 21 de novembro de 2008

A Múmia – A Tumba do Imperador Dragão: Mais um filme da franquia de sucesso A Múmia, que tenta resgatar um estilo de aventura capaz de agradar ao público de qualquer idade. Pena não lembrarem que neste ano já havia o próprio Indiana, então o público não precisa da cópia. Ainda mais com troca de elenco – cadê a linda Rachel Weisz? Pulou fora do barco quando viu o roteiro. Nem Jet Li e Michelle Yeoh salvam. Aqui, o aventureiro vivido por Brendan Fraser vai à China, para tentar ajudar a desvendar o mistério de um exército de argila que ficou imóvel graças a uma feiticeira. Assim, ele vive novas e grandes aventuras, sempre cheias de efeitos especiais e criaturas lendárias.

O Reino Proibido: Sendo vendido como o grande encontro dos representantes do cinema oriental de ação atual, o filme – americano – cria uma trama muito fantasiosa e infantil para unir os dois astros Mas, para variar, a trama é uma mera desculpa para mostrar o talento dos atores em suas cenas de lutas. Em uma pequena loja de penhores de Chinatown, um adolescente que é obcecado por filmes de kung fu descobre o lendário bastão de monge que pertenceu ao Rei Macaco, um lendário guerreiro. Com o bastão em mãos, o garoto é transportando para o Reino Proibido e, na companhia de poderosos guerreiros, ele vai encarar a missão de libertar o Rei Macaco e devolver a harmonia ao povo da Montanha dos Cinco Elementos.

A Caçada: Melhor opção da semana e uma boa surpresa, este filme lembra a divertida trama de O Senhor das Armas. Retrata a situação política e social do leste europeu com bastante sarcasmo e cinismo, uma pena o roteiro pesar a mão no drama do personagem de Richard Gere (melhor do que a encomenda). Na trama, Gere é Simon Hunt, um famoso repórter de televisão que, junto com seu cameraman, Duck (Terrence Howard, de Crash – No Limite), percorreu todas as guerras do planeta, sempre se salvando das situações mais perigosas e trazendo matérias premiadas. Porém, certo dia, durante uma transmissão, ele sofre um colapso que coloca fim à sua carreira. Com isso, Duck recebe uma promoção e os dois homens se separam. Cinco anos se passam e Duck e seu novo parceiro vão até a Bósnia para cobrir o aniversário de cinco anos do final do conflito. Lá, ele reencontra Simon, que diz saber onde está escondido o criminoso de guerra mais procurado do país. Assim, com informações desencontradas e coragem, eles partem em uma caçada que poderá ser perigosa para todos.

Signo da Cidade: Outro nacional que foi pouco assistido neste ano, que novidade! Dirigido por Carlos Alberto Riccelli (sumido) e tem como protagonista a atriz Bruna Lombardi (sempre bela), esposa dele. Ela é Teca, uma astróloga que apresenta um programa de rádio noturno em que ouve os anseios e frustrações de seus ouvintes, ao mesmo tempo em que precisa lidar com seus próprios problemas. Dentro de toda esta rede, e entre cada um dos personagens que aparecem sob o céu da cidade de São Paulo, eles perceberão que talvez a única forma de conseguir levar a vida de uma maneira mais fácil é através da solidariedade. Pela sinopse parece ser um filme mosaico, como os recentes Crash e Babel.

Regras do Amor: Para quem precisa agradar a patroa uma “boa pedida” é esta comédia romântica, “super criativa” e com o “super ator” Freddie Prinze Jr. Na trama, se você não lembra já que são todas iguais, Jack é um publicitário organizado e bem-sucedido. Ele divide o quarto com Jill, uma atriz alegre e de bem com a vida. Os dois decidem escrever um manifesto detalhando suas regras de vida. Mas Jack não sabe que, para esconder seu maior segredo, Jill ignorou a primeira regra: Ser honesto.

O Grande Dave: Nem vou perder tempo em destacar mais um filme “protagonizado” por Eddie Murphy, é lamentável o que acontece com a carreira do comediante. Na trama, seres extraterrestres minúsculos estão ameaçados de extinção, já que seu planeta corre perigo. Numa tentativa desesperada de salvação, eles vêm ao planeta Terra tentar encontrar uma solução. Para não serem reconhecidos, habitam naves espaciais, que são controladas internamente, que têm todas as características de uma pessoa comum. Assim, eles chegam na forma de Dave, um homem normal, que precisa agir como um terráqueo para não levantar suspeitas. Mas isso gera muita confusão já que ele tem muito que aprender sobre os humanos. Mais uma vez, Eddie Murphy interpreta mais de um papel nesta comédia cheia de situações hilárias.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Angelo Dias

    Hey.. não to querendo pagar pau pra ninguém… masss… o filme “O Reino Proibido” tem uma fidelidade com a mitologia chinesa DO CARAI. Ela conta parte da história do Rei Macaco, que é a base pro modafâca Dragon Ball porra. ;) Mitologia RULEZ. É bom sim. É adolescentão sim. Mas, pirei assistindo o filme e vendo pela primeira vez num filme a tal história (famosona na china)

busca

confira

quem?

baconfrito