Dear John: Livro ou Filme?

Livros sexta-feira, 03 de dezembro de 2010

Quando assisti o filme, eu chorei baldes. Feito uma criança faminta que pediu McLanche Feliz mas a mãe comprou uma maçã.

Tô pouco me lixando se você não leu/assistiu ainda. Vou contar o fim.

 Com direito a caca do nariz e etc

Não chorei por causa do casal, não. Chorei pela morte do velho autista, pois a cena do John lendo a carta para o pai no corredor do hospital foi bem comovente. Tirando isso, eu achei bem bobo e o final foi CÓPIA de Separados Pelo Casamento (E talvez tenha chorado só porque eu estava na TPM).

O livro e o filme têm cinco semelhanças:

1) O nome dos personagens;
2) Eles se conhecem quando John está em dispensa do exército e Savannah está contruindo uma casa para os pobres;
3) O pai de John coleciona moedas;
4) Savannah casa com Tim;
5) 11 de Setembro.

O resto é criação do roteirista. Como eu prefiro livros, te digo o que eu li em Dear John.

Allan é irmão de Tim, não filho. E Allan é o motivo da decisão de Savannah criar uma instituição que usa cavalos para ajudar no desenvolvimento de crianças autistas, e não o pai de John, como mostra no filme. As cartas são completamente diferentes (Incluindo a última carta dela, antes dela se casar – e, no livro, esta foi a última carta que ela escreveu pra ele). Tim não morre. John vende as moedas do pai (Seis caixas grandes com moedas que estavam enterradas no fundo do quintal) para ajudar, anonimamente, no tratamento de Tim, e isso faz com que Tim se recupere. E não tem nada daquela história da lua ser do tamanho do polegar e blablablá (Apesar de eu ter achado bem interessante e o fato de…

Não importa onde ela esteja no céu, ou onde você esteja no mundo, se levantar a mão e fechar um dos olhos ela nunca é maior que seu polegar.

…e…

Não sei onde você está. Mas sei que, não importa onde você esteja, minha lua sempre será do tamanho da sua.

…snif). Mas eles olham, sim, para a lua cheia.

No livro, Savannah perde a virgindade com John (Que lindo, não?). Aí vocês, amados leitores, me dizem: Aaahhh, cê tá de brincadeira que ela tinha 20 anos, era gostosa daquele jeito e nunca tinha dado pra ninguem! Tadinha, gente. Savannah teve um namorado babaca que tentou se aproveitar dela. Ela, feito um Armadillidium vulgare, fechou-se, traumatizada. E abriu-se para John.

 Esse casal não é uma gracinha, gente?

A cena final do livro é beeem melhor que a do filme-cópia-de-Aniston-e-Vaughn. O livro termina com John escondido no terreno da casa dela, observando a amada, numa noite de lua cheia. Ele vê como Savannah está feliz, do lado de fora da casa, com Tim e Allan. Quando o marido e o cunhado entram na casa, Savannah vai para o meio do quintal e fica olhando pra lua. The End.

Querido John


Dear John
Ano de Edição: 2009
Autor: Nicholas Sparks
Número de Páginas: 335
Editora: GC Grand Central Publishing

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Pedro

    Que lindo, =~~~~

  • Bruna

    Alguém sabe me dizer se esta história é real?
    Eu ouvi dizer que é, mas acho que não é não..
    Enfim, se alguém souber me responda por favor.
    =D

  • Phelipe Ph

    ii carai tmb chorei :/
    um otimo filme e livro
    gostei !

    teamo Lê s2

  • Eddiemark

    Li primeiro o livro , onde são muito comovente as cartas de Savannah, e o final, muito emocionante…. mas no filme, não é descrito o motivo dela ter se casado com Tim….(para quem não leu o livro, Savannah se casou com Tim depois que ele perdeu os pais em um acidente automobilistico…) na boa, gente, o filme é bem fraco, ao contrário do livro….leiam a carta de Savannah na integra…está no livro….

  • Nando F D R

    OBS: A historia do polegar que é o tamanho da lua, tem no livro sim!!!

busca

confira

quem?

baconfrito