Clube de leitura

Analfabetismo Funcional terça-feira, 10 de Maio de 2011

Caros leitores (Todos os quatro), desde que livros se tornaram algo que apenas servem de bases para filmes meia-boca, é dificil encontrar hoje em dia algo que se encaixe numa realidade que possa ser discutida com outros seres humanos “”normais””, que pensam e ouvem sua opinião, discutindo como bons homo sapiens, que discutem sem ter que ameaçar de morte outras pessoas do circulo.

 Dostoiévski jantou isso.

Discutir hoje em dia não é mais a mesma coisa, por falar nisso. Você pode discutir com um cara hoje sobre o que ele acha sobre vampiros que brilham contra os que derretem na luz do sol e o cara pode parecer ter aceitado de boa, mas alguns dias depois ele resolve fazer uma palestra e atirar em todo mundo da sala, vai saber. Isso se encaixa na categoria de fãs xiitas, mas isso fica pra outra vez.

Mas vamos para o tema do titulo, caso tenham esquecido, eu vos relembro: CLUBES DE LEITURA! Sim, o que diabo é isso?! De acordo com a definição de nosso oráculo moderno, é isso aqui ó:

Um Clube de leitura não passa de um grupo de pessoas, que combinam em ler um mesmo livro em um determinado período (Geralmente um mês) e depois se encontram para falar sobre ele, tomar café (Chá, chimarrão, whisky, suco, etc), comer e se divertir.

A fonte disso é essa aqui, e gostei da parte do whisky. Sim, é divertido, caso em seu circulo de amigos tenha mais do que uns 4 que leiam. O problema disso tudo é que existem grandes chances de acontecer uma cena parecido como a que descrevo logo abaixo:

-Hoje já se passou um mês desde que a gente resolveu fazer o clube do livro. Escolhemos para ler o “Destino de um Bacon”. O que acharam do livro?
-…
-Pô, alguém leu o livro, ao menos?
-Ow, eu vi a orelha dele na livraria, serve?
-…Será possivel que só eu li o livro?!?!

Triste, mas real.

Num país em que a média de livros por lidos por habitante é de 4,7 ao ano, a idéia de criar um clube de leitura é algo que só atinge aqueles que são meio loucos, que preferem comprar um livro a um jogo ou pornografia, na banca mais próxima.

Como sou um filho da mãe que quer ver o pessoal lendo, vou dar umas dicas de livros para caso você queira fazer um clube de leitura e esteja sem idéia, ou dinheiro, ou os dois, o que é mais provável.

-Sebos tem balcões que livros custam 1, 2 reais. Livros bons, eu garanto. Achei um Por Quem os Sinos Dobram por 2 reais a algumas semanas e tinha mais uns 4 volumes por lá.

-Bibliotecas possuem mais do que um volume de um livro,e algumas nem exigem que se pague pelo cadastro. Clássicos da literatura brasileira e mundial, sempre tem várias cópias por lá.

-E caso ninguém tenha um livro disponível, uma alternativa é ler quadrinhos! Com um tempo de duração menor entre as reuniões, vocês poderiam se reunir para discutir a última edição da Turma da Mônica ou o incrível Pato Donald.

Uma verdade é que essas reuniões sempre irão começar com o tema do livro, mas como bons seres sociáveis que os humanos são, o assunto já se passará para outros, depende da afinidade do grupo: Séries, filmes, desenhos, e até, outros livros. Não se esqueça que isso pode render idéias para outro encontro.

E não esqueça de oferecer comida, caso seja na sua casa, ou pagar uma rodada de cerveja, café ou balinhas de goma, se for em outro lugar.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • André Degaut

    Montar um clube de leitura é praticamente impossível pra mim. Meus amigos são semi-analfabetos, minha esposa tem um faniquíto toda vez que apareço com um livro em casa e, os únicos com quem poderia fazer algo parecido, meus irmãos, preferem ficar em casa lendo a discutir sobre os livros…

  • Michel Pinto

    Clube do livro? Impossível.

    Gosto demais de ler, mas o que vejo ao redor é gente conversando sobre novela e outras futilidades e inutilidades.

    Leio e reflito eu mesmo. Infelizmente.

  • Edivan Gomes

    O pessoal aqui parece morar no mundo de Fahrenheit 451.

  • Todo mundo deveria ler Hemingway, e Dostoiévski.

    Cara, isso é foda mermo. Quase ngm lê nessa bagaça de mundo, e quando lê, costuma ser livros diferentes pracaraléo.

    Na Inglaterra existem várias sociedades de leitores, vide a sociedade do Tolkien, a do Conan Doyle (que é mais uma sociedade Sherlockiana) e etc

    A dica que eu daria, era um clube de contos, que por serem curtos, poderia atingir um bom público, e em pouco tempo

  • “Num país em que a média de livros por lidos por habitante é de 4,7 ao ano”

    Que país é esse? Com certeza não é o Brasil. A média por aqui ta mais pra 0,7. Se fosse tão alta até daria pra fazer uns clubes de leitura com reuniões trimestrais :p

  • Eu sempre quis montar um clube de leitura. Há um tempo eu e uns amigos fizemos algo ainda melhor, um clube de escrita amadora, na qual cada um desenvolveria seus próprios contos / coisas maiores que se desenvolveriam até livros… Acabou que com o início das respectivas graduações, o projeto ficou abandonado e tivemos de ir escrevendo de forma mais individualista. Mas devaneios à parte, a ideia de formar um clube de leitura e / ou escrita sempre vai ficar rodeando meu subconsciente.

  • santhyago

    #Zé
    Acredito que a média de livros por pessoa ser assim tão irreal é porque tem aqueles que lêem mais do que a média, pessoas como eu ou vocês daqui.
    #Yuri
    contos parece ser ma boa, pra pessoas limitadas. uma boa escolha seria os do luiz fernando verissimo, que saem nos jornais e quase todo mundo conhece.

  • carlos santhyago

    Looney escreveu um texto pra vocês que curtiram esse texto. quem quiser participar, entra em contato com ele.
    http://www.baconfrito.com/revisado-bora-organizar-um-clube.html

  • Tereza

    Olha tenho uma dica: procure saber se no sei bairro não tem algum projeto tipo Escola aberta ou Amigos da Escola…iscreva-se num desses projetos como volutário, geralmente o coordenador passa um dia na escola pra orientar pessoas interessadas nisso…eu ia me inscrever aqui onde moro, mas comecei um clube de leitura com a juventude de minha igreja, começamos lendo “As cartas do inferno” de C.S. Lewis…fica a dica, e voce ainda junta o prazer de ler e ser um voluntário na escola. abraço.

busca

confira

quem?

baconfrito