CDS #300 – Eu nem sei mais o que eu estou fazendo

Clipe da Semana domingo, 17 de Maio de 2015

Quem diria, o Clipe da Semana chegou à sua 300ª semana. São quase seis anos, seis anos que o nosso querido Bacon Frito completa logo ali, em junho. Provavelmente vai ter algo pra você, que ainda se dispoe a ler as merdas que Jo, Loney e eu escrevemos, mas até lá não afirmo nada. Sim, são três centenas de clipes, seis anos e três pessoas que ainda se mantém no barco. Mesmo que o barco seja feito de bacon e esteja navegando num mar de memes e chorume; e pode respingar um pouco, mas a gente continua até que limpo. Ou ao menos com cheiro de bacon. E porque caralhos eu tou escrevendo essas merdas aqui? Isso deveria ser uma marca, um marco, algo a ser celebrado, mas eu não vejo motivo pra celebrar, e só porque a coisa não vai como eu queria. Mas você, pobre leitor, não tem culpa disso, não é mesmo? Cê só quer ver um clipe maneiro nesse fim de semana, então tomae uma trilogia do M83, que é uma coisa meio X-Men encontra 2001: Uma Odisséia no Espaço, mas segundo a banda é um tributo à Akira, A Aldeia dos Amaldiçoados e Contatos Imediatos de Terceiro Grau. Vai entender. O que importa é que as músicas não dão dor no coração e os vídeos contam uma história maneira, se você não é muito chato.

Midnight City

Reunion

Wait

As três músicas [Midnight City, Reunion e Wait] são do álbum Hurry Up, We’re Dreaming, de 2011. E você provavelmente nunca ouviu falar desses caras.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Cara, conheci essa banda recentemente, acho que uns 3 meses atrás pq eu estava ouvindo Phosphorescent – Song for Zula… que conheci por causa de uma radio folk inglesa… que conheci pq achei um vídeo de um cara no vimeo… enfim…

    Som muito bom, gostaria de ver um quarto clipe para completar essa sequência, mas não há.

  • F005k

    Vocês precisam de mais redatores e PRINCIPALMENTE de alguém para revisar os textos, porque a quantidade de erros que vocês cometem é de dar dó.

  • Ai cê fere meus sentimentos, cara. Eu reviso essa porra, e olha que eu geralmente corrijo mais de cinco erros por texto.

    Agora, se você tá falando de erros propositais, que ficam em itálico, desculpa, mas cê não pegou o espírito da coisa.

  • F005k

    Não. Vocês (sim, os três) não sabem sequer usar os porquês corretamente.

  • Ah, porque eu tou pouco me fodendo mesmo.

  • Hey

    Depois reclama que as coisas não estão boas. kkkkk
    Ninguém lê essa tua merda de site mesmo, então foda-se.

  • Mas não tão boas por culpa minha, mesmo. Eu não tou escrevendo tanto quanto deveria. Fora isso, minha única reclamação é que ninguém chegou no patamar que eu estabeleci pra mim mesmo, mas isso é um problema mental mais do que qualquer outra coisa.

    Sem contar que eu já tive mais de um revisor aqui, e não adiantou muita coisa, porque além de não resolver todos os problemas de revisão [Já que não é só português que tem que ser visto, existem coisas como codificação e editoração], revisor não escreve, e pra não escrever, reviso eu mesmo.

    E se vocês não gostam da parada, tão aqui chorando do que?

  • F005k

    Meu filho, eu já fiz críticas aqui mais de uma vez e você sempre respondeu da mesa forma: com ignorância e tocando o foda-se. As coisas não funcionam assim não. Se alguém diz alguma coisa, você deve ao menos considerar o que a pessoa disse, porque pode ser uma crítica construtiva ou algo legal para adicionar ao site. Você reconhece o erro e mesmo assim prefere dizer quem não liga, que foda-se e ainda prefere que os leitores caiam fora. Não é mais fácil você se esforçar mais e melhorar o conteúdo? Como o cara já disse, poucos acessam, daqui a pouco você vai escrever artigos para o vento.

  • Eu acho que cê não captou que o espírito do site é ignorância e foda-se, mas ok. Não é como se tivesse um banner avisando os incautos. De resto: Eu não DEVO considerar, eu POSSO considerar, coisa que eu sempre faço. Se é viável/útil/algo legal, são outros 500. Sua sugestão é adicionar um revisor ao quadro de funcionários: Já foi feito e não melhorou a produção textual em nada. E o problema não é a qualidade do conteúdo, é a quantidade, que decaiu devido ao fato do site ter o menor número de funcionários de todos os tempos. Sem contar que a ideia nunca foi trazer leitores só por trazer leitores, a diretiva principal é trazer conteúdo no mínimo relevante, tipo aquele seu amigo que indica um jogo ou livro maneiro quando cês tão jogando conversa fora. Já trabalhei num lugar de sucesso com leitores acéfalos, prefiro não repetir a experiência; talvez por isso que eu mande a galera menos iluminada/teimosa embora. O Bacon é o site onde os fracos não tem vez.

  • F005K

    ”Sem contar que a ideia nunca foi trazer leitores só por trazer leitores,
    a diretiva principal é trazer conteúdo no mínimo relevante”

    Você deve achar mesmo que você faz um bom trabalho aqui, não é? Bom, tanto faz, se for pra ler esse lixo misturado com ignorância de quem não sabe trabalhar e prefere arrumar desculpas ridículas ao invés de solucionar os problemas, prefiro sair mesmo. E pro seu governo eu frequento o Bacon faz bastante tempo, já que a sua desculpa é dizer que o público novo não entende o objetivo.

    Enfim, continue com seus artigos que ninguém lê.

  • Eu acho que eu faço um bom trabalho, você acha que faz crítica construtiva, e assim a gente segue.

  • Loney

    É verdade mesmo… quer um emprego?

busca

confira

quem?

baconfrito