CDS #100: Chupem essa manga, seus putos

Clipe da Semana domingo, 10 de julho de 2011

Quem diria, hein? Quem diria que uma ideia que surgiu da mente fétida do nosso antigo amig… coleg… camarad… contato de e-mail (Mesmo que visitando apenas a pasta de spam) théo renderia cem edições. Cem edições sem repetir UMA MÚSICA. Cês sabem o que é isso? É ter muito bom gosto, incrível. Afinal, se dependesse dos leitores, atualmente, o CDS teria apenas três músicas: TODAS da Lady Gaga, em um loop infinito. Ainda bem que vocês não têm voz nesta merda. Entretanto, você, fiel leitor que acompanhou todas as edições deste quadro, tem ideia de quanto tempo da sua vida você já perdeu?

Tendo em vista que um clipe tem, em média, três minutos de duração, o conteúdo publicado aqui, em seu total, compreende um tempo estimado em trezentos minutos, que equivalem a cinco horas. CINCO HORAS. Não chega a ser um Titanic completo, incluindo o tempo de trocar de VHS (Se você se lembra disso, você é velho pra cacete), mas ainda assim é muita coisa. Aliás, esse quadro deveria ter lugar garantido no INSS, já que ele começou no dia 7 de junho de 2009 (data onde Luís XIV foi coroado rei da França, a Noruega anuncia sua separação da Suécia e o Vaticano assina o Tratado de Latrão). Aliás, começou BEM, com Queens of the Stone Age, claro. Não podia dar outra. E eu sinto um cheiro de recaptulação estilo Vídeo Show (Eu tenho pena de você, caso assista essa merda).

GordinhoFalando em pena, cês lembram do gordinho, véis? OLOLCO!

Aliás, o théo viajava demais no CDS. Como caralhos explicar Johnny Cash, e seu talento em idade avançada, dividindo espaço com Samwell? E o pior é que essa merda pega. What, what? In the butt. Porra. Mas ok, variedade é o nosso nome do meio (Ui!); por isso que clipes clássicos, da época em que até Blink 182 ainda era uma banda decente (Ou simplesmente ainda era uma BANDA) não ficaram de lado. Se bem que publicar clipe da Alanis Morissete foi ruim de cair o cu da bunda. Não é a toa que ele curte salame.

E ainda lembro como hoje que, quando o nível de vagabundagem chegou em níveis extremos, abri o quadro pra leitor enviar clipe como sugestão – e, puta que pariu, foi a pior ideia que eu já tive. Afinal, o melhor clipe enviado foi do Bruce Springsteen (Foi a mesma coisa que se cansar de cuidar dos filhos e chamar o Michael Jackson pra ficar de babá). Fora isso, um mala que, em breve não só faria parte da equipe do site como herdaria o quadro resolveu mandar um clipe chato pra caralho. Filho da puta, Kirk. Filho da puta.

Mas hei, poderia ser pior. Pelo menos eu não me esqueci da ideia fundamental (Quem você vai chamar? Nah): Quadro sem Matanza NÃO é quadro, porra. Ok, não deixaria de ser, mas sabem como é que fica a credibilidade (Hahaha crediWAT). Por falar em variedade, até Zeca Baleiro apareceu aqui por essas bandas. Cês não têm o que reclamar, de fato (Óbvio que vocês não vão parar de reclamar de qualquer jeito). E cês sabiam que AC/DC foi a primeira a aparecer duas vezes por aqui (No total, aparecendo três vezes), e que o número dois é o número atômico do elemento Hélio? Retirem o diploma na saída, por favor.

E aí veio o Kirk, pra foder de vez com o quadro. RÁ! Brincadeirinha, ele mandou bem. Claro, bandas da União Soviética me assustaram pra cacete, mas ele se redimiu. Afinal, apesar de ter invocado o nome de Roberto Carlos, ele resgatou sua (Pouca) dignidade publicando Mamonas Assassinas, uma das bandas mais fantásticas daqui a Gallyfrey, nunca citada antes por incompetência própria.

Mas a questão que não quer calar é: E qual é o clipe de número cem, seu filho da puta? E eu vos digo: Não temam. Afinal, o centésimo clipe estava guardado para essa ocasião a MESES, quando eu reparei que o quadro teria imensas chances de chegar a esse número de publicações. Então engulam o clipe mais fantástico da face da Terra, composto pelo melhor jogo de efeitos de tela verde que vocês já viram:

Hooked on a Feeling. Dentro desa obra prima, encontram-se: Cenas do próprio David Hasselhoff voando de um bolo, cachorros latindo à beira de um lago, a pilotagem mais radical de motocicleta de todos os tempos e pérolas sem preço. Aliás, sem preço o caralho, vocês deveriam pagar para ver esse clipe. Enfim, com todos esses efeitos, vocês AINDA pensam em um clipe MELHOR que esse pra comemorar essa edição? Quem eu quero enganar, vocês nem sabem pensar direito, quem dera pensar sobre músicas boas.

E agora? Qual será o destino do CDS? Não adianta publicar mais nada, já que nada vai superar essa bagaça? Pior não… Fica? Veremos. É claro que o quadro continua, afinal, sempre vai ter um inútil pra publicar alguma bosta aqui. Mas fica aí a pergunta a vocês, leitores crocantes do meu ventrículo direito: Valendo um doce, qual é o único clipe repetido em todos essas cem edições?

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Loney

    Take On Me do A-Ha. #32 e #67. o/

  • Fernando Palhares

    Não sei se eu estou enganado, mas essa música não toca no Reservoir Dogs?

  • David Hasselhoff foi inesperado, tenho que dizer. Parabéns aí pelo texto K.

busca

confira

quem?

baconfrito