Capitão América: Guerra Civil (Captain America: Civil War)

Cinema quinta-feira, 28 de abril de 2016

 Depois dos eventos de ‘Vingadores: Era de Ultron‘, ‘Capitão América: Guerra Civil‘ encontra Steve Rogers liderando o recém formado grupo de Vingadores em seus esforços contínuos para proteger a humanidade. Mas após outro incidente, envolvendo os Vingadores, resultar em danos colaterais, aumenta a pressão política para instalar um sistema de responsabilização, comandado por uma agência do governo para supervisionar e dirigir a equipe. O novo status quo divide os Vingadores, resultando em duas frentes – uma liderada por Steve Rogers e seu desejo de que os Vingadores se mantenham livres para defender a humanidade sem a interferência do governo, e a outra que segue a surpreendente decisão de Tony Stark de apoiar a responsabilização e supervisão do governo.

Ah, cara. Eu esperava muito mais de Guerra Civil. Eu queria dar um 10 pra criança. Mas não sei se foi o hype que me fez ficar meio neurótico, ou se foi o fato de que cagaram pro evento da HQ, e ficou um negócio meio Batman vs Superman: A Origem da Justiça, o que não é exatamente um elogio. O que importa é: Finalmente acertaram no Homem-Aranha [Isso não é um bom sinal pra um filme do Capitão América].

Pois bem, cês já sabem que o Capetão e o Homem de Ferro saem na porrada, que o Bucky/Soldado Invernal sai na porrada com o Homem-Aranha, que o Capetão e o Latinha eram amigos mas não são mais, mas cês tão sabendo que tem um arco de HQs em que o governo quer regulamentar todo mundo que tem superpoder, seja pela roupa, seja porque foi picado por um rinoceronte radioativo, seja porque nasceu assim e foda-se? Pois é, a Guerra Civil dos quadrinhos é boladona de verdade, não é porque você quer trabalhar pro governo pra repassar culpa e eu não quero porque eu sou independentão [Mais ou menos].

E no filme o Homem de Ferro não faz uma roupa cheia de tecnologia robótica pro Aranha. Ou exige que ele revele a identidade pro mundo todo. Pra depois o Aranha ter que fazer um trato com o Mephisto pra todo mundo esquecer, em troca de toda a vida dele e… É, o filme ia ficar muito grande, talvez não tenha sido tão ruim assim terem cortado várias coisas legais.

EFEITOS VISUAIS / SONOROS

Ah, cara. Cê ainda tá esperando um filme da Marvel com efeitos visuais/sonoros cagados? Cê acha que eles são o que, a Fox? A DC?

ENREDO

Eis aqui o grande pecado do filme, pra mim. Até certo ponto, funcionou [Na medida do possível] o esquema que eles montaram pra dividir os times. Claro, não é um esquema super elaborado, tipo uma lei que tramita faz anos no congresso americano, mas serviu. Agora, no final, quando praticamente falam “Ah, se estapeiem ae” pro Capetão e pro Latinha, com o Bucky de lambuja, eu fiquei meio puto. Ai depois nego vem querer criticar as soluções meia boca da DC. Mas a quantidade de cortes é foda. Não tem morte de gente relevante, tipo o Golias [Apesar dele ser só outro cara com a roupa do Homem-Formiga], e a própria presença do Ossos Cruzados [Também conhecido como Brock Rumlow, ou Crossbones, no original] não faz o menor sentido, já que ele não mata o Capetão no final. Tudo bem que isso tudo foi pra deixar nego bolado pra continuar lendo revistinha, mas orra, imagina que louco um clone do Thor feito pelo Stark que aparece e mata alguém no meio da batalha? Ia ser animal.

PERSONAGENS

Ah, cês já conhecem os porra que aparece nesse filme tudo, só tem um que provavelmente cês nunca ouviram falar, já que nunca esteve num filme da Marvel, o tal do HOMEM ARANHA. Mano, finalmente fizeram um Aranha que é um nerdão [Desculpa, Andrew Garfield] e que fala bosta durante as lutas [Desculpa, Tobey Maguire]. Eu sei que ser fanboy é foda, mas o bagulho foi muito louco.

EASTER-EGGS

Sei lá, véio. Eu tava mais preocupado em reclamar do que faltou.

EXPECTATIVA BLOCKBUSTERIANA PÓS CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL

VEM LOGO SPIDER-MAN HOMECOMING!

Mas falando sério, o troço tá bacana. Principalmente se você sabe que é só um filme pra botar o Pantera Negra no rolê. Ou o próximo é o do Doutor Estranho? É muito filme, tou perdido.

Capitão América: Guerra Civil

Captain America: Civil War (147 minutos – Ação)
Lançamento: EUA, 2016
Direção: Anthony Russo, Joe Russo
Roteiro: Christopher Markus e Stephen McFeely, baseados na obra de Mark Millar e personagens de Joe Simon e Jack Kirby
Elenco: Chris Evans, Robert Downey Jr., Sebastian Stan, Scarlett Johansson, Tom Holland, Elizabeth Olsen, Paul Bettany, Jeremy Renner, Paul Rudd, Anthony Mackie, Emily VanCamp, Martin Freeman, Daniel Brühl, Leslie Bibb e Stan Lee

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito