Camisa de Força (The Jacket)

Filmes bons que passam batidos segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Mais um daqueles filmes que misturam o futuro, o passado e o presente, como Alta Frequência e Efeito Borboleta. Sim, mais um daqueles filmes onde o clichê é o combustível. Mas nem por isso o filme deixa de ser bom.

 Após recuperar-se de um tiro na cabeça, Jack Starks (Adrien Brody), um veterano da Guerra do Golfo, retorna à cidade natal sofrendo de amnésia. Quando é acusado de ter assassinado um policial, é recolhido num hospital psiquiátrico, onde um médico, Dr. Becker (Kris Kristofferson), o submete a um controverso tratamento, no qual é injetado no paciente drogas experimentais. Starcks é imobilizado numa camisa de força e trancafiado, por períodos longos, em uma gaveta para cadáveres, no sótão de um necrotério. A mente de Starks, drogada e desorientada, o transporta ao futuro, onde ele conhece Jackie (Keira Knightley), e descobre que está fadado a morrer em quatro dias. Juntos, eles buscam uma maneira de livrá-lo de seu trágico destino.

Adrien Brody é o tipo de ator que tem quase um selo “esse filme vai ser bom, mas vai passar batido”. Sério, o cara tem filmes muito bons, e a maioria passou batido. Acho que os produtores pensam “PUTA MERDA, tenho um filme DO CARÁI aqui! Sério, vai ser o MELHOR DO ANO! Mas não quero que muitas pessoas assistam, bóra chamar o Brody!”. Sim, isso foi um exagero proposital, não é pra tanto. O Pianista, por exemplo, não passou batido. Quer dizer, passou batido para os homens. Acreditem: Mesmo que todas as mulheres tenham assistido a esse filme, ele é BOM. Mas vamos voltar ao assunto.

 É.

Camisa de Força é, como eu disse lá no topo, um daqueles filmes “desligue seu cérebro e divirta-se”. Nem tanto, vai, uma vez ou outra cê precisa dar uma pensadinha ali. Mas enfim, tá aí um filme que junta o improvável, o absurdo E o “puta merda!” de uma vez só. Inclusive, é aqui que o Daniel Craig tem seu MELHOR PAPEL, cara. Um RETARDADO!

E, como assim, “o clichê é combustível”? Bom, é fato que essa fórmula de deslocar a história no tempo já tá ficando desgastada, por isso o clichê. E tem o fato de o cara correr atrás da mocinha, mas ao menos o foco NÃO é esse – ao contrário de Efeito Borboleta. O elenco é excelente, o roteiro não tem buracos enormes e a trama não enche o saco. São três VOADORAS que fazem Camisa de Força um filme MELHOR que Efeito Borboleta. Mas o problema é esse: Essa fórmula já deu no saco. Então, cê precisa gostar da fórmula ou só ter saco pra ver “mais do mesmo”. Acredite, às vezes, mais do mesmo é bom.

 Principalmente com ela FORA da versão Puro Osso!

Pra variar, a sinopse ajuda e muito fazer esse filme passar batido. Sério, eu não assistiria um filme com essa sinopse. Bom, sempre tem alguma coisa pra estragar a diversão, então, vão por mim: O filme é bom. Ótima pedida pra um domingo chuvoso, onde cê não tem mais o que fazer além de fuçar o orkut dos outros. Quem sabe assim cê delete seu orkut e comece a assistir mais filmes.

Camisa de Força

The Jacket (102 minutos – Suspense/Sci-Fi)
Lançamento: EUA/Inglaterra/Alemanha, 2005
Direção: John Maybury
Roteiro: Massy Tadjedin, baseado em estória de Tom Bleecker e Marc Rocco
Elenco: Adrien Brody, Keira Knightley, Kjake Broder, Daniel Craig, Jennifer Jason Leigh, Kelly Lynch

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • joão !

    eu vi esse filme a muito tempo atrás. é bom. você não fica com aquela sensação de tempo e dinheiro perdidos nesse filme. e só o fato da Keira Knightley aparecer ja vale o esforço.

    Keira Knightley
    *-*

  • Ricardo

    esse é beeeeeeeeeem foda memo!!
    num sei porque passou batido… brasil é foda… af

busca

confira

quem?

baconfrito