As Duas Faces da Lei (Righteous Kill)

Cinema segunda-feira, 13 de outubro de 2008

 Robert De Niro e Al Pacino no MESMO filme? Ololco, já é espetacular sem você ver. Mas… e depois de ver?

Depois de 30 anos como parceiros na panela de pressão que é o Departamento de Polícia de Nova York, os condecorados detetives David Fisk e Thomas Cowan deveriam estar aposentados, mas não estão. Antes de fazer suas malas, eles são chamados para investigar o assassinato de um conhecido cafetão que parece ter ligação com um caso resolvido por eles anos atrás.

Como no crime original, a vítima é um criminoso suspeito cujo corpo é encontrado junto com um poema justificando o assassinato. Quando outros crimes acontecem, começa a ficar claro que os detetives estão às voltas com um serial killer, alguém cujos crimes se perderam nos porões do sistema judicial e cuja missão é fazer o que os policiais não conseguiram – acabar com os culpados e limpar as ruas.

As semelhanças entre as mortes recentes e seus casos anteriores trazem à tona uma desconfortável questão: será que eles colocaram o homem errado atrás das grades?

 – E agora… na minha casa ou na sua?

É fato que tendo dois dinossauros no elenco, a cobrança é maior. As Duas Faces da Lei não inova, assim como a maioria dos filmes do gênero. Mas é errado criticar os clichês, afinal, o que é um filme Policial SEM clichês? O gênero já é um clichê. E, é claro, um dos maiores clichês é contar com pelo menos um rapper no elenco. 50 Cent estava lá, e, porra, ele até mandou bem. O elenco inteiro, por sinal, estava na medida. Inclusive Robert De Niro, lógico, e principalmente Al Pacino, com um humor espetacular.

O ponto fraco do filme talvez seja o fato de que o final é previsto bem antes da hora, o que faz você tentar adivinhar o que está por vir ao invés de assistir ao maldito filme. Tem também a pequena confusão causada pela confissão que ocorre durante o filme, o que pra muita gente pode ter trazido o pensamento “por que eles estão contando o final do filme durante ele”? Não posso ir além disso por causa de spoilers, mas você vai saber do que eu estou falando. Na minha opinião, aquilo foi mal planejado. Dava pra prever uma explosão de êxtase no final se eles fossem mais minuciosos nessa parte.

 – Como assim você não gosta da música dele, KRA?

Bom, quem sou eu pra tentar corrigir um filme? Minha função aqui é criticar, e só. Pois bem: As Duas Faces da Lei é só mais um filme do gênero, infelizmente mais um com uma escorregada forte. Mas diverte, isso é indiscutível. E, no fim, neste gênero, é isso que importa. Mas a pergunta é: Será que isso é só cobrança? Sem De Niro e Pacino, o filme seria melhor? Ou seria… pior?

As Duas Faces da Lei

Righteous Kill (101 minutos – Policial)
Lançamento: EUA, 2008
Direção: Jon Avnet
Roteiro: Russell Gewirtz
Elenco: Robert De Niro, Al Pacino, 50 Cent, Carla Gugino, John Leguizamo, Donnie Wahlberg, Brian Dennehy

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito