As animações que prometem em 2011

Televisão segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

É galera, depois de umas “férias” a la Jô Soares, voltamos à programação normal com a tradicional coluna sobre as animações que vão bombar no ano novo.

Para 2011, assim como em 2010, não teremos nada muito original, já que os principais estúdios, mais uma vez, apostarão em sequências de sucessos consagrados.

Bem, o ano é de Carros 2 e nada mais importa, mas como sempre haverá surpresas, seguem os desenhos que devem bombar neste ano. Caso tenha esquecido de algum, lembrem aí nos comentários que acrescento depois.

Enrolados

Sim, eu lembro que ano passado havia falado que esse estrearia no fim do ano e que, Megamente, por exemplo, era para 2011. Errei duplamente, inclusive o nome, mas enfim, tai a história da Rapunzel com uma nova roupagem, que já estreou e está fazendo bastante sucesso, inclusive.

Trailer engraçadinho, a la Disney

Segue uma breve descrição roubada emprestada do Pizurk:

Revisão comedial [Anotem ae, essa palavra vai ser a nova onda do verão] do crássico Cinderela Rapunzel, essa animação 3D vai te contar tudo que cê já sabe: Que Rapunzel foi sequestrada quando bebê e presa numa torre, onde seu cabelo cresceu mais que o salário dos deputados, ficando com 21 metros [Quem mediu é a minha grande dúvida.] e sendo usado pelo príncipe salafrário como corda pra salva-lá.

Comédia da Disney? Podem esperar piadas leves e fofinhas, quando elas existirem. E uma lição de moral, sempre tem lição de moral.

A crítica do Alaílson segue aqui (ou no título do desenho lá em cima, tanto faz). Ah sim, o Luciano Huck estraga empresta sua voz ao herói do filme, na versão dublada.

O Mágico

Animação francesa que, provavelmente, vocês nunca ouviram falar. Pois bem, Tatischeff é um mágico famoso que tá na merda em decadência. Ofuscado por bandas pop que estão na moda (Justin Bieber e Lady Gaga, provavelmente) ele se vê obrigado a se apresentar em bares falidos e festas de aniversário. Numa dessas, ele conhece, Alice, uma fã que mudará sua vida.

Parece clichê (e é), mas essa animação está concorrendo ao Globo de Ouro de melhor animação e ao Annie (conhecido como Oscar das animações) de Filme, Diretor, Roteiro, Música e Desenho de Personagem.

Olha, deve ser a surpresa do ano

Deve ser bom, muito bom, mas provavelmente passe batido por aqui (a não ser que ganhe o Oscar de melhor animação, mas duvido que bata Toy Story 3). Espero que me engane na parte de passar batido.

Brasil Animado 3D

Ah amigo, sempre tem umas bombas pelo caminho, e nem estou falando de preconceito com filme brasileiro. Para se ter uma ideia, um filme que é vendido como “primeira animação brasileira 3D” não deve ter muito o que oferecer.

SOFRAO!

A sinopse é a seguinte, o cão Stress (aiai) é um empresário que só pensa em dinheiro, enquanto Relax (vai vendo) é um diretor de cinema que mendiga para o amigo dinheiro para um próximo filme, que conta a história da busca da árvore mais antiga do Brasil. Stress fica animado com a possibilidade de ganhar dinheiro com essa ideia, mas ninguém sabe onde ela está. Stress e Relax saem em busca do Grande Jequitibá Rosa (PQP!) sem mapa, sem bússola e sem noção.

É amigo, essa é a sinopse oficial, tente encarar, se puder. Só para lembrar que o cineasta é o Fernando Meirelles que empresta a voz e a Daiane dos Santos (aquela ginasta pipoqueira) faz uma ponta.

As Aventuras de Sammy

Mais um que, com outro nome, falei que estreava por aqui ano passado e, pelo jeito, o estúdio responsável por sua distribuição esqueceu no fundo da gaveta.

Bunitinho… e só.

Novamente, segue a sinopse que fiz no começo de 2010, só com o nome da tartaruga na descrição:

A vida da tartaruga marinha Sam, nascida em 1959, que sofre com os efeitos do aquecimento global durante os 50 anos em que viaja pelo mundo.

Animação que preenche a cota ecológica do ano.

Rango

Esse ano a Paramount está forte no mercado de animações e, salvo uma grande tragédia, deve incomodar um pouco as gigantes Blue Sky, Disney e DreamWorks.

Sim, chorei de rir com essa bodega.

Rango é um camaleão, com a voz do Johnny Depp no original, e crise de identidade que chega a um lugar do velho-oeste infestado de bandidos e, pelo acaso, acaba virando herói local e, claro, obrigado a proteger a cidade dos maus elementos que prometeram vingança e desejam retornar ao local.

Parece legal, ainda mais que curto camaleões, mau explorados em animações e desenhos animados.

Uma Galera Animal

Desenho com título-bomba, é o que eu digo. Mas sempre posso estar enganado.

Um grupo de animais precisam migrar de um lugar na África, onde vivem, para um lugar onde haja água, já que a seca acabou com os seus lares. Chegando ao novo local, reparam que os humanos bagunçaram tudo e que por conta de uma represa continuarão na seca (pegaram, pegaram).

Só eu achei que tem uma porrada de plágio espalhado nesse desenho?

Sem escolha, resolvem fazer uma conferência, igual a que alguns políticos estão fazendo, e discutir o assunto.

É, tenho certeza que é bomba. Mais um para a cota ecológica do ano.

Minhocas

Esse é da 20th Century Fox e, sei lá, só pelo fato de ter Tatu-bola na jogada –e ainda como vilão – me deixou empolgado. E olha que lendo a sinopse que vou colocar abaixo, parece uma bosta.

O teaser é um lixo, mas vou acreditar que vai ser legal.

Três minhocas – Júnior (11 anos), Linda (12 anos) e Neco (9 anos) – enfrentam o terrível tatu-bola Ninguém, ditador maníaco que, com a ajuda dos vermes da Gangue da Lama, pretende dominar todas as minhocas da terra através do hipnotismo e construir um Império onde os tatus-bola serão os senhores. Durante a aventura, Júnior, antes um garoto mimado e inseguro, descobrirá o valor da amizade, da coragem e da confiança em si próprio.

Tão ruim que parece bom. Aguardemos, gosto de tatu-bola.

Hop – Rebelde sem Páscoa

Olha, tem que pegar o cara que cria esses títulos brasileiros com trocadalhos e dar uma surra. Se alguém souber quem é o FDP, me avisa que a gente vê o que faz com o desgraçado.

Sim, também acho que não dá para esperar muito de teasers.

Voltando ao outro filme da Paramount, o coelhinho da Páscoa é atropelado e não tem com quem contar para entregar os ovos de Páscoa. Sem escolha, resolve pedir para o motorista que o atropelou que entregue a “pequena” encomenda e salve a Páscoa.

Haja gasolina, amigo. Mas prefiro o desenho com o camaleão. Uma das vozes, no original, é da estonteante Kaley Cuoco, a gostosuda Penny da cultuada série nerd The Big Bang Theory. Podia rolar uma pontinha perdida na animação, né?

As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne

Nem vem com papinho que não é animação, mas sim “filme em CG” ou seja lá o que for. Se não tem ator em carne e osso, é animação e ponto final.

 Sim, não tem vídeo, sinopse, nada, só essa imagem de divulgação.

Não há muito sobre a sinopse desse ainda. Como fã de Tintim, tenho medo do que o Spielberg pode fazer, mas sei lá. De repente posso estar errado. E espero que esteja.

O Ursinho PuffPooh

Ok, eu sempre vou chamar de Puff também, graças ao SBT, mas como tenho que seguir o que está escrito, o título segue como Pooh mesmo.

É isso aí galera, chorem de rir com o português de Portugal e chorem com o Coldplay tocando.

Não sei se esse vai passar no cinema, mas vale o registro de ser uma animação tradicional, em 2D, acetato e tudo mais que a nostalgia possa oferecer.

Na sinopse, Corujão convoca Puff Pooh, Tigrão, Leitão, Bisonho, Guru, Roque-Roque e Abel para salvar o menino Cristovão de um inimigo imaginário. O ursinho não tá nem aí e só quer saber de achar mel, fazendo com que a galera se meta em altas confusões.

Tudo a ver, já que eles também são imaginários.

Mars Needs Moms

Suspeito que esse só saia em 2012, mas como está previsto para esse ano, vamos acreditar na Disney, igualzinha ela fez com Enrolados.

Mars Needs Moms, algo como Os Marcianos precisam da Mamãe, conta a história de Milo, uma criança que fica de saco cheio da mãe ser tão zelosa e que, após uma discussão, vê a velha ser abduzida por marcianos. De carona como clandestino da nave, ele vê os aliens obrigando sua mãe a fazer tudo aquilo que ele não gosta que ela faça com ele.

Como disse, vamos ver como vai ser…

É a Disney querendo dar lição de moral na molecada boca-suja que não respeita a mãe que só quer criar monstrinhos que só pensam no Playstation e não sabem nem arrumar uma cama. Merece atenção.

Operação Presente

Chegamos à cota natalina da lista. Arthur, um moleque xereta, quer saber como Papai Noel faz para entregar os presentes de todas as crianças do mundo em uma noite.

Filme de Natal é tão… filme de Natal…

Numa proposta interessante, o filme diz que o moleque descobre que o velho da Coca-Cola chefia uma ultrassecreta operação no Pólo Norte. À parte disso, Arthur precisa fazer algo com a urgência e prazos semelhantes à entrega dos presentes, e ele precisa terminá-la antes da manhã de Natal.

Descartável, como todas as animações e filmes de Natal.

Rio

Chegamos à fase dos três principais candidatos ao desenho do ano. Começando por Rio, da Blue Sky/20th Century Fox.

Sim, peguei do Uol.

Blu (quanta originalidade) é uma arara azul criada em Minessota, nos Estados Unidos e que tem pavor de voar. Ele acha que é o único de sua espécie até descobrir a existência de uma fêmea no Brasil, então ele parte para o Rio de Janeiro em uma incrível aventura em busca do amor da sua vida e a continuação de sua espécie.

Além da mensagem ecológica embutida na história e da divulgação da cidade do crime e da guerra do tráfico maravilhosa, pelos trailers me pareceu um excelente desenho, ainda mais com o humor característico nas animações de Carlos Saldanha.

A gracinha da Anne Hathaway empresta sua voz na versão original, enquanto Rodrigo Santoro foi obrigado a falar em inglês e português no original e dublado. Experiência que me parece interessante.

Kung Fu Panda 2

É amigos, a Dreamworks não perde tempo. Fez sucesso, já vai fazendo a continuação e não ligue se não tiver nada a ver com o original ou mudar a ideia no meio do caminho, assim como aconteceu com Shrek.

Mais um tease e nada do Van Damme, mas te falar que adoro o tema dessa animação.

Segue aí a sinopse:

Po vive o seu sonho como o Dragão Guerreiro, protegendo o Vale da Paz ao lado de seus amigos e colegas mestres de Kung Fu, os cinco furiosos Tigresa, Garça, Louva Deus, Víbora e Macaco. Mas a vida do novo Po é ameaçada pelo surgimento de um vilão formidável, que planeja usar uma arma secreta para conquistar a China e destruir o kung fu.

Só pela sinopse fico com um pé atrás, mas ao ver que o novo vilão será alguém baseado no Van Damme, que emprestará a voz a ele na versão original, já fiquei empolgado em ver a continuação da história do Panda mais sem-noção do kung fu.

Espero também que deem mais visibilidade aos Cinco Furiosos, que no primeiro ficaram meio relegados ao ostracismo.

Carros 2

E aqui o que promete ser o que foi Toy Story 3 em 2010.

Maluco, vai ser o melhor de 2011, incluindo filmes. Se liga no carro do 007, irado…

O problema é que, ao contrário da saga dos brinquedos, a saga dos carrinhos mais legais da história da animação não fez lá tanto sucesso assim, logo, uma continuação precisa ser bem superior ao original para alcançar o sucesso esperado. O que não é muito difícil quando falamos em Pixar.

Como não estou nem aí por isso, acredito que a continuação do segundo melhor desenho da história da Pixar não fará feio e que será tão legal ou melhor que o seu original, espero que com todos os detalhes que só os mais fanáticos por automóveis perceberam no original.

Relâmpago McQueen e o guincho Mate querem ganhar o Grand Prix Mundial e, com isso, o título de carro mais rápido do mundo. Mas espionagem internacional e várias confusões se intrometem no sonho da dupla.

Apesar da sinopse pobre, acredito que o trailer abaixo fale por si só sobre o que podemos esperar. Infelizmente fará falta o grande Paul Newman, falecido em 2008, e que fez um magistral Doc Hudson Hornet.

Enfim, com certeza será o melhor do ano.

E é isso, as animações que devem bombar em 2011 serão essas. Alguma aposta de qual será melhor? A que espera mais ansiosamente? Manda ver aí nos comentários.

Leia mais em: , , , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Na real mesmo, o primeiro filme brasileiro em 3D foi o Cassiopeia, lá no longíquo ano de… sei lá quando: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cassiopeia_(filme)

    Falando em Cassiopeia, alguém aí já viu esse filme?! LOL

    Abs!

  • Amanda Dultra

    Nunca gostei muito, francamente, da franquia Carros, porém acredito (senão, ao menos espero) que esta animação consiga superar o primeiro longa-metragem.

    E sobre Brasil Animado 3D… Não consigo sentir nada além de vergonha. Sinto-me até triste de meu estado ter aparecido nesta “homenagem”.

  • Kamon

    Nunca vi um filme de piadas tão ruins qaunto Brasil Animado.Vergonha³

busca

confira

quem?

baconfrito