A voz do Twitter é a voz de Deus

Televisão terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Antes, a voz do povo era a voz de Deus. Agora, já que o povo todo tá no Twitter… Nem preciso terminar minha frase pra se entender qual é o meu ponto. Enfim. A gente tá acostumado a ver a galera ~fazendo barulho~ na timeline, xingando muito no Twitter, e falando aquele monte de coisa que não leva a nada. Ou não levava. Agora, a gente viu que leva.

Mais do que ficar vendo adolescente chorando porque não viu seu show pseudo-emo favorito e resolveu xingar muito no microblog mais bonito da cidade, agora o negócio foi sério, e tratou de um crime que, confirmado ou não, não importa: A hipótese foi levantada. E como.

O programa mais odiado-amado e vice-versa em loop infinito dá o que falar. Seja pra falar bem, pra falar mal, ou pra falar por falar. Lovers e haters do BBB, isso não é uma opinião sobre o programa, ok? Só pra deixar claro.

Se alguém não sabe do que rolou (Pelamordedeus, volta pra Terra), o negócio foi o seguinte: Depois da primeira balada, dois participantes foram pra cama juntos. A moça estava bêbada, praticamente desacordada, e o que se fala por aí é que o cara teria abusado da mulher, enquanto ela estava inconsciente. Isso rolou lá pelas 8 da manhã de domingo. O Twitter estava calmo. Galera dormindo, ou acordando, tudo de boa, quando a arroba @CartasParaPi começou a narrar com certo horror o que estava acontecendo. Vale ressaltar que a galera que mantém a arroba e alimenta o blog sempre deixa seu público atualizado sobre o que acontece no BBB, de forma clara, direta e, obviamente, opinativa. E foi o que fizeram: Informaram a galera e geraram movimentação. Em pouco tempo, a hashtag #DANIELEXPULSO já estava nos TT’s, mostrando a indignação geral da galera, que de fato se revoltou com as cenas vistas do que rolou ~embaixo do edredom~.

Pouco importa, neste caso, o que rolou embaixo do edredom. O que está importando, aqui, neste momento, é a força que posts de 140 caracteres têm diante de uma emissora tão gigante pela própria natureza, a Rede Globo. A galera em peso estava interessada em apenas uma coisa: No que ia rolar, à noite, no BBB. E o que rolou? Nada. A edição do programa tratou de camuflar o que o Twitter gritava durante o dia inteiro, e levou os twitteiros a ficarem com mais raiva ainda. Mas a tentativa de ~fingir que nada aconteceu~ não durou muito tempo. Rolou denúncia, rolou revolta, rolou Ministério Público, rolou polícia. O caso foi visto, revisto, estudado, analisado, levando a sério. A palavra e a revolta de milhares de pessoas que se expressaram por 140 caracteres por vez foram escutadas: O tal do Daniel foi expulso da edição 12 do Big Brother Brasil na segunda-feira à noite. Na hora que o programa foi ao ar em rede nacional, o rapaz já não estava mais entre os confinados, que não pronunciaram uma palavra sobre o ocorrido, que foi o assunto de vários canais de fofoca e deu assunto pra pauta da Sonia Abrão.

Tem gente que não leva as redes sociais a sério. Seja Twitter, Facebook, os queridinhos da massa no momento, ou a rede que tu preferir. Mas fica, mais uma vez, provado que elas não podem ser ignoradas. Se esse movimento não tivesse acontecido, tudo estaria rolando da forma que estava no BBB deste ano. Correto ou não, com ato criminoso ou não, tinha coisa fora do lugar incomodando os internautas. Não, ninguém vai salvar o mundo criando um perfil em alguma rede social, mas voz, já é possível ganhar. Pra bem ou pra mal, a movimentação iniciada no Twitter foi levada adiante, por autoridades que encararam a situação a serio, e fizeram o que consideravam ser o certo.

Repito: Não questiono a qualidade ou falta dela com relação ao programa, e muito menos se houve ou não um crime naquela manhã de domingo. Aqui se trata de uma questão simples: O Twitter é visto pela TV, que é quem o alimenta, tantas vezes. Nota-se, aqui, um círculo, quase que uma cadeia reprodutiva. Acontece aqui, a gente vê ali. Um se alimenta do outro, e tudo volta pra onde começou. Não é só o tempo que não para, como diria nosso Cazuza. A informação também não para. E, enquanto a gente dorme, a internet nunca dorme. E tá aí pra gritar na cara da sociedade, com palavras, seja através de voz ou de caracteres, o que a maioria momentânea enxerga como certo ou errado. As cenas do próximo capítulo da atualidade tu assiste logo mais na tua telinha. Da TV ou do computador.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Henrique Rosler

    Foi o estupro com mais gemidas feminas da história, só pode.

busca

confira

quem?

baconfrito