A vida, o mundo e os PS4k

Games terça-feira, 22 de outubro de 2013

UPDATE!!!1ONE!

Segundo o portal UOL Jogos, o Xbox One será produzido no Brasil, o que em partes justifica a disparidade entre os preços, porém, a notícia do portal Exame publicada pelo Pizurk nos comentários ainda deixa meu texto sustentado.

A poucos meses atrás, com o anúncio dos consoles da nova geração, escrevi um tópico que reunia alguma informação que estava rolando na interwebs sobre o Xbox One e o PS4, mas dando um enfoque nos deslizes da Microsoft. Entretanto, amigos, como dito no jargão, tudo muda, até surda muda.

A notícia mais aterradora do momento (Tirando todas as outras que são realmente importantes) é o preço do Playstation 4 no Brasil, os módicos R$ 3999. A empresa japonesa veio com uma história e uns gráficos explicando o porque deste preço, falando o quanto no Brasil é difícil lançar um produto eletrônico. Sabe como é, pobre mega corporação. Como todo mundo sabe, tudo no discurso oficial é bonito e perfeito, mas as coisas não são exatamente como parecem.

 Famoso papo para boi dormir.

A questão dos impostos levanta polêmica há anos no Brasil. Eu não vou defender a queda de impostos de produtos de quinta necessidade que atendem apenas uma parcela da população mas é fato que o imposto é um dos fatores que torna o Brasil um dos mercados mais caro para se consumir carros importados, eletrônicos de ponta e alta custura. Entretanto, a justificativa da Sony sobre o preço dos consoles é muito mais profunda do que uma questão dos impostos. Eu não vou discutir aquele cálculo que eles fizeram sistematicamente, já que não possuo conhecimento técnico para tal, mas ele me parece no mínimo esquisito. Nunca antes um produto foi tão taxado, vide o preço (Alto) do Xbox One e o dos videogames da última geração, que tinham o valor semelhante aos dessa geração lá fora, com uma taxa de câmbio não muito diferente e pouca alteração no valor dos impostos. Algo aí não bate.

Eu quero levantar três hipóteses (Não necessariamente originais) aqui para este fenômeno. A primeira diz respeito ao desrespeito da Sony ao consumidor brasileiro. A empresa simplesmente acha que o brasileiro é estúpido o suficiente para comprar um produto neste preço, e que acha que qualquer mea culpa que fazer vai justificar sua ação. Eu particularmente não acredito muito nisto, afinal, grandes empresas são malignas mas não são estúpidas, sabem que o nível de renda do brasileiro médio não permite este tipo de aquisição. A segunda hipótese é bem crível e foi levantada no site Omelete no seu videocast semanal. Eles argumentam que o fato de a Sony ter inaugurado uma fábrica de PS3 no Brasil recentemente é a principal motivação para o superfaturamento do console. Eu particularmente acho que esta tese é bem interessante, afinal, eles não seriam loucos de produzir concorrência com eles mesmos. A terceira é baseada no fato de que consoles, pelo menos nas últimas gerações, não foram meios válidos de lucratividade das empresas. É sabido que o PS3 e o 3DS, por exemplo, davam prejuízo no começo de sua produção. O que pode estar acontecendo é que, para cobrir o prejuízo da produção nos mercados principais, os mercados periféricos paguem a conta, afinal, o lucro está nos games e o brasileiro tem menos potencial de adquirir jogos que um japonês, europeu e usamericano. Então é mais interessante vender um monte de jogos nestes mercados do que muitos consoles no Brasil. Na minha cabeça, o que acontece é uma articulação entre as duas últimas hipóteses, afinal, ninguém é louco de descartar um mercado potencial como o brasileiro. O que está acontecendo é que a Sony tem outros planos para o Brasil neste momento, e não pensa nem um pouco em mudar estes planos, pelo menos pelos próximos 2 anos, quando o PS4 começará a dar lucro sozinho e a fábrica tenha contribuído com o ganho desejado.

Bom, claro que isso não passa de pura especulação, quem sabe disso de verdade são apenas os executivos da Sony, que podem bem estar rindo de nossa cara agora. Enquanto isso, me resta gastar meu suado salário de professor em um Xbox One, afinal, é o que está tendo pra janta.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Antes de mais nada, a fonte real: http://blog.br.playstation.com/2013/10/21/gamers-brasileiros-nos-ouvimos-voces/

    E a Veja não é a fonte mais confiável pra se analisar os negócios de uma empresa. Até a Exame, que também é da Abril, admitiu que tem algo errado nissae: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/sony-da-explicacao-vaga-para-preco-do-ps4-com-infografico

    Pra mim a questão é muito mais simples: A Sony tá alegando que é tudo imposto, mas porra, se ela não contabilizar a margem de lucro da matriz, da filial e dos varejistas, o custo ia cair imensamente, e consequentemente o imposto. Fora que, qualquer imbecil sabe que lucro vem DEPOIS de todos os custos, então você incluir três margens de lucro num custo é meio maquiagem, disfarçando lucro como imposto. Ai até eu.

  • Arthur Arantes Souza

    Acredite no que você quiser, mas nunca vi imposto que taxando acima do preço do produto. A taxa alfandegária é de 60%, ICMS varia de 12% a 18% dependendo do estado e o IPI é de 1%. Isso tá errado, mas como sei que tu gosta de defender o capital, fica com a sua fonte aí. E eu tirei o gráfico do site da sony.

  • Arthur Arantes Souza

    Minto, há a taxação acima do produto mesmo, mas enfim, eu to só especulando aqui.

  • Júlio Raphael

    Só esqueceu de dizer que era de lá, ato falho em um texto acusatório. Mas enfim. Com os tributaristas afirmando, fica mais fácil crer que tem algo errado. Se tiver, que se caia em cima da Sony e se defenda o correto. Se ficar provado que a culpa é do Brasil… Bem, lá se vai o argumento da “vilã multinacional”.

  • Se o vilão é o Brasil, explique o Xbox One

  • Arthur Arantes Souza

    Não falei que é uma multinacional vilã. Leia o texto no blog deles, eles se fazem de vítima, essa é a questão, não é uma multinacional coitada. E de resto, o Pizurk matou a charada aí.

  • Henrique

    Ia falar exatamente isso, sendo que o Xbox é 100USD mais caro e praticamente 2000BRL mais barato.
    Além disso, a sony (há muito tempo) disse que o PS3 era fabricado (ou montado, não lembro) aqui no BR e logo o preço iria baixar bastante (o que não aconteceu muito) e sobre o PS4, porque não fazem o mesmo.
    Enfim, pra mim é ainda uma jogada de marketing da Sony (se for boa ou ruim, ainda não sei)…

  • Arthur Arantes Souza

    Breaking News: O Xbox one vai ser fabricado no Brasil. No final, parece que realmente a Sony não está tão errada.

  • LittleSofs

    Esse preço será o preço cobrado pelas grandes lojas e revendedoras da Sony. A maioria do pessoal que adquire um console de alto valor o faz através do mercado regionais, de pessoas que importam o produto de países onde os impostas não são tão altos. Ou seja, paraguaí ftw.

busca

confira

quem?

baconfrito