A destruição dos mitos vampíricos

Nona Arte quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Não vou me alongar muito aqui, principalmente, por dois motivos:

1. Não falarei de HQs, que é a minha alçada. Devo ser breve antes que o Pizurk sinta o distúrbio na Força e solte os chow-chows.

2. Vou chutar cachorro morto (falar mal da série Twilight/Crepúsculo), o que só tem graça no comecinho. Depois que seus pés ficam cobertos de sangue e vísceras em avançado estado de decomposição, é um trabalho infeliz para tirar o mau cheiro do tênis. Errr… bom… deixa pra lá.

Voltando ao que interessa, vamos analisar um dos fatos mais deprimentes dessa série: a destruição da mitologia construída ao redor dos vampiros nos últimos milênios.

Vampiros são descendentes do príncipe Vlad, o Empalador. Seres malditos, detentores de uma fome insaciável por sangue, cuja sobrevivência baseia-se na drenagem deste a partir de outros seres vivos, entre os quais nós, membros da raça dos Homo sapiens sapiens. Vampiros são possuidores de poderes que incluem, mas não se limitam a: capacidade de vôo, imortalidade, capacidade regenerativa que faria o Último Czarniano se sentir um bosta e a mais que agradabilíssima habilidade de poder mudar de forma.

Mas, obviamente, eles têm suas fraquezas: luz solar (de acordo com algumas fontes, a faixa ultravioleta, mais especificamente), água corrente, uma bela estaca no coração (a estaca não mata, apenas paralisa), e, bom, não vou mencionar fraquezas de fundo metafísico, tais como água benta e cruzes. Afinal, este site é ateu, devemos manter a tradição e os bons costumes e não falar dessas coisas feias.

Então, do breve perfil mencionado acima, podemos ter uma idéia da resposta de um vampiro default ao questionamento “Por que você não pode ser tocado pela luz do sol?”:

[Ambiente escuro, tempestade ribombando ao fundo, voz grave e imperiosa]Sou um ser maldito, cujos corpo e espírito, há muito condenados, são constituídos somente de trevas, e nessas trevas se esconde minha maldição. Na presença de luz, toda treva deverá perecer, e eu não faço exceção a tal regra. A luz me fere do mesmo modo que uma lança fere a vossa carne mortal. Por isso que não me exponho à luz, minha antagonista.[Risada maligna, pula no pescoço do leitor e o drena até os ossos]

O texto tá meio tosco, mas vocês devem ter captado a idéia principal. Agora, a versão Crepúsculo:

[Campo iluminado com pôneis coloridos ao fundo, nuvens de purpurina, voz homossexual estereotípica]Eu não posso porque meu brilho vai furar os seus olhinhos! si A sUaH EstrelaH NaUm BRILHaH Naum keRaH apaGAH A mINhAh!

Isso é só a ponta do iceberg. Falemos de sexo. Não, isso não é uma subdivisão do SaT onde falarei das curvilíneas bibliotecárias ruivas que habitam meus sonhos.

Voltando dos devaneios: vampiros, além de zumbis bombados, são, também, extremamente lascivos e um tanto quanto sádicos. Nosso famoso e querido amigo Drácula (o de Bram Stoker) tinha três esposas vampiras que o serviam fielmente. Sim, isso mesmo que você está pensando: produção de Draculinhas. Sim, quase certamente existe pornografia de vampiros, a Regra 34 está aí para isso. Não, eu não vou procurar para você e lhe mandar o link por e-mail, maldito. Tente o 4chan.

Bom, vocês entenderam o espírito da coisa. Apesar de mostrados geralmente como anfitriões tão sofisticados que beiram as raias do afetamento, vampiros fazem sexo com a fúria somente antes vista na batalha de dois deuses que se odeiam desde o início dos tempos, E têm problemas para controlar seus impulsos. Agora, me diga, como alguém olha para a Kristen Stewart

 Não é gordinha, mas eu ia fácil

E tem a cara de pau de dizer que não pega? Não quer machucar? Por amor? Não venham com essa baboseira para cima de mim. Stephenie Meyer deve ter vivido numa bolha até os 25 anos se acha que, hoje em dia, exista tanto romantismo assim.

A violência foi eliminada, o sexo, a obscuridade, as maldições, tudo de interessante sobre a mitologia vampírica. Não sei vocês, mas, definitivamente, tem alguma coisa errada aqui.

 Socorro! Eles estão vindo! Desculpe! Não foi por ma- arwagwragraw…

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • pois é os essa serie crépusculo é de broxar. se for ler um livro, nao leia crépusculo, vá ler algo que preste tipo Vampiro a máscara

  • joao

    ou o novo do Guillermo Del Toro,que se me lembro,o nome e Noturno!

  • Koi

    Nem tanto. Certos vampiros não tem fraqueza à luz do Sol. Tá, são só os Salubris.

  • eu sei que em vampiro a mascara, se voce for de 15º geração, não leva dano agravado (ou seja você fica vivo)

  • Disse tudo o que eu pensava.

  • Vane

    Ela viveu numa bolha chamada de mormonismo. E isso explica tudo, de porque não ter nada ‘caliente’ no livro e no filme.

    E tipo, isso só serve pra dizer pras meninas que o príncipe encantado existe, xD. Já não basta a Barbie, aí vem essa locona dizer a mesma coisa.

    Se foder…

  • dervecna

    Por isso eu falo que essa budega é uma vergonha para a humanidade. E principalmente, para os contos vampíricos.
    Porque, de vampiro, se muito, sobrou as presas. Não li, então não sei dizer.
    Todo o mito do vampiro foi desconstruído. O que resta? Um humano comum. OK, talvez um humano comum morto-vivo que brilha no sol.
    E aí eu me lembro do provérbio nepalense: “Bicha não morre, bicha vira purpurina” e junto com a idéia de que vampiros teoricamente morrem no sol… e as conclusões são óbvias. O fato de não pegar a gatcheenha só comprova o que eu digo.

    Anyway, hoje me deram mais um motivo para odiar…
    O que são lobisomens?
    Os doutos dirão que são humanos que, por uma razão mística, tornam-se feras metamorfas com trejeitos de lobo na lua cheia.
    OK…
    E o que é o HULK? É um cara comum que quando fica bravo se torna forte, grande, verde e fica com a calça rasgada.
    E o que são os lobisomens da Stephane Meyer?
    Hulks peludos.
    Sim, pelo que me disseram, os lobisomens dela se transformam quando ficam nervosos.

    Espero que não existam mulheres lobisomens na história dela, ou ela terá que explicar como funciona uma TPM lupina…

  • Rafa_langi

    bom, de acordo com Lobisomem: o apocalipse(do mesmo mundo de vampiro: a máscara) existem sim Lobisomens fêmeas, porém nada vi em específico quanto a TPM(caso tenha errado em alguma coisa por favor me corrijam)Lupinos se trasnformam quando querem. alguns mudam de humor em relação a lua, daí por isso o mito da transformação(a transformação é sujeita ao estado emocional)

    Hulk peludo é o Lobisomem em CG do Van helsing

    o pior, quando vi o trailer de “Lua Nova” no cine, ainda teve um doido que falou em voz alta “Lobisomem doido é o do Van Réusingue(sic) ”

    o lobisomem do trailer é um lobo gigante em CG(e mal feita, diga-se de passagem)

  • indis

    como uma velha apreciadora dos nossos amigos vampiros, devo concordar com vc. entretando, devemos admitir que Meyer conseguiu cair no gosto
    do “povo”.

  • Guten

    @indis
    O que não quer dizer muita coisa. Pagode, Calypso & assemelhados, Zorra Total e funk tão aí pra provar isso.

  • Concordo total com você!
    Eles conseguiram foder o Bram Stoker e a Anne Rice!

    PS:Eu gostaria de ver a LEAH(a única mulher lobisomen do grupo,que é esquentada,malvadinha,pratica tortura psicólogica com seus”irmãos-de-bando” que são um bando de manés sem noção do quanto a vida foi dura com ela,e que tortura o ex-namorado babaca que a chifrou vom a prima e consegue ser engraçada,e por tudo isso é de quem eu mais gosto em Eclipse)
    eu gosyaria de vê-la com TPM.Já imaginou?”eu vou arrancar sua cabeça”não é figura de linguagem quando se trata dela…
    vlw

busca

confira

quem?

baconfrito