A Dança dos Dragões (George R. R. Martin)

Livros terça-feira, 18 de setembro de 2012

Atenção: esse texto contém spoilers e alguma esperança.

 “Cada vez que cês me perguntam do sexto livro, eu mato um Stark, seus putos!”

Tá, já falei de Guerra dos Tronos um monte de vezes (Na verdade foi só aqui e aqui). Já falei da enrolação, já falei da forçação de barra, só não falei do meu ódio pelo fato de que o sexto livro só sai em 2014, no mínimo. O velho gordo gosta de escrever manuscritos de mil páginas, olhar pra eles e pensar “Nah, tá legal não” e reescrever tudo. Prova disso é que a série era originalmente uma trilogia e, agora, são sete livros planejados. No mínimo.

Mas chega de divagações, vamos falar do que aconteceu agora. Depois da decepção que foi o quarto livro – Tá, nem foi tão ruim, mas cês me entenderam – todos os fãs da saga se contorceram de alegria ao saber que, após um longo inverno heh sem novidades, o quinto volume sairia. E, pra melhorar, nesse quinto volume estariam todos os personagens que não tivemos chance de ver no anterior. Ora, Jon Snow, Daenerys, Tyrion, todos aqueles que poderiam ter feito alguma diferença na história finalmente teriam seu lugar ao sol.

E então, todos pegamos nos livros na maior sede, mas meio desconfiados, visto o histórico do tio, que é um especialista em falta de foco.

Mas aí veio a surpresa: As histórias começaram agora a tomar um rumo. Caras, já são cinco livros em sete e até agora nada havia sido realmente resolvido. Não parecia haver uma direção a ser tomada. E isso fora uma coisa boa, até certo ponto – porém, como já falei em outra ocasião, existia o risco de muitos arcos de personagens queridos pelo público serem deixados de lado.

 Tenho a leve impressão de que ele roda. Não sei o porquê.

Resumo da ópera: Jon Snow teve sua morte “insinuada” depois de finalmente parar de agir feito uma menininha chata; Tyrion Lannister tomou mais no cu que o Higgor toda a parada gay junta e tá, no momento, se envolvendo numa manobra perigosa com a companhia de mercenários que traiu a Mãe Dos Dragões; e Daenerys parece finalmente decidida a mandar todos aqueles chatos anti-dragões irem cuidar das próprias vidas e marchar pra Westeros, pra onde devia ter ido desde o começo, depois de muito mimimi, meus filhos, mimi.

Foi bom, foi legal e finalmente vamos tomar os rumos e caminhar pro final. Já são quinze anos de Crônicas de Gelo e Fogo. Tava na hora de as coisas começarem a se ajeitar. Ainda acho que é bem capaz da série acabar com uns dez livros. Ou não acabar, já que o autor tá velho, gordo e mal cuidado e pode morrer a qualquer hora, e nós, coitados fãs, nos contentarmos com o final da televisão mesmo – o George já passou pros produtores da HBO como quer o final caso ele morra -, mesmo sabendo que esse final teria muitas modificações e adaptações que desagradariam.

Bom, só resta esperar, não? E que venha 2014!

Dança dos Dragões


A Dance With Dragons
Ano de Edição: 2011
Autor: George R.R. Martin
Número de Páginas: 872
Editora: Leya

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Loney

    1: Supervalorizada.
    2: VSF.

  • Paulo

    Pq vc n cresce e pega de alguem a porcaria do livro?? Vc ia gostar, n tem como n gostar!

  • Loney

    Dizem o mesmo sobre escargot e ainda sim aquilo é uma merda.

  • alguem +- burro, hehe

    loney, o livro eh bom pra quem gosta daqueles trem medieval, etc
    o unico problema eh q o livro eh imenso e com letra pequena, ai fica foda
    e tem jeito sim, de n gostar do livro
    e o livro eh supervalorizado msm

  • Não existe nada que todo mundo goste. Sempre tem alguém que odeia algo. Ou gosta de algo que ninguém mais gosta.

busca

confira

quem?

baconfrito