Você sabe por que velho não joga? Parte 4 – A vida acontece em 3D.

Games sábado, 18 de agosto de 2007

Vamos analisar agora como a introdução dos gráficos tridimensionais aumentaram as
opções de jogabilidade.

Transição de gráficos 2D para 3D

Lembra das aulas de matemática? Todo objeto é inscrito em três dimensões: x, y e z, ou largura, comprimento e profundidade. Os jogos de Atari, além de monótonos, aconteciam sempre em linha, pois era impossível mudar de plano. Alguns jogos criavam a ilusão de que você andava em três dimensões, como Enduro, onde havia a sensação de avançar na pista. Mas o que acontecia é que o carro ficava sempre no mesmo lugar, era a pista que se “mexia” enquanto os pixels dos carros adversários simplesmente iam aumentando na tela. Jogos como Keystone Cappers e Friday the 13th são exemplos claros de como o Atari era linear, adotando uma dinâmica de corredores intermináveis para dar a sensação de avanço no jogo.

 FAKE!!

Com a introdução da terceira dimensão nos jogos (profundidade), houve também um incremento de jogabilidade, variedade e conseqüentemente diversão. A introdução de novas dimensões demorou pra ter um efeito realmente sensível. Nos consoles 8 bits, era possível desviar dos inimigos em todas as direções agora (como Double Dragon, onde você tinha liberdade pra andar pelo cenário ortogonal), mas isso não era um avanço tão grande assim para a diversão.

Os óculos de cristal líquido do Master System eram uma forma de impressionar os amigos, mas o seu “efeito 3d” não passava de ilusão de ótica, utilizando a mesma “tecnologia” 3D de filmes de décadas anteriores.

 FAKE!!

Nem mesmo nas plataformas 16 bits experimentamos grandes efeitos 3D, pois o mode 7 do Super Nintendo não conta como engine 3D. Ainda assim, foi no Super Nintendo onde tivemos um “gostinho” do que a tecnologia 3D reservava nos próximos anos para os gamers, pois jogos como Pilotwings e, principalmente, Starfox, pela primeira vez geravam uma sensação crível de profundidade e distância. O Super Nintendo foi realmente uma plataforma excepcional.

Mas, indiscutivelmente, foi nos computadores que o primeiro impacto real do 3D foi sentido, através da inauguração dos jogos FPS (Tiro em Primeira Pessoa) , do qual o primeiro que recordo é Wolfenstein. O fato de você poder se movimentar em três dimensões reais foi responsável pela introdução do medo nos games. Afinal, fala sério, quem é que tinha medo daquele Jason do Atari? Entretanto, em Wolfenstein, pela primeira vez você não sabia o que havia atrás da porta.

3d-rlz.jpg3D Rules! (F.E.A.R.)

Assim como gostamos de assistir filmes de suspense e terror, também derivamos diversão da tensão e medo que os games podem causar. A fórmula foi aperfeiçoada em jogos como Doom, Alone in the Dark (ainda no PC, o primeiro jogo a se utilizar do jogo de câmera pra causar medo) e posteriormente em Silent Hill, jogos totalmente dependentes das engines 3D para a jogabilidade e manutenção da tensão e medo gerados.

 

No próximo post: Saves: a salvação dos jogos.

Leia mais em:

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Friederichs

    VIVA a evolução!!!!

    Certo q as veses eu sinto falta de umas coisas 2d, mas ae é só pegar nos emuladores! Sem drama!

  • Bel

    bixo, você manja DEMAIS de video game… i’m impressed!

    e, fala sério, sou old school, mas não há NADA melhor que um joguinho de dar medo em 3D x)

  • Bahamuto

    Eu ainda lembraria do incrível Mario Kart do SNES, que todo mundo acredita que é 3D, mas é apenas uma evolução da mesma tática usada no ENDURO do Atari… se observar bem a pista é que vai se modificando conforme vc anda… a tecnologia era uma tal de X alguma coisa q nao lembro mais =), mas era totalmente baseada na distorção de planos 2D, criando um falso 3D =)
    E uma vez tive q fazer um seminário sobre placas gráficas e tive q pesquisar… primeiro jogo realmente 3D na história foi o nosso incrível DOOM, que apenas possuia uma movimentação 3D e tal, mas ainda continha muitos e muitos objetos 2D =)
    Agora realmente, o que seria de um Silent Hill ou um Alone sem aquela porra de camera no lugar certo, exatamente pra dar aquele cagaço em certas horas, hueauhaeuaehaeuhuea
    OLD SCHOOL FOREVER =)

  • atillah

    Porra, Mario Kart, bem lembrado cara. Outro engodo. Mas tudo bem, era e ainda é muito divertido.

  • V

    Eu era tão acostumado com as distorções do Mario Kart que foi DIFÍCIL acostumar com o Mario Kart 64

  • Xuxão Lennon

    Um dos primeiros “alone in the dark” parecia mais um jogo de plataforma… vc clicava, o carinha andava até a escrivaninha e talz…

    Quando eu joguei “Quake” pela primeira vez, eu fiquei maravilhado… coloquei meu disco mais barulhento do Metallica e me senti um assassino sem coração… “Hexen” também é um jogo pra quem curte PC se deliciar… é meio medieval, com magias e machados… mto bom…

    StarFox é sem dúvida o melhor jogo pra super nintendo… não há muito o que se comentar…
    Outro mto bom pro SNES é “Star Wars – Return of Jedi”… tem umas fases em 3D (a perseguição das motos voadoras… hahahaha) que são mto bem feitas.

    Mas nada como um bom jogo de aventura (Tomb Raiders) ou mesmo de terror (Nocturne, Alone in The Dark, etc.) pra PC.
    Faz tempo que não jogo PC, mas tenho muita saudade.

  • Joao

    Concordo!

    P.S:F.E.A.R DA MUIIIIIITO MEDO!!!!!!!

  • Speeder

    Ae, o primeiro jogo em 3D foi sim o Wolf3D e o Ultima Underworld…

    No caso, o Wolf3D era 3D de verdade (é claro, os personagens eram sprites, só o cenário era um “modelo”) que renderizava usando uma técnica alterada de raytrace (1 raio por coluna ao invés de 1 por pixel, assim o jogo rodava BEEEM mais rápido, mas impedia movimentação vertical)

    O Ultima Underworld foi a primeira engine 3D (não se se foi a publica antes ou dps do W3D) e o carmack disse que fez o W3D com o objetivo de fazer uma engine mais leve que o underworld (o underworld suporta subir/descer, mas é BEEEM mais pesado…)

  • hhahhaha cara toda vez que falam Wolfstein eu me lembro daquela maldita proteção de tela que aparece o cenário do Wolfstein e o cenário vai se mexendo sozinho haha….. (digo maldita porque eu tinha que usar um PC da loja onde trabalhava, que tinha essa proteção e de cada 2 em 2 min ela tentava entrar em ação e eu ia desligar a dona da loja falava NÃO DESLIGA MINHA Proteção de TELa) hahaha nisso eu ficava apertando as teclas enquanto estava pensando pra aquela proteção não abrir… WolfStein joguei muito, jogo maravilhoso, esse jogo foi tão bom pra mim, pois devido a ele eu aprendi a gravar um game maior que 1.44mb em 2 disquetes, lembro-me que ele nao cabia num disco de 3 1/2 e pra isso era necessário dividir em dois discos, mas na época 199X eu ainda não tinha tinha essa habilidade. Não existia winzip haha era DOS Puro.. foi ai que de tanto fuçar eu e mais 4 amigos descobrimos o Microsoft Backup que vinha junto com MSDOS hahah…. depois que aprendemos a usar ele … foi a maior alegria de todas!!! Meses depois descobrimos o ARJ, depois desta data lembro-me de andar com mochilas e de bicicleta com aqueles porta Disquetes hahah 18 discos para um JOGO hahahhah e ia de casa em casa de amigo para repassar o game, se não me engano era o Hi-octane que ocupava isso hehe …época boa, hoje tambem é bom, mas é gostoso relembrar!

  • MaK-PG

    Wolfstein foi o primeiro 3D para o console? No computador sempre houve 3D, jogos á la AutoCAD

busca

confira

quem?

baconfrito