Vencedores do Oscar 2013

Primeira Fila segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

Muito bem, muto bem, depois de voltar à pátria-mãe a tempo de assistir o Oscar com a tradução simultânea sempre excelente do Rubens Ewald Filho, nada mais apropriado que aproveitar o embalo pra meio que retomar essa coluna. Com os resultados do prêmio desse ano e comentários baseados quase exclusivamente nos trechos dos mesmos que passaram durante a cerimônia, fazer o quê.

Cerimônia que foi conduzida pelo Seth MacFarlane, dessa vez. Que eu considerava um cara bacana, até o Ted, que fez com que todo o trabalho do Family Guy fosse por água abaixo. Mesmo assim, a iniciativa da Academia de fugir daquele humor que já era velho há 50 anos, com o apresentador puxando o saco das celebridades e tudo o mais, parecia uma boa ideia. Só que, na prática, a coisa não foi bem assim. Parecia que o MacFarlane tava se segurando pra não pegar pesado demais, o que acabou com todo o propósito (E boa parte da graça) do humor negro. Ao contrário do que o Ricky Gervais fez no Globo de Ouro do ano passado, por exemplo.

Mas agora vamos aos vencedores, por ordem de revelação:

Melhor ator coadjuvante

Alan Arkin – Argo
Philip Seymour Hoffman – O Mestre
Tommy Lee Jones – Lincoln
Christoph Waltz – Django Livre
Robert De Niro – O Lado Bom da Vida

Melhor coisa do Django, que não é lá essas coisas, pra falar a verdade.

Melhor curta animado

Adam and Dog
Fresh Guacamole
Head over Heels
Maggie Simpson in “The Longest Daycare”
Paperman

Parece o desenho indie padrão, mas pra ter certeza seria preciso ir até o Youtube conferir. Algo que, obviamente, não vale o esforço.

Melhor longa animado

Valente
Frankenweenie
Detona Ralph
ParaNorman
Piratas Pirados!

Filme bacana ganhando o Prêmio Pixar, mas a queda de qualidade anual das animações continua. O que é especialmente preocupante, já que alguns anos atrás elas ganhavam fácil, fácil dos concorrentes a Melhor Filme.

Melhor fotografia

Anna Karenina
Django Livre
As Aventuras de Pi
Lincoln
007 – Operação Skyfall

Nem vi, mas de longe essa perece ser a única qualidade do Pi.

Melhores efeitos visuais

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
As Aventuras de Pi
Os Vingadores
Prometheus
Branca de Neve e o Caçador

Achei que esse ia dar o Hobbit, mas devem estar querendo deixar os prêmios pro final da trilogia.

Melhor figurino

Anna Karenina
Os Miseráveis
Lincoln
Espelho, Espelho Meu
Branca de Neve e o Caçador

Melhor maquiagem

Hitchcock
O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
Os Miseráveis

Melhor curta

Asad
Buzkashi Boys
Curfew
Death of a Shadow (Dood van een Schaduw)
Henry

Melhor documentário em curta-metragem

Inocente
Kings Point
Mondays at Racine
Open Heart
Redemption

Prêmio pra quem tiver um comentário construtivo sobre essa categoria.

Melhor documentário

5 Broken Cameras
The Gatekeepers
How to Survive a Plague
The Invisible War
Searching for Sugar Man

Palmas pra Academia por não ter premiado um documentário de guerra, pra variar.

Melhor filme em língua estrangeira

Amor (Áustria)
O Amante da Rainha (Dinamarca)
Kon-Tiki (Noruega)
No (Chile)
War Witch (Canadá)

Outro que eu não vi, mas esse parece bacana e o diretor é foda.

Melhor mixagem de som

Argo
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln
007 – Operação Skyfall

Prêmio de consolação pra Os Miseráveis não sair de mãos vazias.

Melhor edição de som

Argo
Django Livre
As Aventuras de Pi
007 – Operação Skyfall
A Hora Mais Escura

Mesma coisa do anterior, mas o Skyfall continua sendo o melhor filme do ano e tenho dito.

Melhor atriz coadjuvante

Amy Adams – O Mestre
Sally Field – Lincoln
Anne Hathaway – Os Miseráveis
Helen Hunt – As Sessões
Jacki Weaver – O Lado Bom da Vida

Parabéns Anne Hathaway.

Melhor montagem

Argo
As Aventuras de Pi
Lincoln
O Lado Bom da Vida
A Hora Mais Escura

O Argo se destaca por aqui mesmo, na qualidade técnica, tudo no lugar certo na hora certa.

Melhor direção de arte

Anna Karenina
O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln

Também não vi o Lincoln, mas soa como um drama padrão com um algo a mais pela qualidade da produção e do elenco, bem ao estilo Spielberg

Melhor trilha sonora original

Dario Marianelli – Anna Karenina
Alexandre Desplat – Argo
Mychael Danna – As Aventuras de Pi
John Williams – Lincoln
Thomas Newman – 007 – Operação Skyfall

Melhor canção original

“Before My Time” – Chasing Ice
“Everybody Needs A Best Friend” – Ted
“Pi’s Lullaby” – As Aventuras de Pi
“Skyfall”- 007 – Operação Skyfall
“Suddenly” – Os Miseráveis

Olha só, até a Adele tem um Oscar agora, quem diria. Mas a abertura do Skyfall ficou bacana mesmo.

Melhor roteiro adaptado

Chris Terrio – Argo
Lucy Alibar, Benh Zeitlin – Indomável Sonhadora
David Magee – As Aventuras de Pi
Tony Kushner – Lincoln
David O. Russell – O Lado Bom da Vida

Não vi nenhum dos outros, mas merecido, eu diria.

Melhor roteiro original

Mark Boal – A Hora Mais Escura
Quentin Tarantino – Django Livre
Michael Haneke – Amor
Wes Anderson, Roman Coppola – Moonrise Kingdom
John Gatins – O Voo

Ao contrário do pior roteiro do Tarantino, onde os personagens legais perdem força por conta do humor fracassado e da inconstância do filme. Mas até valeu, por compensar todas as vezes que ele merecia ganhar e perdeu.

Melhor diretor

Ang Lee – As Aventuras de Pi
Steven Spielberg – Lincoln
Michael Haneke – Amor
David O. Russell – O Lado Bom da Vida
Benh Zeitlin – Indomável

Incrivelmente consegui não ver nenhum dos indicados, mas o Ang Lee ainda é chato bagarai.

Melhor atriz

Jessica Chastain -A Hora Mais Escura
Naomi Watts – O Impossível
Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida
Emmanuellle Riva -Amor
Quvenzhané Wallis – Indomável Sonhadora

Baseado exclusivamente no clipe durante o Oscar e na queda da atriz ao pegar o prêmio, eu diria que tá de boa.

Melhor ator

Daniel Day-Lewis – Lincoln
Joaquin Phoenix – O Mestre
Denzel Washington – O Voo
Bradley Cooper – O Lado Bom da Vida
Hugh Jackman – Os Miseráveis

Categoria óbvia da noite, o que o Daniel Day-Lewis faz é inacreditável. Sentimento que cresce ainda mais quando vemos ele fora do personagem, quando ele só parece um ser humano normal.

Melhor filme

Argo
Django Livre
As Aventuras de Pi
Lincoln
A Hora Mais Escura
Os Miseráveis
O Lado Bom da Vida
Indomável Sonhadora
Amor

Ok, ok, filme competente e tudo o mais, mas só isso. Tem as coisas no lugar certo, boas atuações e roteiro decentes, mas não empolga nem tem nada de extraordinário. Bem coerente com essa edição do Oscar. Que mesmo momentos especialmente ruins (Tirando os minutos surreais em que o Jack Nicholson chamou a Michele Obama pra apresentar o prêmio principal), maneirando nos números musicais e com algumas passagens bacanas (Tipo a homenagem do 007 com a execução do tema do Goldfinger), também não apresenta nada de interessante. E cada vez mais se especializa na mediocridade, que gradualmente também se torna a maior marca do cinema da segunda década do século XXI.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Marina Oliveira

    Estava torcendo por Paperman, vale a pena sim. Adam and Dog é bonitinho e Fresh Guacamole é muito divertido (:
    Assisti Argo, e concordo com o que vc falou: o filme é bem feito e tudo mais, mas não é “oscar bom”.

  • André

    Skyfall foi um filme fraquíssimo. Perdeu tudo que os dois primeiros haviam construído. Com ênfase naquela parte da cabana…pífio. Nada a ver. De resto os filmes deste ano são 90% lixo.

  • Pedro

    mimimimimimimimi. ;/

    Pi não é avatar, vai ver que vc vai se surpreender.
    Todos os curtas estão no youtube, e todos são muito bons. Nada muito cult ou chato, simplesmente bons.
    E pra que essa atitude tosca? Se vc não viu quase nenhum filme lógico que vai achar a lista fraca. A questão é que quase todos são muito bons, tá faltando conteúdo em tanta crítica em.

  • Como que colocaram alguém que não viu quase nenhum dos indicados pra comentar justamente sobre o Oscar?

  • lucas

    porra, o quantum of solace que destruiu a parada toda, isso sim. o skyfall pode ter se desviado do objetivo do casino royale , mas era inevitável depois do quantum. pelo menos o balanço entre a modernização da parada e a manutenção dos elementos clássicos funcionou muito bem.

  • lucas

    provavelmente por que ninguém viu, olha só que coisa.

  • Sobre os curtas: eu não consegui assistir “Adam and Dog” nem “Head over Heels”. Fora isso, achei super justa a vitória de “Paperman”, se bem que “Fresh Guacamole” foi super criativo.

  • lucas

    teoricamente tem razão, mas quando eu ver todos muito provavelmente vou continuar achando a mesma coisa (dos indicados a melhor filme, no caso, no resto eu falei mal porque é mais divertido).

  • É pra isso que serve um colunista de cinema: Comentar sobre um prêmio de cinema [O Oscar], tendo visto ou não os indicados.

    É só reparar que as estreias da semana também são feitas por alguém que quase não vê os filmes.

  • marcus

    só comentando algumas coisas, operação skyfall é uma merda e a unica coisa boa do filme é a musica da adele então merecido,e para mim o lado bom da vida podia ter ganhado o roteiro adaptado,pois o filme fez bem melhor que o livro mas como não li argo não posso dar certeza

  • Rick

    Larga a preguiça e seu limiar pequeno de atenção e veja Adam and the Dog até o final! É bonito demais.

  • Hah, obrigada pelo link ^^
    Gostei de “Signs”, melhor que “Paperman”. Mais… bonitinho. YUAHAAUYGE E “Adam and Dog” é uma graça. Só achei, sei lá, meio… fraco (?).

busca

confira

quem?

baconfrito