Tupac e os Hologramas: E agora?

Música segunda-feira, 23 de abril de 2012

O amigo e fiel leitor do Bacon deve ter visto o que aconteceu recentemente no festival de Coachella na Califórnia. Durante a apresentação do Snoop Dogg, Tupac Shakur subiu ao palco para o show de encerramento. Normal? Até seria, se Tupac não estivesse morto há 16 anos. Sim, aquele no palco com o Snoop era uma projeção holográfica em 3D do rapper. Só faltou aparecer no palco também uma projeção holográfica em 3D do Notorious B.I.G. e eles dois fazerem as pazes na frente de todo mundo. Mas aí estaríamos vivendo num mundo perfeito demais, concordam?

O que isso significa para a industria musical ainda é uma incógnita. Será que o Snoop vai repetir o feito? Imagine quanto vai custar um ingresso pra ver ao vivo Tupac Shakur, mesmo que seja uma projeção holográfica quase perfeita em 3D. Se o show da Madonna em final de carreira já está custando módicos R$850,00, quanto iria custar isso? E seria um sucesso? Claro que sim! Ia ter neguinho querendo tirar foto com o seu maravilhoso iPhone com Instagram superior da Apple e pagando o preço que eles pedissem. R$1.000,00 pra cima ia ser pouco. Mas o pior de tudo ainda pode estar por vir.

 Começou aqui?

E se (Só estou especulando) você pudesse ver algum ídolo que você não pôde ver ao vivo, finalmente, mesmo que sendo um holograma? Que tal ver Jimmy Hendrix, Jim Morrison, Janis Joplin, Kurt Cobain e todo o clubinho 27 de volta aos palcos? E uma reunião dos Beatles? Ou Ian Curtis tocando novamente com os membros do New Order? Cliff Burton de volta ao Metallica. Elvis Presley então… Ia ser ducaralho Seria demais, né não? Mesmo sendo caro, apenas sentir como devia ser ver seu ídolo ia ser uma coisa do outro mundo. E ainda ia ser a salvação da industria fonográfica (Que já vive sustentada pelos shows dos artistas). Mas tudo isso também pode ter seu lado ruim. Que tal Nando Reis fazendo um dueto com Raul Seixas, Renato Russo, Cazuza e Fiuk? Genial né?

Muita merda pode rolar depois de uma invenção como essa. O futuro está aí, cada vez mais imbecil do que podíamos imaginar vendo Futurama. O que a industria fonográfica pode fazer por dinheiro é inimaginável. Muitos hipsters fãs odeiam ver suas bandas fazerem sucesso porque aí todo mundo passa a conhecê-las também porque vêem a industria estragando seus ídolos. Muitos dos que eu citei aqui morreram por causa da fama. Temo mais ainda pelo que possa acontecer agora, depois que estão mortos. E torço pra que, se minhas previsões forem acontecer, que ao menos seja de uma forma digna. Afinal, gostaria de ter visto os shows que nunca vi e de rever os que ainda me lembro. Já pensou que demais ver de novo num palco Chico Sciense e a Nação Zumbi, encerrando uma edição do Abril Pro Rock?

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Aquele cara

    Sem querer ser aquele cara, mas já sendo, o “holograma” do Tupac não é bem um holograma e sim uma ilusão de ótica conhecida como Pepper’s Ghost, ou seja, espelhos e luz.

  • Penny Lane

    Nossa cara, mudasse minha vida do avesso agora com essa grande revelação. 

  • Hahahaha! Mas de qualquer jeito, é uma projeção 3D que deve ficar ‘na moda’ agora. Depois da repercussão toda dessa noticia, já tem gente planejando fazer isso em outros shows…
    Espero que não se torne ridículo ;/

  • Somebody

    Legal que os ‘Vocaloids’ usam isso faz um tempo e ninguém dava a mínima né.

busca

confira

quem?

baconfrito