Trailers adulterados (Recuts)

Cinema segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Vamos falar sobre a importância dos trailers na sua vida.
Antigamente, na era VHS, quando ainda fugíamos de velociraptors pelas cavernas adentro, não tínhamos a opção “menu” no controle remoto, que nos permitia pular os trailers e ir direto ao filme. O mais perto disso era o botão “forward”, que permitia aos espectadores avançar os trailers com velocidade (hoje em dia virou “search” no controle do DVD). Mas quem é o maluco que não quer ver trailers? Trailers são bons! Te deixam a par das novidades e morrendo de vontade de ver um monte de filme que você quase nunca acha na locadora (isso se você der o azar de morar num cu de cidade feito eu).

Uma musiquinha que climatize o filme, algumas frases de efeito, cenas não-spoilers, revelação parcial da trama… basicamente, é isso. Mas eu aposto que você já viu um trailer FODA e alugou o filme, achando que era um filme FODA e era pura propaganda enganosa. Sim, meu amigo… o trailer te tapeou. Isso é normal. Tão normal que até virou… arte.
É, eu chamaria de arte.

Eu já mostrei os mash ups prá vocês, que consiste na mixagem de duas músicas nadavê prá fazer uma sonzeira híbrida, diferente e MUITO legal. O tal “recut” é maaais ou menos por aí. Alguém pega um filme de, vamos supor, terror e faz um trailer para o filme parecer que é uma comédia. Pegar as cenas e a trilha sonora certa é essencial. Honestamente, fica O MÍXIMO.
Por exemplo, aposto que você nunca imaginou que a fantasia musical “Mary Poppins” um dia poderia se tornar um filme de suspense e terror:


Scary Mary. Hide your children. Chorei de rir.

Ou que o tenso e assustador “The Shining” (O Iluminado) poderia se tornar uma comédiazinha romântica:

Shining. O cara que fez esse recut é GENIAL. Eu não vejo um filme de terror nesse trailer, excelente trabalho.

Outro filme assustador que virou gênero de TANGA só com um trailer foi “The Ring” (O Chamado)

The Ring. Um draminha porque você só tem mais sete dias de vida antes da Samara vir te buscar.

“Matrix” também não escapou. Neo, como um cara solitário, vai atrás do amor á primeira vista (segundo este trailer):

“Matrix” com água e açucar.

Um outro… autor, diretor, sei lá, fez um recut diferente. Usando vários filmes que tinham o Leonardo DiCaprio no elenco (identifiquei “Romeu e Julieta”, “Gilbert Grape” e “Diário de um Adolescente”, só. Não gosto do DiCaprio), fez uma versão 2.0 de “Titanic”. Uma equipe que procurava restolhos do Titanic encontra o corpo do Jack Dawson (DiCaprio) congelado num bloquinho de gelo (!!!). Descongelam o rapaz, ele volta á vida e foge, tendo que se virar no mundo moderno. Eu fiquei impressonada com a qualidade do trailer e originalidade do script. Se fosse um filme de verdade, eu assistiria.
Vale MUITO a pena ver, leitores.


Titanic – Two The Surface. Tem ainda Jennifer Connelly e John Cusack no elenco. Alguém sabe quais são os outros filmes que aparecem nesse trailer?

Bom… eu sei que os garotos da equipe vão me matar, mas esse trailer de “Fight Club” (O Clube da Luta) como se fosse um clube gay é FANTÍSTICO. A edição não ficou das melhores, mas valeu a idéia e a montagem.

“I want you to fuck me as hard as you can”. HAHAHAHAHAHA! “Gentlemen’s Fuck Club”, muito bom.

Outro trailer que ficou com uma pegada bee foi “Top Gun”, onde o Tom Cruise tem um lindo caso de amor com o Val Kimer. Excelente também.

Maneiro, né?
Se acharem mais algum interessante, posta o link nos comentários prá eu ver ;}
Agora só falta fazerem um trailer para O Homem do Saco de Ferro.
Alguém se habilita?

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito