Trailer e novas imagens do filme do Nightwish

Cinema segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Antes que vocês exclamem “Como assim? Quem foi que abriu a porta pra 2004 e não avisou?!”, já vou avisando que não, não é nenhuma força da natureza trazendo de volta fantasmas do passado. Até por que o Nightwish nunca chegou a morrer de verdade como outras bandas do gênero cof cof Evanescence cof cof. Enfim, pra provar que nem a troca de vocalistas nem o grande rolo que isso gerou podem derrubá-los, o grupo resolveu investir num projeto bem ambicioso: Um filme inspirado em suas músicas. Antes de mais nada, vamos ao trailer:

Não sou lá a pessoa mais adequada pra falar disso sem preconceitos por que tenho certa implicância com Tuomas & Co por dois motivos. O primeiro são os fãs que levariam pra casa o troféu de maior concentração de bichice por metro quadrado, se houvesse alguma competição do gênero; o segundo é que eu sou tão chata quanto eles e jamais perdoarei a saída da Tarja Turunen, aquela linda. Se hoje as pessoas dormem enquanto escutam as músicas da diva, é culpa do pessoal chato que expulsou ela da banda e confinou a coitada a essa vida de CDs temáticos no natal. É, sou amarga. Me julguem.

 Trocaram ela por uma BARANGA. Ba-ran-ga!

Voltando ao assunto, o enredo do filme é sobre um compositor idoso sofrendo de demência que se prende às suas memórias de criança, no ápice da sua capacidade criativa, dependendo dela pra poder sair do seu estado letárgico e voltar a viver. Todos sabem que o Tuomas, o tecladista, é um dos seres mais egocêntrico da história dos seres egocêntricos e, como deu pra perceber, está praticamente escrevendo uma história sobre si mesmo. Afirmando como ele é uma pessoa complexa que nunca foi compreendida por nenhum de nós, reles mortais, que rejeitamos tamanha genialidade.

 “EINSTEIN’S BRAAAAAAAIN”

Mas tirando a aura de babaquice e egocentrismo, acredito que todo mundo vá ficar surpreso com o filme. Pelo trailer, pelo menos, dá pra ver que as imagens são bonitas e bem feitas, o que é um feito bem digno, se considerarmos que os produtores não devem ter disposto de verbas substanciosas. Tapa na cara de quem esperava efeitos especiais dignos de cerimoniais de quinze anos. A única coisa que me incomodou até agora nas imagens é que tudo parece muito… Azul. Tenho traumas de filmes monocromáticos. Me lembram Queprúsculo e seu excesso de verde.

 “Tudo azuuuul. Adão e Eva, e o paraíso!”

Aparentemente, se o nível de perfeccionismo continuar alto, vamos ter um filme bem legal. Surrealista, ótimo pros fãs de gente como Tim Burton. Só não pode decepcionar e cagar na história. Ou jogar referências feiosas à Tarja. Se bem que as referências serão inevitáveis, já que o líder da banda ainda tem coisas entaladas na garganta até hoje com relação a cantora. Provavelmente vão inserir ela na história como o primeiro amor do pirralhinho, que quebrou o coração dele e blá blá blá. O que não seria lá muito esperto, já que grande parte dos fãs são viúvinhas tarjetes.

Se algum energúmeno não tiver percebido, as imagens do texto são as tais fotos novas, que foram liberadas umas horas atrás. Pra mais informações, aqui tá o site oficial, onde cê pode ver ainda mais coisas sobre a produção.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • WandersonSantana

    A capacidade desse filme ser um Sucker Punch da vida é alta (cenas bonitas, mas com um roteiro mequetrefe).

    Mais uma coisa: Não fale mal do Toumas. Em minutos isso aqui enche de Tuometes querendo acabar contigo. São insuportavelmente irritantes. Detalhe: Tuometes de ambos os sexos.

  • Denise

    kkkk adorei seu texto…espero q não ousem falar mal da Tarja.

busca

confira

quem?

baconfrito