Top 5 desenhos dos anos 90: Nickelodeon

Televisão terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Ah, ano novo, vida nova, e tudo continua indo de mal a pior. Pelo menos em termos de televisão. E música, cinema e tudo mais. Dito isso, só me resta continuar relembrando os grandes tempos de outrora, seguindo a saga iniciada ainda no ano passado.

Depois do Cartoon Network, com seu insuperável bloco de Cartoon Cartoons, falemos agora do canal com os melhores desenhos da década, individualmente falando. Canal este que também se encontra em franca decadência, infelizmente: a Nickelodeon. Mas ao contrário do já citado Ben 10 Channel Cartoon Network, a Nickelodeon ainda demonstra algum respeito pelos clássicos, passando-os em algum horário no meio da noite. Ou demonstrava até a algum tempo, sei lá, eu não vejo TV há… Algum tempo. Mesmo assim, a emissora se perdeu de vez quando começou a ceder cada vez mais espaço ao que sempre apresentou de pior, aqueles sitcoms americanos adolescentes babacas e… Não, esse não é o assunto desse post. E não será de nenhum outro, eu espero.

5 – Os Castores Pirados

Pra falar a verdade, eu não vi muitos episódios desse desenho… Mas como eu ainda me lembro dos que eu vi (Vagamente), é sinal de que foram bons.

Os Castores Pirados tem como protagonistas (E as vezes antagonistas) os dois irmãos castores Daggett (O idiota) e Norbert (O inteligente). Eles buscam apenas seguir tranquilamente com a vida na represa no meio da floresta onde moram, mas são constantemente atrapalhados pelos personagens mais aleatórios possíveis, o que dá ao desenho aquele descompromisso básico com o sentido que tanto gostamos. E de tempos em tempos ainda aparece alguma referência à algum aspecto da cultura pop, só pra deixar tudo mais legal.

4 – Hey Arnold

O Hey Arnold se diferenciava da maioria dos Nicktoons por ter um caráter, digamos, mais sério que seus companheiros de canal. Mas o curioso é que mesmo com um pé mais firme na realidade, ele era também um dos desenhos mais infantis da época, na minha opinião.

A história é focada na vida de Arnold, um garoto de dez anos que mora na pensão de seus avós, e na sua relação com seus amigos, vizinhos e tudo mais. A moralidade inabalável do protagonista me incomodava um pouco, mas a grande quantidade de personagens geniais compensava tudo, com destaque para o avô de Arnold, com seus duvidosos conselhos, e Helga, uma garota que cultiva uma hilária e secreta relação de amor e ódio com nosso herói. Ah, ela também tem uma monocelha.

3 – A Vida Moderna de Rocko

Cara, esse foi provavelmente o desenho mais surreal a já passar por aqui. Acompanhando o dia a dia do canguru Rocko, que veio da Australia e tenta se adaptar a vida nos Estados Unidos, seus amigos Vacão (Um boi criado por lobos), e Felizberto (Uma tartaruga), entre outros personagens igualmente peculiares, os episódios sem roteiro definido simbolizavam perfeitamente a falta de sentido da tal vida moderna. Simplesmente sensacional.

2 – Ren & Stimpy

Eu realmente não sei como deixaram esse desenho passar por tanto tempo. Aliás, não sei como deixaram sequer CHEGAR na televisão. Pelo menos no canal e horário que passou. De qualquer forma, ainda bem que isso aconteceu. Com o maior índice piadas de duplo sentido por minuto já visto, intercaladas por cenas incrivelmente escatológicas, Ren & Stimpy representa tudo o que há de melhor nas animações dos anos 90.

Obviamente, as aventuras do paranóico chihuahua Stimpy e do simplório gato Ren chegaram aqui no Brasil com suas críticas sociais mais explícitas devidamente censuradas. Malditos falsos moralistas… Mas porra, não tem como não gostar de um desenho com uma cena onde os protagonistas encarnam dois cosmonautas soviéticos que ao chegarem na lua imediatamente encontram um astronauta americano, devidamente representado por um porco, e imediatamente exclamam: Porco capitalista!

1 – Invasor Zim

Tá, eu sei, é de 2001. Mas é tão incrível que esse fato será sumariamente ignorado. Sério, eu não consigo nem descrever a genialidade desse desenho. Toda a estupidez da raça humana capturada com perfeição pelos olhos do invasor alienígena Zim. Mesmo que ele também não seja lá muito inteligente.

Zim é um pequeno alienígena que veio conquistar a Terra a mando de seus superiores, que na verdade só queriam se ver livres dele. Sem o conhecimento disso, ele passa a usar todos os meios possíveis para completar sua missão. Mesmo com um disfarce esdrúxulo, ele e seu robô Gir (Que tem um clipe de papel no lugar do cérebro) se passam facilmente por uma criança e um cachorro, respectivamente. A partir daí, Zim passa a frequentar a escola para aprender todo o possível sobre a raça humana, enquanto tenta por em prática seus planos malignos de dominação mundial. Mas seus objetivos são constantemente frustrados pela única pessoa que consegue ver o que ele realmente é, o garoto Dib.

A escola é opressora e decadente, a cidade é imunda e caótica, as pessoas são geralmente obesas, sem nenhuma preocupação com a higiene pessoal ou simplesmente imbecis. É tudo uma caricatura tão absurda quanto assustadoramente próxima da realidade. A máxima É engraçado porque é verdade se encaixa aqui como uma luva.

E é só inserir os personagens principais e seus diversos distúrbios psicológicos nesse contexto (Zim e sua megalomania, Gir e sua hiperatividade, Dib com sua paranóia, e sua irmã Gaz e seus ataques de fúria, combinados com alguns poderes sobrenaturais) e temos o desenho mais engraçado do mundo. E tenho dito.

Por algum motivo desconhecido, o youtube me impede de colocar o vídeo dessa abertura diretamente aqui. MAS ELES NÃO PODEM DETER O ZIIIMMM!!!11

Então é isso aí pessoas, parece que a minha memória me deixou na mão de novo, por isso eu declaro aqui o fim desse momento nostalgia. A não ser que vocês lembrem de outros desenhos que passaram por aqui em uns canais aleatórios nessa mesma época, aí talvez eu volte a abordar o assunto. Talvez, eu disse. E não me venham com animes, por favor.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Amanda Dultra

    Engraçado que estes desenhos (todos, na verdade) ainda passam no Nickelodeon. Os dois últimos durante a semana, e os outros três no fim-de-semana.

    É sinal que o canal não esqueceu das animações que trouxeram a representação que este canal tem nos dias atuais.

  • Eis um presentinho para todos:
    http://pd1p.blogspot.com/2009/01/invasor-zim-24-episodios-dublado.html

    Lembando que eu NÃO estou sugerindo que vocês baixem o desenho (até porque o Bacon condena esta prática, certo?), estou apenas mostrando que há um site com os links para baixar em português para que vocês se regojizem com o conhecimento de que, 10 anos depois de sua criação, ainda há quem goste do desenho a ponto de colocar seus episódios em português na internet. :)

  • Voxtron

    Muito boa a seleção dos desenhos. Na minha opinião, creio que talvez seja melhor que a seleção que você fez sobre os desenhos do Cartoon Network, pois penso que você deveria ter substituído As Meninas Superpoderosas por Johnny Bravo ou Du, Dudu e Edu. Mas não tem problema, pois gostei muito de ver O Laboratório de Dexter, Eu Sou o Máximo e Coragem, o Cão Covarde na lista.

    Voltando a falar da lista da Nickelodeon, achei interessante você ter incluído Invasor Zim, mesmo este não sendo da década de 90. Mas é uma pena que não tenha sobrado espaço para incluir Doug, o qual é um ótimo desenho. E realmente a Nickelodeon está em constante decadência desde que passou a privilegiar aquelas sitcoms. Não está tão ruim quanto o Cartoon Network atual, mas não está muito longe. Acontece que eles querem competir em audiência contra aquelas sitcoms ridículas do Disney Channel, tais como Hannah Montana, Os Feiticeiros de Warverly Place, e os demais lixos exibidos no Zapping Zone (exceto por Phineas e Ferb, que não é um desenho muito bom, mas não chega a ser ruim), e assim acabam deixando o telespectador de lado, o que é uma tremenda falta de respeito e consideração.

  • Voxtron

    Tive que criar dois comentários, pois meu comentário original ficou tão grande que alcançou o limite permitido de palavras a serem escritas.

    Já que você sugeriu, tenho uma ideia para um novo “Top 5” com desenhos da década de 90. Não sei se irá gostar da ideia, pois trata-se de um canal conhecido por sua péssima programação de lavagem cerebral: o odiado Disney Channel. Sim, por mais incrível que pareça o Disney Channel foi um canal decente por volta de 2000 a 2005. Bom, também tinha aquelas sitcoms imbecis, mas pelo menos mais de 80% da programação era dedicada aos desenhos animados, deixando as sitcoms mais restritas ao Zapping Zone, diferente de hoje em que o canal dedica menos de 15% ou 20% da programação aos desenhos, e ainda por cima desenhos idiotas e sem graça como aquele Adolepeixes, e as sitcoms são exibidas a todo momento.

    Para compor o “Top 5” do Disney Channel de antigamente, poderia incluir desenhos muito bons da década de 90 da Disney, tais como Hora do Recreio, Tarzan, Ana Pimentinha, entre outros. Talvez uma opção melhor seria não colocar apenas desenhos da decada de 90 e incluir alguns do início da década de 2000, o que poderia fazer com que pudessem ser incluídos desenhos como Lloyd no Espaço (excelente desenho por sinal), A Família Radical, Kim Possible, Sorriso Metálico, A Turma do Fim-de-Semana, entre outros. O que acha?

  • climber

    sendo breve: Eu trocaria os dois castores por Doug.
    Não sei se foi o episódio q eu assisti, mas eu não dei uma risada sequer qdo assisti.

    Já Doug…

  • @J.P.
    Hahaha, é uma informação deveras interessante.

    @Voxtron
    Grande comentário. (duplo sentido, han, han?)
    Mas eu quase não assistia o Disney Channel, o único desses desenhos citados que eu me lembro bem é o Hora do Recreio, que era bem bacana por sinal.

  • Melissa

    OMG, me lembro de todos eles e até hoje ainda AMOO Invasor Zim DHUSAHDHA Sem contar os seriados da Nick, como Pete & Pete e Clarissa..!Aii, que saudade!

  • W

    d+ esses desenhos, hj esse canal me da nojo

busca

confira

quem?

baconfrito