Tim Festival: Até o Carnaval de Taboão da Serra é melhor

New Emo quarta-feira, 05 de setembro de 2007

Nessa semana começou a correria pra comprar os ingressos do Tim Festival desse ano, que, na boa, é um dos shows mais decadentes do ano. Atrações principais? Posso citar duas: Björk e The Killers. Eu podia terminar essa coluna aqui, mas não, preciso citar as outras atrações pra você ver que eles conseguiram ser ainda piores. Saudades da concorrente Claro, que trouxe IGGY POP, quase do lado da minha casa. Enfim, vamos ao que interessa (que irônico): Tim Festival 2007.

Arctic Monkeys e Juliette and the Licks também são uma das atrações mais esperadas pelo povo mais assutador da galáxia (vulgo indies), aqueeeles que costumam gastar mais de cem contos num festival com bandas assustadoras como essas (indies). O pouco que eu ouvi das duas bandas, principalmente da primeira, já foi o bastante pra me manter longe delas. Sério, Arctic Monkeys é uma das bandas mais chatas que eu ouvi nos últimos tempos, mesmo assim eu sou suspeito a falar por ter ouvido pouca coisa da banda, e admito isso. Uma coisa é eu criticar a banda só por ela ser indie (o que já é o bastante), outra coisa é eu criticar ela sem saber do que eu estou falando. Então, vou analisar uma música deles AGORA, em tempo real, ao vivo, na frente do seu monitor.

Cara, como eu odeio ser chato. Não acredito que vou ter que ver e ouvir isso só pra falar mal da banda.

Eu não vou falar NADA sobre o clipe, os clipes do Xitãozinho e Xororó são mais bem feitos e não mostram um cara sem camisa com óculos escuros de repente. E outra, essas minazinhas dançando são um plágio descarado do clipe Pretty Fly (For A White Guy), do Offspring. Enfim, vamos falar da música: O vocal não canta nada, em primeiro lugar. Em segundo, eu não sei porque indie gosta de começar as músicas desse jeito. É clássico pegar um álbum de alguma banda indie e ouvir uma pseudo-porrada como introdução, e aí vem uma música chata, monótona e sem graça, com toda essa redundância, mesmo. E o ritmo? É uma mistura de música eletrônica com, sei lá, alguma música do Terra Samba, com umas guitarras. Eu tinha um cd do Terra Samba na minha pseudo-infância, sei do que estou falando. É uma batida repetitiva com umas paradinhas pra dar uma rebolada. Juliette and the Licks já é um som mais poser, e… caramba, não tem como não ser redundante. Enfim, se tem algo que valha a pena nessa banda, é…

julietteandthelicks.jpg

…se manter longe do cd, não se deixe levar por essa foto.

Björk faz um tipo de música que não me agrada, assim como o resto das atrações que eu não citei aqui, e até mesmo como as atrações que eu citei aqui. Ou seja, o festival INTEIRO não me agrada, deve ser por isso que eu não estou falando bem dele, e me resumindo a falar de bandas dentro do gênero que mais se aproxima do Rock. Então, vamos falar de The Killers. Não! NÃO! Eu nunca vou me perdoar por isso.

HAHAHAHAHA, sabe o cara que toca bateria, lá no fundo? Pois é, ele chamou o sobrinho de 13 anos pra ser vocalista da banda, e ainda pintou uma barba mal-feita na cara do coitado. E se o clipe anterior era ruim, esse aí merecia um Grammy. Os clipes antigos do Black Sabbath eram bem melhores, e não estamos falando da música – afinal, comparar The Killers com Black Sabbath é como comparar a Preta Gil com a Kate Winslet. Não dá pra suportar a voz desse cara, imagina ter que aturar isso e a performance dessa banda ao vivo? E eu não sei o que é pior, se é a melancolia da música ou o pseudo backing-vocal que chega atropelando os gritinhos do vocalista, antes do refrão. Sem contar que todas as músicas dessa banda são iguais, o que era de se esperar de uma banda indie.

Mas não estamos aqui só pra falar mal das bandas indies, mas pra falar mal do Tim Festival. Eu pagaria cinco, CINCO reais pra ver o show do Tony Platão e a bunda da Juliette, e ainda reclamaria do preço alto. Sério, eu não quero criar polêmica ou provocar quem gosta das bandas, é só a minha opinião: Tony Platão e a bunda da Juliette são as “coisas” que livraram o Tim Festival de ser a pior decadência da galáxia. Afinal, poderiam entrar Kaiser Chiefs e The Magic Numbers no lugar, aí eu juro que eu ia reclamar pelo resto da minha vida até alguém ter a moral de trazer o que realmente vale a pena. E não é só a minha opinião, não sou só eu quem quer Foo Fighters por aqui. Aposto que mais que o dobro de quem vai ao Tim Festival espera por esse dia. Até mesmo por Green Day, que é outra banda decadente, mas vale BEM MAIS do que qualquer coisa que estejam trazendo por aí. Fazem tantos shows internacionais no Brasil mas não conseguem trazer o que o povo mais quer. Foi sorte trazer o Pearl Jam.

Então, fica aí minha dica pra essas grandes multinacionais fodonas que querem ganhar dinheiro pra cacete com shows. Tragam bandas de verdade se é pra fazer valer o ingresso.

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Friederichs

    Velho, eu curto Arctic Monkeys, e tem gente pra caralho q curte tb…
    Só de pessoas q eu conheço tem duas vãs lotadas, então no termo ganahr dinheiro, os caras tão ganhando.

    O resto é questão de opnião, e sempre é bom a descução entre oq se gostam ou não, é um aumento para amabos os lados, os que defendem e os q atacam! Já q ae averão argumentos diversos.

  • Só acho que você podia fazer UM post dizendo sobre alguma coisa que vai ser boa, Théo. Porque assim, você tá dizendo prá todo mundo passar o dia inteiro sentado na frente do computador lendo AoE e ouvindo o que você gosta.

    Eu vou e gosto, ainda pagaria R$500 se fosse preciso.
    Gosto é que nem cu.

  • atillah

    Cara, seria DEMAIS se as pessoas passassem o dia todo lendo o AOE e escutando só música boa.

    E, como assim, “gosto é que nem cu”?

    Todo mundo gosta de comer?

  • théo

    @Raphone
    O primeiro parágrafo do seu comentário foi controverso. Se eu disser o que vai ser bom, não vou deixar de dar minha opinião, e os leitores não vão deixar de ouvir o que eu gosto. A coluna expressa a minha opinião, ué, não é uma matéria ou uma propaganda. Eu poderia muito bem falar bem de The Killers e alguém chegar aqui e falar que odeia a banda e não daria 5 centavos pelo show.

  • E, como assim, “gosto é que nem cu”?

    Todo mundo gosta de comer?

    Quase caí da cadeira de tanto rir.

    Eu esperava que Peter Bjorn and John viessem para o Tim. Como não vieram, eu quero que o festival se exploda.

  • Eu acho que você devia ser menos ranheta.
    E postar mais fotos de bundas.

  • E não é por falta de avisar, Eric.
    Diálogo nosso fds passado:

    – Amor, falta pornografia no AOE. – eu
    – Q

  • maycon

    velho, conta quantas vezes vc usou o o prefixo “pseudo” nesse texto. isso tem muito mais eficacia em irritar do que falar mal dessas bandas.

    e só pra completar: ratifico o eric

  • théo

    @maycon
    Usei três vezes, sendo que uma foi falando de mim. As outras duas não foram pra irritar, só falei verdades, e tal.

  • Capitão Piratão

    Véi, eu acho que o AoE já tem matéria demais sobre música boiola. Criar uma COLUNA com DOIS VÍDEOS de bandas gays foi o CÚMULO, rapaz.

    Agora, eu respeito o SACRIFÍCIO que você fez vendo os dois clipes pra botar esse troço no ar.

  • É “Ch”itãozinho.

  • théo

    @Irineu Júnior
    Finalmente alguém reparou. Eu tava pensando em corrigir pra não perder a piada feita. Agora já ficou sem graça, mas vai lá: E mesmo assim CONTINUAM sendo mais bem feitos, impressionante.

  • Magrelo

    Sei la todos são esquisitos não so indies…ou vai falar q punks ,metaleiros, emos..e afins nao sao esquisitos….a pro posito gosto de indierock,punkrock…agora metal e emocore deixo pra vcs….
    agora criticar juliete lewis que tem nada menos q Dave growl na batera…Oo..pois eh…eh demais…
    música é uma coisa dificil de se discutir…sempre havera controversias de ambas as partes….Oo…

  • nah, eu curto GD antigo ._.
    é menos decadente que o “American Idiot” de hoje :~~

  • Joao

    eu pegava a viking

  • Nico

    Björk fica incrivelmente legal quando se está pior que “bem ruim”, se tiver passando os clipes psicodélicos fica melhor ainda… Deve ser ouvindo esse tipo de música que o povo dela vê mais de 10 tons de branco a mais que a gente…

  • kelão

    TUDO BEM PESSOAL COMO VCS FALAM BESTEIRA .

  • China_(A).

    Primeiramente, gosto de ser direto e não ficar falando palavras difíceis de entender.
    Vcs estao discutindo sobre o que vai rolar no show ou nao certo??? então, enquanto vcs discutem sobre quem vai tocar ou qual a banda melhor, alem disso discordo do théo pelo motivo de falar sobre os vocais das bandas(que a voz do cara é horrivel e tal… e mesmo os outros instrumentistas), eu acredito que a banda ou grupo de verdade ela só faz sucesso se houver harmonia, mas nao harmonia da musica mas sim dos integrantes.Com isso essa banda ao menos, dependendo de qual intuito ela necessita, chegarão ao sucesso, esse que como disse, depende da ideologia da banda.
    Como somos individualistas no sentido social, cabe a nos preenchermos nossas vontades pessoais de acordo com o que vivenciamos ou estamos acostumados, no caso de ouvir certas musicas, influenciados ou não já outra questao.Eu no caso acredito que bandas boas sao as que passam informacões ou letras bem elaboradas e bem feitas, porque como ja sabem, as bandas querendo ou nao influenciam muitos, ou seja, elas sao responsaveis por essas vidas, que com uma simples musica pode mudar muita coisa. acredito que musica é um meio de informacao muito poderosa, por varios motivos exemplo é que a musica alem de passar o sentimento com os instrumentos ela fixa melhor na mente, (já escrevi demais)rs, entao se o vocal é ou nao bom, se é ruim ou nao quem somos para julgarmos.

  • Esses comentários hein, um pior que o outro. Tem que continuar xingando essas bandas ruins mesmo.
    Artic Monkeys é uma banda escrota, e muito… e quem falar que gosta e que gosto num é aquilo e num sei o quê que tome no meio..!
    Viado tem dessas, adora usar frases feitas pra tentar se defender. Se agente tá falando que a banda é ruim então não somos nós que somos “ranhetas”, são vocês que são problemáticos! Chega!

busca

confira

quem?

baconfrito