Jogando e ficando puto Pt. 3

Nerd-O-Matic quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 22 comentários

Comentário relevante da semana

Motherfuckers desgraçados, o comentário relevante desta semana me trouxe um sorriso aos lábios maior do que o normal:

Inicialmente, só enfiei o comentário da Lorena aqui por dois motivos: 1) Pelo jeito ela é gostosa e 2) Ela parece ser BEM gostosa. Mas aí descobri que a garota toca com toda raça e pujança um site sobre World of Warcraft, e meu respeito pela menina triplicou. Agora sim essa merda de coluna tá atraindo os leitores que interessam (heh).

Coisas que eu odeio nos games pt.3

Muito bem. Certas coisas acontecem nos bastidores desse grandioso site e vocês nem ficam sabendo. Por exemplo, já faz semanas que eu tento convencer a Bel a escrever sobre um assunto aí no quadro dela. Mas como ela é uma menina recatada, ela se recusa. Então, como eu acho que o tema é muito relevante pra todos vocês, eu resolvi abordar o assunto neste gracioso espaço semanal. Hoje, contra todas as expectativas, falaremos de:

SEXO ANAL

 Zoei

Mas é claro que nós falaremos disso nos games. Ou cês acham que eu manjo alguma coisa de dar a bunda? Se é isso que vocês querem, leiam o Morróida, que aliás não tem esse nome à toa.

“Mas como o sexo anal se apresenta nos games?”, vocês se perguntam. Ora pimpolhos, o sexo anal está presente de várias formas nos vídeo-games, e às vezes você nem mesmo percebe que está sendo enrabado por um jogo.

Vamos começar pelo óbvio: propaganda homoerótica masculina. Compare esses dois personagens de jogos e me responda qual é o mais ligado às práticas homo-sexo-anais:

 KRATOS, do God of War ou…
 BENIMARU, do King of Fighters?

Escolheu um? Eu sei que escolheu, e isso mostra como você é um tapado. É evidente que OS DOIS personagens são altamente propagadores do homoerotismo. Eu explico, porque você é noob; qual é o propósito de qualquer “herói” em um jogo? Fazer com que você se identifique com ele, que você queira ser ele por algumas horas e fazer as coisas que ele faz para, pelo menos, tocar o jogo até o final. Agora, fala sério: como você, nerd barrigudo e virgem, poderia se identificar com a figura do Kratos, um gigante musculoso e que come duas mulheres ao mesmo tempo?

 Foto: Kratos

O Kratos não está lá pra você se identificar com ele, ele está lá pra satisfazer os desejos sexuais da mesma comunidade que gostou de ver aquele bando de stripers depilados e de olho pintado em “300”.

 Foto: Stripers

Esses caras não são de forma nenhuma representantes do macho médio, que não tem tempo pra ficar fazendo fisiculturismo e nem cuidando da sua estética, já que todo o tempo disponível deve ser gasto fazendo churrasco, tomando cerveja e pegando mulher. E nos intervalos, jogando vídeo-game, óbvio. Nenhuma das atividades do macho médio roots contribui para que ele se torne um striper depilado com sombra nos olhos.

Na qualidade de representante do público masculino, em verdade vos digo: se for pra ver pessoas semi-nuas num jogo, elas deveriam ser apenas do sexo feminino:

 Sarah, do Half-Life

Eu não vejo um único motivo que justifique a existência de homens semi-nus nos jogos. Desculpa aí, mas isso é coisa de viado.

E, pra deixar claro de novo, eu não estou nem aí pras suas preferências sexuais e muito menos pregando segregação dos homossexuais. Mas estou dizendo sim que me incomoda muito ter que engolir a propaganda homoerótica e metrossexual em praticamente tudo que é jogo lançado. Aliás, eu apóio totalmente o lançamento de jogos REALMENTE gays, como aquele jogo do Nintendo DS onde você se “diverte” esfregando a toalha em um monte de macho suado.

 Se foder

Acho ótimo, porque o jogo não fica DISFARÇANDO que é gay. Assim eu posso simplesmente escolher não jogar. Maravilha.

Outro grande exemplo anal-erótico são os rpgs japoneses. Alguém me explica por que caralhos nipônicos todos os personagens masculinos precisam ser andróginos?

Sérião: por que um homem precisa sempre parecer com uma menina nesses jogos? Qual é o problema de botar um cara normal lá pra fazer o personagem? É errado ter cara de homem e parecer com um homem? Essa tendência se tornou tão absurda que começou a atingir os jogos de outros gêneros também, como Resident Evil:

 Foto: emo

Meu, o personagem principal de RE é um emo. Desde quando emos matam zumbis, se eles são especializados apenas em chorar, escutar música ruim e se matar logo em seguida? Isso é totalmente irrealista. COMO eu vou me identificar com um emo num jogo?

E é justamente essa a questão: eu quero jogar RE porque acho que é um jogo bom e extremamente divertido. Mas digamos que estraga muito a minha experiência eu ter que me colocar na pele de um EMO. Porra, mirem-se em Silent Hill: Origins, desenvolvedores de merda, onde o personagem principal era um CAMINHONEIRO. É tão dificil assim?

Isso é uma forma clara de sexo anal nos games: você é obrigado a expor sua bunda pra poder jogar. E os caras nem te dão a opção de jogar com outro personagem; ou cê é um emo ou não joga. Orra, isso é uma violência extrema contra a minha virgindade anal.

Outra grande maneira de ser enrabado ao jogar: propaganda nos jogos. Eu já falei disso antes, acho. Mas a questão não muda. É simplesmente absurdo você pagar por um jogo e ter que ficar aguentando comercial dentro dele. É como ir ao cinema, pagar pra ver o filme, e ainda ter que assistir quinze minutos de comerciais. Pensando bem, é pior. No cinema você pode dormir e pedir pra sua mulher te acordar quando o filme começar. Nos jogos você NÃO TEM COMO dormir e ignorar as propagandas; elas são enfiadas na sua cara o tempo todo. Isso é ser enrabado não poder nem reclamar. Se não gostou, vai ficar sem jogar. Abaixa a calça aí e fica quieto.

 Second Life é mestre nisso

Mais um estupro anal: pagar por conteúdo que JÁ TÁ NO JOGO. Na minha opinião essa é a última grande enrabação master que as distribuidoras criaram. Você paga pelo jogo e ele vem PELA METADE. Vou dar só um exemplo recente dessa tendência, que é o jogo Soul Calibur 4. Você compra a porra do jogo, louco pra chutar bundas com personagens espetaculares e não-emo, e daí descobre que se você quiser jogar com personagens novos como Darth Vader e Yoda vai ter que PAGAR DE NOVO por cada um deles. Isso é demais cara, é como comprar um carro e ele vir só com três rodas. Aí o carro vem também com um ET portador de sonda anal, que imediatamente sai do porta-malas e realiza um estupro na sua área posterior enquanto você está tentando instalar o quarto pneu que tava faltando e que você acabou de comprar na Xbox Live.

Bons tempos em que os jogos vinham INTEIROS, e você só precisava ser um bom jogador pra desbloquear os personagens secretos. É o fim de uma época mesmo. Hoje em dia não existe esforço e dedicação envolvidos no ato de jogar. Quer tudo na mão? É só PAGAR. Pagar pra ser enrabado.

Sexo anal nos games. Eu gostaria que isso parasse.

busca

confira

quem?

baconfrito