Supernatural – O esgotamento, a reciclagem e a hora de parar

Televisão quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Supernatural e The Walking Dead são dois tormentos na minha vida. São tipo DST, quando eu penso que me livrei eles acabam voltando e me pegando mais uma vez. “Mas se não gosta pra que tá assistindo?” Eu não sei. Sinceramente eu não sei. Supernatural já foi uma ótima série, já teve personagens maravilhosos, histórias fascinantes e momentos fantásticos, mas hoje não passa de um cover mal feito de si mesma. Talvez eu ainda assista esperando que a série volte a ser como já foi um dia, ou talvez esteja apenas querendo ver o quão fundo será esse buraco em que a série está se enfiando.

Desde que Supernatural “recomeçou” na 6° temporada, tudo o que havia sido construído até a 5° temporada foi por água abaixo. Dean e Sam Winchester tornaram-se imaturos, personagens crus, piores do que estavam na 1° temporada, quando ainda estávamos conhecendo e nos interessando pelos mesmos. Pra dizer a verdade, eu sinto como se estas últimas 5 temporadas de Supernatural fossem um remake muito do mal feito com os mesmos atores do original.

A super-heroização dos Winchesters também é algo que me incomoda muito. Eles sempre resolvem tudo sozinhos e, com exceção de Castiel, que está perdido na trama desde a 7° temporada, com tramas cada vez mais sem sentido e Crowley, que se não estiver mais perdido que Castiel, certamente está mais ridicularizado e mal escrito do que nunca, qualquer personagem secundário minimamente interessante é descartado de forma medíocre e desnecessária.

É como se matassem o Cisco (The Flash) só pra causar.

Mas isso tudo não é nem metade do problema. Se a falta de criatividade para os problemas de relacionamentos entre os irmãos já não tivesse se esgotado 4 temporadas atrás, eles não somente tiveram que reciclar o plot dos Leviatãs que foram muito mal aproveitados na 7° temporada, como tiveram que transformar Supernatural em uma série de zumbis.

Ao final da 10° temporada os Winchesters, mais egoístas do que nunca, mataram a Morte, livraram-se da Marca de Caim e libertaram a Escuridão no mundo. O que é a Escuridão? É o que havia antes da Luz, antes de Deus e antes de tudo o que conhecemos ou achamos conhecer.

E sim, temos decisões ridículas sendo tomadas pelos irmãos, tão ridículas que beiram o nonsense. Depois de tanto tempo matando pessoas possuídas por Anjos e Demônios, que nas últimas temporadas foram reduzidos a Bonecos de Massa dos Power Rangers, Sam Winchester resolve poupar os hospedeiros da Escuridão, seu pior inimigo desde Lúcifer. E nem vamos falar de Castiel, que continua sendo friendzoneado pelo céu. Até quando, meu Deus? Nunca vi ninguém mais trouxa na vida. Zacarias e Uriel eram os únicos anjos fodas do Paraíso?

Não foi por falta de aviso.

Os fãs e a CW podem se enganar o quanto quiserem, mas já faz tempo que Supernatural anda mal das pernas. Tão mal que falhou miseravelmente em conseguir seu próprio spin-off. Aliás, muito engraçado que a série mais antiga da CW ainda no ar tenha sido a única a falhar em lançar um spin-off. Acho que isso diz muito da atual equipe envolvida no programa.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito