Super-heróis na Telona

Primeira Fila sexta-feira, 02 de Maio de 2008

Com a estréia de Homem de Ferro (crítica aqui), chegamos num ponto onde o cinema de ação, ou os famosos blockbusters do verão americano, são em sua maioria adaptações de HQs. Somente nos próximos meses, além de Homem de Ferro, tomarão conta das salas de cinemas (de verdade, vira um verdadeiro monopólio): Batman – O Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan; O Incrível Hulk, de Louis Leterrier; O Procurado, de Timur Bekmambetov; Hellboy 2 – O Exército Dourado, de Guillermo del Toro; e em dezembro (previsão de lançamento), Justiceiro – War Zone, de Lexi Alexander.

Somente como exemplo, o personagem Justiceiro ganhará sua terceira versão para os cinemas. Num longíquo 1989, os quadrinhos foram levados á telona com o branquelo Dolph Ludgren, ainda astro de filmes de ação na época, no papel principal. Depois dele Thomas Jane, já em 2004, assumiu o papel do vingador numa produção pouco comentada e muito criticada. Agora, em sua terceira versão, o papel de Frank Castle ficou nas mãos do desconhecido Ray Stevenson. Portanto, mesmo que o filme seja um fracasso os produtores não estão abrindo mão de reinventarem ou continuarem a saga dos heróis (ou anti-heróis) dos quadrinhos. Claro que há retorno financeiro, senão os projetos já estariam engavetados há muito tempo.

Há, pelo menos, uma dúzia de projetos sendo tocados neste momento, em que haja como trama a adaptação de HQ, com data já garantida para 2009 teremos:

The Spirit, previsão para 16 de janeiro, clássico de Will Eisner, dirigido pelo também criador Frank Miller. A trama está centrada em um homem que finge ter morrido e luta contra o crime na assombrosa Central City. O elenco da produção é composto por Samuel L. Jackson, no papel do vilão Octopus, Eva Mendes (Motoqueiro Fantasma) como Sand Saref, Scarlett Johanson (Ponto Final – Match Point) como Silken Floss, Gabriel Match no papel-título do herói The Spirit, entre outros. O visual parece ser o mesmo de Sin City.

Watchmen, previsão para 06 de março, o épico de Alan Moore está sendo recriado por Zack Snyder (o mesmo de 300). Para quem não conehce a trama, “Watchmen” é situado em uma América alternativa de 1985, na qual super-heróis fantasiados são parte da estrutura comum da sociedade, e o “Relógio do Juízo Final” – que marca a tensão entre os Estados Unidos e a União Soviética – é permanentemente acertado em cinco minutos para a meia-noite. Quando um de seus antigos colegas é assassinado, o abatido, mas não menos determinado, vigilante mascarado Rorschach decide investigar um plano para matar e desacreditar todos os super-heróis do passado e do presente. á medida em que ele se reconecta com sua antiga legião de combate ao crime – um grupo desorganizado de super-heróis aposentados, dentre os quais somente um possui verdadeiros poderes – Rorschach vislumbra uma ampla e perturbadora conspiração que está ligada ao passado deles e a catastróficas conseqüências para o futuro. Na foto abaixo Jeffrey Dean Morgan (conhecido por suas participações em Supernatural e Grey’s Anatomy – sim, o Denny Duquette) aparece caracterizado como o personagem Comediante.

X-Men Origins: Wolverine, previsão para 01 de maio de 2009, sob a direção do estrangeiro Gavin Hood (O Suspeito e Infância Roubada). Pelo título já se sabe que o filme tratará da origem de Wolverine (melhor personagem de trilogia cinematográfica X-Men). A trama promete também diversas participações de mutantes conhecidos dos fãs e novos ainda inéditos na telona. Hugh Jackman volta como Logan/Wolverine, além dele, nomes como Liev Schreiber e Danny Huston estão confirmados no filme.

Em produção, mas sem previsão de estréia:

Babarella: clássico cult dos anos 60, com a belissíma – e sexy – na época, Jane Fonda, ganhará uma refilmagem nas mãos do mexicano Robert Rodriguez (responsável por Sin City);

Capitão América:, aqui vão ter que suar para tirar o ar canastrão e, extremamente, patriota do personagem. A direção ficará a cargo de Nick Cassavettes, uma escolha, no mínimo, inusitada, já que o diretor é conhecido por seus dramas e romances, como Diário de uma Paixão;

Luke Cage:, que ganhará as luzes no cinemas pelas mãos do diretor John Singleton, o mesmo de Shaft;

Punho de Ferro (Iron Fist): sob direção de Steve Carr, para quem não conhece o personagem (como eu): Danny Rand foi treinado em artes marciais ainda criança no místico reino de Kun Lun. Lá, ele aprendeu a concentrar energia espiritual em seu punho, tornando-o tão forte quanto ferro. Agora, ele utiliza suas habilidades e sua força sobrenatural no combate ao crime;

Thor: sob direção de Matthew Vaughn (quase diretor de X-Men 3), mais conhecido pelo policial inglês que revelou Daniel “007” Craig, Nem Tudo é o que Parece. A princípio, a trama deverá ser esta: o franzino doutor Donald Blake encontra uma bengala que se revela o magnífico martelo do deus do trovão. Ele se torna, então, Thor, e passa a combater diversos vilões. Ainda sem elenco definido;

Surfista Prateado: a única coisa interessante no segundo Quarteto Fantático, ganha filme solo com a direção de Alex Proyas, o mesmo diretor de outra adaptação dos quadrinhos, O Corvo;

No departamento dos rumores, produções que ainda não foram confirmadas, há Superman: Man of Steel e Homem-Aranha 4, além de inúmeras continuações das produções que fizerem sucesso comercial – ou não – citadas acima.

Leia mais em: , , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Friederichs

    cara, a maior tristesa será o Thor!!

busca

confira

quem?

baconfrito