Star Wars quer o futuro, mas não larga o pé dos véio

Cinema segunda-feira, 25 de junho de 2018

Apesar de não ter gostado muito do episódio VIII, uma coisa que me agradou muito foi o discurso de que é hora de deixar o passado pra trás e seguir em frente. Sim, meu amigos, as histórias de Luke, Leia e Han já foram contadas, assim como as de Anakin, Padmé e Obi Wan Kenobi, e querer ver mais disso é simplesmente querer mais do mesmo. Mas infelizmente um monte de fãs, velhos e novos, não conseguem largar o osso e querem espremer estes personagens até que eles não tenham mais nada de interessante. Pra piorar tudo, a LucasFilm parece estar disposta a atende-los.

Não existe um fã que não sinta um calafrio percorrer a espinha quando falam de prequels em Star Wars. Das cinco já feitas, apenas uma foi realmente boa. E é claro que eu tô falando de Rogue One. Quanto ao filme solo do Han Solo, é um filme bom. É divertido, apresenta novos personagens bons e até trás uns velhos de volta, mas ao invés de fazer o filme sobre o Han Solo, coisa que ninguém queria, o filme poderia muito bem ser sobre qualquer outro moleque malandro da galáxia. Afinal, agora que Han não está mais entre nós, é hora de apresentar um personagem tão carismático quanto ele, mas que não seja uma cópia ou uma versão medíocre.

Ao que tudo indica, o filme solo de Obi Wan será o próximo a ser trabalhado, além do episódio IX, é claro. Mas sério, é preciso mesmo um filme do Kenobi escondido em Tatooine enquanto protege o jovem Luke? Cês sabem que ele não podia usar a Força pra não ser encontrado pelo Darth Vader, né? Então, eu não to muito afim de ver um filme do Obi Wan fazendeiro, não cara. E muito menos quero um filme sobre Yoda, Boba Fett, Maz Kanata, Luke, Leia ou qualquer um desses que a gente já conhece. O que eu quero é novidade.

Rey é uma ótima personagem, assim como Finn, Poe e até mesmo Kylo Ren, gostaria de encaixar a Rose aqui, mas aquele discurso de “na guerra o que vale é o amor e não o sacrifício” me perdeu e fez a galera de Rogue One se contorcer no túmulo. Mas não, eu também não quero filmes solos desses personagens. Contem as histórias deles na saga principal e criem outros filmes com outros personagens NOVOS que exploram o restante do universo de Star Wars.

Aliás, taí uma parada que faz Star Trek ser muito melhor que Star Wars. Ele chegam, contam uma história, ela acaba e eles seguem em frente. Existem ao todo seis séries de Star Trek. Uma com três temporadas, três com sete temporadas, uma com quatro temporadas e atualmente temos Star Trek – Discovery, que foi renovada para a segunda temporada. Com exceção de Star Trek – Enterprise e Star Trek – Discovery, que são prequels, e que menos caíram no gosto dos fãs, sendo Enterprise a única série cancelada, Star Trek sempre andou pra frente e nunca dependeu de um único grupo de personagens pra se manter. É claro que Kirk e Spock são os mais populares e que há referências e participações especiais entre as séries, mas ainda assim, Star Trek nunca foi refém do seu passado como Star Wars é.

Como dito antes, apesar de não gostar muito de Os Últimos Jedi, o que Rian Johnson fez ao jogar na cara dos fãs o tempo todo que a nova trilogia e o que está por vir trata-se do futuro e não do passado foi incrível. Infelizmente, logo em seguida os caras foram lá e afastaram Johnson da trilogia principal e ainda prometeram um monte de prequel.

Nota do editor: Devido ao fracasso do filme solo do Han Solo, a Disney cancelou todos os spin-offs.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito