Sobre SWU, sustentabilidade e as cabeças de pedra na Ilha de Páscoa

Música quarta-feira, 14 de julho de 2010

Tem vezes que eu fico puto com algumas coisas. E isso acontece frequentemente, pra ser sincero. Pra cês terem uma ideia, o que vocês estão lendo não é o texto original. Sabe como é, shit happens. Eu tinha escrito um texto bonitinho, coraçãozinho s2s2s2, falando de como o SWU, festival que vai acontecer nos dias 9, 10 e 11 de outubro em uma fazenda em Itu ia ser bacana e que eu ia me arrastar até lá pra depois contar aqui como foi. Até aí, sem problema algum. What a wonderful world.

Mas eis que meus contatos da internet me falaram que os preços dos ingressos saíram. Daí eu vi os preços. Daí eu fiquei puto. Chorei um pouco e agora tô aqui, sóbrio, com uma puta vontade de MATAR O HIPPIE FILHO DA PUTA QUE ORGANIZOU ISSO.

Vou ser bem sincero quanto a isso. Olha só os artistas confirmados pra bagaça: Linkin Park, Kings of Leon, Dave Matthews Band, Pixies, Incubus, Sublime with Rome, Regina Spektor, DJ Sharam e DJ Erol Alkan. Eu não faço ideia de quem seja metade desses caras. Tem uns que eu conheço e pensava que já haviam morrido. Agora, eu ia pra assistir ao show da Regina Spektor, mesmo. Ela não é carta desconhecida aqui no Bacon, já que ela apareceu no Clipe da Semana número 36, com Dance Anthem Of The 80’s e no antigo texto do théo, sobre vocais femininos realmente bons. Ela canta bem e tem carisma de sobra. Como diria a comentarista daquele CDS,

    Julia Salazar
    Minha música favorita da Regina, do melhor álbum dela.
    Esse clipe é tão simples, mas tão adorável, que me dá vontade de abraçá-la e sair correndo.

De qualquer maneira, esse era o motivo pra eu ir. Antes mesmo de sair os preços pros ingressos, eu já percebi que alguma coisa tava errada. Sabem por quê?

Censura 18+

Eu entendo colocar censura assim em um show do, sei lá, Queens Of The Stone Age, já que cê pode apanhar legal até do vocalista. Agora, 18+ pra ver… Regina Spektor? Que caralhos ela faz? Um strip entre uma música e outra? E A TARDE, ainda por cima? Ok, que fique claro que eu entendo. Vão ter dois shows, provavelmente, ao mesmo tempo e isso é um perigo. A censura dos dois pode não bater. Eis que apresento uma ideia genial.

 Não sou capial.

Isso se chama cerca. Ela serve pra separar um pedaço de terra em dois, evitando que quem estiver de um lado passe para o outro. É um Muro de Berlin for kids. Mas também, cês esperavam que HIPPIES pensassem em algo assim? Nah, eles tem mais coisas a se preocupar. Como, por exemplo…

Fórum de sustentabilidade e preços

Nas palavras do Pizurk, nosso traveco editor-chefe: “E porra, onde entra show numa parada sobre sustentabilidade, sendo que show é a maior parada anti-sustentabilidade que tem?” Não sei se vocês entenderam até aqui, mas vai ter um fórum sobre sustentabilidade. É aquela coisa, você entra pra dar um passeio com a canabis e tentar arrumar o mundo inteiro em um papo de boteco com larica. Quem PAGA pra ir a um lugar assim tem argumento pra falar sobre SUSTENTABILIDADE? E quem estipula os preços, tem? Lógico que não. Eu até estimulo, cês tem mesmo que gastar as bainhas de mielina por todos nós, mas puta que pariu, sem hipocrisia.

O show é dividido em pista, área VIP e área premium, sendo que a área VIP e premium são, virtualmente, a mesma coisa. Chuta aí qual é o valor da pista premium.

Mais.

Mais.

Nem passou perto.

 MAAAAAAIS??????????

Mais, Tanguinha. MAIS.

Os ingressos pra área premium estão no valor de 640 reais. Mas calma, cê pode comprar meia, que é 320. Mas… A censura é 18+, não? Então só estudante universitário vai poder mostrar a carteirinha e pagar metade? Agora, se você quiser vender seu rim, no valor de 240 reais pra ficar na pista e não chegar nem perto da grade, vá em frente. Ou pague meia, que é 120. Vai, a meia da PISTA tem um valor salgado, mas ainda acessível. Quem caralhos pagaria 640 reais em um ingresso? Ah, e já falei que isso é por dia? Cê vai ter que desembolsar a mesma quantia por TRÊS DIAS se quiser ter a emoção de ficar perto com os seus artistas favoritos. Vão ser 1.920 reais gastos pra assistir ao festival inteiro. Supondo que uma lata de Guinness custe 7,90, você vai deixar de comprar aproximadamente 243 elixires alcoólicos. Eu te pergunto: VALE A PENA?

Eu achava que eu fosse troll, mas quem organizou isso se superou. Sabe, não falo só por mim, mas acredito que todo mundo tem a esperança que seu cantor, cantora ou banda favorita um dia apareça aqui no Brasil. E quando isso acontece, a sensação é bem bacana, mas não se compara ao dildo tamanho 58 cm sendo enfiado sem KY quando a organização faz uma cagada dessas. É uma sensação… Indescritível. Você sabe que vai ter um show que você quer assistir e… Você não vai. Não tem como. Mas se você, ainda assim, for pegar um empréstimo no banco pra bancar a área premium e estiver em dúvida, isso pode ajudar: Quem comprar ingresso Premium e for acompanhado de outra pessoa com bilhete para o mesmo setor tem estacionamento gratuito. ESTACIONAMENTO GRATUITO, e cês ainda têm duvida?

Pra finalizar, uma amiga me mandou um tópico na comunidade do Orkut da Regina que tinha como assunto principal os preços. E vou deixar aqui as coisas mais inteligentes que eu li (E são várias, mas eu dei uma selecionada):

Acho uma vergonha um festival que se considera “do bem” colocar preços tão absurdos nos ingressos. A pista premium custa mais do que um salário mínimo!

Isso é: seja amigo na natureza desde que vc seja rico.
Palhaçada!

Juro que, até aqui, eu não tinha nem reparado que o preço da área premium era maior do que um salário mínimo. E, porra, economizando eu não ganho nem um salário mínimo por mês. O que aconteceu com aquela época que você economizava sua mesada pra comprar o que você gosta?

O preço não é justo e nem barato! O valor da entrada inteira vip é quase o que eu pago em um mês de aluguel.

Vi uma frase no twitter que explica mto bem essa situação: “Quem paga 640 mangos num dia de SWU não é sustentável, é sustentado.” (via @bqeg)

Esse jogo de palavras entre sustentável e sustentado foi genial, hein?!

justo uma ova. eu quero que eles peguem os 640 reais, façam um rolinho e enfiem no rabo.
se bem que eu posso pagar meia se liberarem menor de idade, será que rola da minha mãe assinar um contrato dizendo que algum adulto que vai comigo é meu responsável?

Mais uma vez, a censura ferrando com tudo. Eu falei, eu falei.

eu acho que o mais irrita nisso tudo é a porra da hipocrisia do conceito do festival. Salve o mundo e as árvores mas deixe de comer pra comprar a porra do nosso ingresso mais caro que salário mínimo. Elite de merda.

Um adendo: Acho que nem as próprias bandas pagaram o preço estipulado pelos organizadores.

Tô cogitando a hipótese de deixar pra lá :S
Torço por um show dela há tantos anos, mas não sei se vou ter condições de ir com esses preços! Os R$120 eu até pago, mas tenho certeza de que vai ser horrível, super longe do palco e difícil de ver… sacanagem essa organização.
Alguém pode me apresentar algum argumento interessante pra que eu não desista de ir!?

Não há argumento. Digo, cê não vai ter nem ESTACIONAMENTO GRÁTIS!!1 E outra coisa que eu li foi, por exemplo, a existência de outro show fora do festival. Não só dela, por exemplo, Incubus sai do festival e vai dar um show em São Paulo ou no Rio. Quem pagou 640 reais não tem mais grana pra assistir a um show solo que supera o SWU e se ferra duplamente. Hippies, por favor…

Em tempo, o título foi uma brincadeira com os títulos do blog falecido do Raphs, o OJ. A bagaça acabou faz um tempo, mas vale a pena cê dar uma passada lá pra ler os arquivos antigos. Vale mais a pena do que ir ao festival.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Jean

    É uma palhaçada mesmo.
    Quando tava no começo da divulgação, eu tinha me animado bastante. Depois de divulgadas as bandas, eu iria só pelo Pixies. Mas depois dos preços dos ingressos, desencanei de vez.

  • Mi

    Concordo com você. Minha decepção só não foi maior pq eu já esperava que ia ser caro mesmo. Os organizadores metem a faca nos preços dos shows por aqui, com esse não ia ser diferente.

    O principio de se fazer um festival é baratear os custos. E os preços são iguais, ou maiores, que o show de uma banda avulsa. Fora os gastos com transporte, estadia (caso fique mais de um dia), comida e no mínimo água já que não pode entrar com nada.

    Também achei que são poucas bandas se comparado com outros festivais. Dizem que ainda tem artistas que vão confirmar, mas e ai? Você vai comprar o ingresso sem nem saber todas as bandas que vão tocar?

    Eu queria ir pra ver Incubus, gosto bastante da banda, mas não tem condições.

    O pior é que o festival vai lotar, pq o povo por burrice ou amor as bandas que gostam, vão ir de qualquer jeito. Mas que eu queria ver esse festival ser um fracasso de público, ah eu queria.

  • Eu IA pro SWU, quando ainda seria chamado de Woodstock, mas assim tá sem condições.
    Só lamento porque vou perder o show de Kings of Leon…

  • Climber

    Regina Spektor + Incubus + Pixies + Dave Mathews Band = vale a pena pagar uns 200 reais (ou 600 se vc tiver quitutes nessa tal área vip e cheirar o subaco da kim deal), mas a probabilidade de esses 4 shows caírem em 3 dias diferentes, é altíssima!

    Ou seja…Não vale a pena MESMO

  • Ricardo

    Sacanagem absurda esses preços.

    Só pretendo ir (isso se eu conseguir um emprego decente até lá, caso contrário, sem chance) se confirmarem shows de Rage Against the Machine (que parece estar quase confirmado) e Tool (mais um ano, mais um boato sobre a vinda deles pro Brasil… e acho que não passará disso).

busca

confira

quem?

baconfrito