Séries Inglesas – Misfits

Televisão segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

De uns tempos pra cá eu só tenho assistido séries inglesas. E tenho que admitir que elas são infinitamente melhores que qualquer série americana por um simples motivo: As temporadas são curtas. A mais longa deve ter 13 episódios e isso é bom porque evita os fillers, os famosos episódios encheção de linguiça que não acrescentam nada a série e ainda te deixam puto. Sei que você também fica puto com fillers, ninguém gosta de episódios encheção de linguiça. Se você gosta você deve ser a pessoa mais chata do mundo. Além disso, os ingleses não se preocupam em botar bizarrices em suas séries. E Misfits é a série com o maior número de bizarrices em todo o mundo.

Misfits estreiou em 2009 na Inglaterra, e se tornou de cara um dos grandes sucessos de lá. Cinco jovens delinquentes cumprem horas de serviço comunitário, até serem atingidos por um raio durante uma estranha tempestade (Estranha porque chovem pedras de gelo do tamanho de uma jaca). Após isso, os 5 delinquentes e o supervisor desenvolvem alguns poderes. Kelly, a garota do subúrbio que cumpre pena por ter batido em outra garota, pode ouvir o que as pessoas estão pensando. Simon, o esquisito e pervertido que incendiou a casa de um amigo pode ficar invisível (Porra, o cara é taradão e ainda consegue ficar invisível? Ele tá no céu). Curtis era um corredor profissional que foi banido do esporte por ter sido pego com drogas. Ele ganha o poder de voltar no tempo, porém só quando se sente culpado. Alisha é a delicinha da série e ganha o poder mais estranho até agora. Quando ela toca qualquer pessoa (Independente do sexo), ela deixa a pessoa totalmente excitada e descontrolada. E sim, como boa vadia que é, ela tira proveito disso. O último deles é Nathan, que é o melhor personagem da série. Sério, o cara é daqueles que pentelha todos ao seu redor, mas com toda certeza do mundo é o personagem central da série, embora eu acredite que não fosse pra ser. Nathan rouba a cena por zoar todo mundo da forma mais escrota possível. O cara é o rei do bullying, e aparentemente não tem poderes. O supervisor também ganha um poder (Se é que ficar louco pode ser chamado de poder). Ele vira meio que um Hulk, só que sem mudar de forma e sem a superforça. Ele apenas perde o controle e quer matar todo mundo, mas acaba morto no 1° episódio mesmo.

“Ah Jo, mas isso é só mais um Heroes da vida.” Amigão, se Heroes fosse assim não teria sido cancelado. Durante os episódios, os “misfits” vão encontrando outras pessoas que também ganharam alguns poderes bizarros após a tempestade. Uma velha que voltou a ser jovem, um bebê que faz você querer ser o pai dele, um cara que age como cachorro toda vez que vê uma raça específica de cão, um gorila que se transformou em humano, um cara que pode controlar o leite (Parece um poder inútil, a não ser que você seja intolerante a lactose, ai ele pode te matar facilmente), um gato zumbi, líderes de torcida zumbi, um padre que diz ser Jesus, entre outros. O mais legal é que no final da 2° temporada eles conhecem um cara com o poder de retirar os poderes de outras pessoas e dar poderes a pessoas que não tem poderes. Assim, os misfits vendem seus poderes, porém logo percebem que cometeram um grande erro e tentam pegá-los de volta, só que eles já foram vendidos. Aí é que fica interessante, a 2° temporada termina sem nos dizer quais novos poderes eles compraram e na 3° temporada descobrimos que alguns conseguiram uns poderes bem inúteis. Kelly agora pode consertar qualquer máquina, Alisha pode ver pelos olhos de outras pessoas, Simon pode ver alguns minutos no futuro e Curtis, pobre Curtis, ficou com o poder de se transformar em mulher. E sim, claro que isso vai dar merda. Ele acaba tendo um caso lésbico, fica se masturbando como mulher o tempo todo e por fim acaba grávido dele mesmo (What?!). Durante a 3° temporada temos um novo personagem, Rudy, que entrou no lugar de Nathan (O ator pediu para sair da série após o final da 2° temporada), tão filho da puta quanto. Seu poder é criar uma réplica dele. Rudy, sem saber que Curtis podia se transformar em mulher, acaba fazendo sexo oral nela/nele enquanto ela/ele estava desmaiada(o) e fica com um pentelho agarrado na garganta. Sério, quando ele descobre que a mulher era o Curtis é muito engraçado.

 Ah, líderes de torcida zumbis.

Parece ser uma série thrash, porém você se surpreende ao assisti-la. Os personagens são ótimos e a trama é muito bem amarrada. Durante a 2° temporada temos um viajante do futuro que deixa as coisas um pouco confusas, mas acredite… Ao final da 3° temporada tudo é tão bem amarrado que Misfits poderia ter terminado que ninguém estaria decepcionado. Mas felizmente não terminou, e esse ano teremos a 4° temporada, com novos personagens, novos poderes e novas bizarrices. Assistam Misfits, se você não gostar você deve ser do tipo que curte Glee. E aí meu amigo, nada e nem ninguém pode ajudá-lo.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Tha_channel

    Porra, fiquei até com vontade de assistir… parece mto do caralho!!!

  • Bah, ainda nem assisti Misfits, depois do post fiquei até interessada!

  • Gostei, vou averiguar!

  • Fabriciobr

    Misfits é boa pra caralho.. Outra inglesa e nova é a Life’s Too Short produzida pelo Rick Gervais e Stephen Merchant… E o ator principal? 
    Warwick Davis!

  • Fernando

    É boa mesmo, dica foda!

  • Nestek

    A série como um todo é massa e tem os seus momentos, mas existem momentos que realmente são Bsides…

busca

confira

quem?

baconfrito