Rize Of The Fenix (Tenacious D)

Música terça-feira, 31 de julho de 2012

Pra quem achava que a banda tinha morrido depois de Tenacious D: Uma Dupla Infernal ah, os títulos de sessão da tarde… , ó aí a surpresa: CD fresquinho recém-saído do forno e verba suficiente até pra banda de apoio pros caras, durante os shows grandes.

E nem me olha com essa cara de nojo. Sei que quase todos esperavam uma grande bosta. Vamos todos rachar a cara coletivamente por que o trabalho ficou competente e bem feito.

Rize Of The Fenix abre o álbum. Bem, não tem muito o que dizer. A música é foda, sem discussão. O vocal de Jack Black sempre me chamou a atenção por causa desse jeito – que, aliás, é a premissa da banda – meio debochado na hora de cantar. Enfim, música falando sobre o fracasso dos trabalhos anteriores (E do filme) e mandando todos à merda, por que o coração do campeão nunca pode ser calado.

Nota do editor: Fracasso do filme? É o único musical que presta no mundo!

Low Hangin’ Fruit parece meio deslocada. Sabe, como se a dupla tivesse costurado alguns rascunhos meio sem utilidade e escrito uma letrinha engraçadinha por cima. Dura dois minutos. Se estiver ávido pra conhecer o resto do álbum, pode pular. Principalmente por que depois tem a faixa-que-não-é-música Classic Teacher, uma daquelas clássicas conversas gravadas, que me fez rir um pouco além do necessário. E olha que ela começou meio fraquinha, meio onde eles querem chegar, hein?.

Señorita fugiu um pouco do que se esperava da banda. Digo, a piada ainda tá lá, mas dessa vez a música tem um tom mais triste. Ou melhor, menos feliz. Sobre quebrar a cara de quem magoou sua mulher no passado e coisas assim. O instrumental ficou sensacional.

Mas acalmem-se, não há muita dor de cotovelo, por que a parada deslancha e volta ao normal em Deth Starr. Uma das faixas mais pesadas e rock ‘n’ roll do álbum. É uma puta síntese do trabalho e da fase nova e, mesmo assim, ainda remete a tudo de bom que os caras já fizeram.

Roadie é mediana. Bem sacada, principalmente pra quem sabe o quanto os roadies tomam no cu. Não é lá grandes coisas, mas também não ficou ruim. A próxima, Flutes and Trombones, segue no mesmo ritmo sem sal. É outra “conversa”. Porém, menos sagaz dessa vez, o que a qualifica como dispensável.

Assim como Señorita, The Ballad of Hollywood Jack and the Rage Kage é triste. Ainda é irônica, mas a mensagem por baixo é amarga. Uma das pérolas do álbum. Compensa alguns dos momentos wtf que surgiram na obra.

Throw Down ganha de todas no quesito instrumental, apesar de ser composta basicamente de violão e bateria, salpicados por uma guitarra aqui e acolá. Faixa mais carismática e bate de frente no quesito qualidade com Deth Starr. Muito ritmo e groove, pegada de jazz. Foda, simplesmente.

Rock Is Dead funciona como a marcha fúnebre do rock e só perde no quesito deboche pra sua sucessora, They Fucked Our Asses. Incrível como uma música de um minuto conseguiu ficar maneira desse jeito. Sou só eu ou mais alguém adora tapas na cara das gravadoras? E pra fechar o grupo de faixas econômicas com menos de um minuto, temos To Be The Best. Acho que dava pra alongar um pouco. Tem um clipe de seis minutos no Youtube – Mediano, mas ok – da música.

E, pra fechar o álbum, a baladinha romântica e suspeita 39. Muito fofa pra ser verdade. Sério, imagina se declarar pra alguém com a letra dessa música? Eu me derreteria de paixão. Paródia daqueles clássicos românticos oitentistas. Aqueles emocionantes que a negada dança em casamento e tal.

Enfim, apesar de alguns momentos sem noção, o álbum vale a pena. Boa instrumentação e interpretação. Válido pra quem quer fugir do romântico e do clichê da música atual. Ah, e procurem pela Hidden Track do CD. Garantirá um sorriso no rosto, no mínimo.

Consuma com cerveja, de preferência.

Rize Of The Fenix – Tenacious D


Lançamento: 2012
Gênero musical: Heavy Metal
Faixas:
01. Rize of the Fenix
02. Low Hangin’ Fruit
03. Classical Teacher
04. Señorita
05. Deth Starr
06. Roadie
07. Flutes and Trombones
08. The Ballad of Hollywood Jack and the Rage Kage
09. Throw Down
10. Rock Is Dead
11. They Fucked Our Asses
12. To Be The Best
13. 39

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Loney

    Cês me enchem de vergonha.

  • Paulo

    Que eu saiba o consenso geral é que Tenacious D é foda pra caramba e que o filme é genial, mesmo sem ter ganhado muito dinheiro. Achei o primeiro álbum beeem melhor, pra mim só low hangin’ fruit que é um pouco melhor pelo humor dela e tal.

  • Muito foda o álbum! E com certeza Deth Starr é a melhor faixa!

  • Cleiton H

    Ainda não ouvi, mas já tá lista. O Brooks Wackerman ainda toca bateria no Tenacious?

busca

confira

quem?

baconfrito