Spore (PC)

Games terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Como vocês já viram aqui, Spore ganhou o prêmio de jogo mais inovador do ano, mas… será que ele merece?

spore

Vou resenhar pelos estágios do Spore, já que o sistema muda TOTALMENTE de um estágio pra outro.

Estágio 1 – Estágio de Célula:
É aqui que você aprende a jogar. Escolhe se você vai começar como carnívoro ou herbívoro, apesar disso poder ser alterado depois. Seria algo como um “modo tutorial”, começa apenas com um flagelo, olhos e boca, e conforme você pega “pontos” de DNA, vai alterando a sua célula da forma que bem entender. Nesse estágio ainda não é possível pôr nada como braços, pernas e mãos.
Uma dica: Coloque a boca de herbívoro e de carnívoro, porque virar onívoro vai ajudar (e muito) nos próximos estágios.

exageroExagero? Magiiiina.

Estágio 2 – Estágio de Criatura:
Na minha opinião, o estágio mais legal. Aqui você pode formar, deformar, reformar e se formar fazer a sua criatura do jeito que quiser. Com criaturas se matando, rosnando, dançando e comendo ferozmente umas às outras, esse jogo pode traumatizar uma criança. Logo que começa o estágio, você tem que escolher uma perna, depois de “construir” sua criatura, você vai ver um vídeo chato bagarái super legal da sua criatura indo pra terra. Não, não é possível que ela continue vivendo na água.

Você também começa a desenvolver o cérebro, e a formar “grupos” pra caçar. Pode se tornar uma espécie hostil ou sociável, formar grupo com outras espécies, atacar outras espécies de surpresa, matando seus filhotes e destruindo seus líderes. Você vai ter que passar por chatices como migrar para um novo ninho, ou fugir de um bicho de 14 metros de comprimento que insiste em te atacar e não sai do lado do seu ninho.
Dica: Sempre ataque os monstros “alfa”, porque eles te dão partes novas pra poder evoluir.
Dica 2: Forme grupos com o(s) alfa(s) de sua própria espécie. Como alfas são mais fortes, eles morrem mais dificilmente e ajudam mais.

lost1É isso que acontece com quem tenta fugir da ilha de Lost

Estágio 3 – Estágio Tribal
É aí que Spore começa a decair. Você não controla apenas uma criatura, agora, e sim uma tribo inteira. Pode vestir sua tribo de forma diferente, coletar comida, domesticar animais, lutar com outras tribos ou se socializar com ela. O maior objetivo aqui é pegar comida, pois é assim que se consegue novas construções, te deixando mais forte pra enfrentar as outras tribos. Tribos inimigas podem te atacar, ou até ir roubar sua comida! Animais também roubam sua comida, principalmente se você mandar todos os membros da sua tribo caçar ou atacar outra tribo. Estágio muito fácil, não precisa de estratégia, um pouco entediante. O controle da câmera é modificado, e isso atrapalha bastante, já que os jogadores estavam acostumados com o do estágio de criatura. Me lembra um pouco Age of Empires, e depois disso, ladeira abaixo.

tribalCê pode até domesticar animais!

Estágio 4 – Estágio de Civilização
Sabe The Sims? Junte o básico de The Sims à Age of Empires. Está aí o “Estágio de Civilização”. Você começa construindo a sua prefeitura, e depois o seu “carro de batalha”. Aí você começa a explorar nutrientes, conquistar territórios, construir casas, fábricas e “lazer” (Não, não quis dizer casas de prostituição, o nome do edíficio é “lazer”). Conforme você vai explorando nutrientes, a sua cidade vai “avançando”, você vai podendo construir mais carros, barcos e até aviões, vai conquistando colônias, até conquistar o mundo. Ah, sim, existem dois tipos de cidades, as cidades militares e as religiosas. A única diferença são os veículos.

destruirTudo bem, destruir as outras cidades era divertido. Muahahaha

Depois do estágio de civilização, vamos para o ultimo:

Estágio 5 – Estágio Espacial
Na minha opinião, e na de muitos outros, o estágio mais chato. Você “vira” uma nave, que sai por aí conquistando planetas em novas galáxias, fazendo alianças, conseguindo dinheiro e guerreando. Parece legal, não? Pois que no começo é divertido, mas depois de uma hora, mais ou menos, o jogo fica totalmente sem graça.

semdtOhoho, tomei um pau deles. Tsc, tsc.

Um resumo pros preguiçosos? Esse comentário do Rubens diz tudo:

comentario1Mas o Rubens continua sendo tanga.

Na minha opinião, Spore nem merecia o prêmio de mais inovador do ano. O jogo é bem feito, divertido, mas perde toda a graça conforme você passa os estágios, ele perde a sua “essência”.

Mas onde será que os desenvolvedores erraram? Seria por que criaram muita expectativa? Comentem.

Spore


Plataformas: PC
Plataforma Avaliada: PC
Lançamento: 2008
Distribuído por: EA Games
Desenvolvido por: Maxis
Gênero: Estratégia, ação

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Neto

    Porra , assino em baixo

    Quando cheguei na era espacial , achei legalzão e tal … depois de umas 2 horas ficou um saco total e ainda não zerei essa porra de tão chato que é :(

  • C

    Três palavras para a Maxis:

    EVO
    SNES
    e como sobrou uma direi tambem: CALHORDAS!

  • b

    Não consegui nem chegar na fase Tribal.
    A parte de construir seu bichinho é legal e tal mas quando você tem que dançar, DANÇAR, pra conseguir novas partes é broxante. Mesmo a luta[?] vai se tornando repetitiva.

    Mas ponto pra Maxis por tentar inovar.

  • bel

    nota 6 O CARALHO, meu. tô revoltada. achei spore super completo e divertido, apesar de que não cheguei nos estágios mais avançados porque tava muit bêbada, fiz um carnívoro e fiquei morrendo de pena de comer aqueles bichinhos fofos. quem sabe, sóbria, eu jogue mais e mude de idéia, né?

  • C

    Bel, se uma coisa que a experiencia da humanidade nos ensina é que se vc não teve estomago pra fazer alguma coisa bebada, certamente não o fara sóbria

  • Criei muita expectativa em torno deste jogo. Graças a Baco não tinha dinheiro para comprá-lo no dia do lançamento. Seria o dinheiro menos bem investido da minha vida.

    Não que o jogo seja de todo ruim. Longe disso. Aliás, é bem difícil a Maxim errar feeeio… O problema é que as propagandas diziam que o jogo seria tão inovador, mas TÃO inovador, que me fez gastar quase 400 reais só pra comprar uma placa de vídeo que rodasse a porcaria do software.

    Enfim, como o espaço aqui é curto, vou resumir. A primeira frustração começa já na fase de célula: não dá para continuar como célula – pra mim é a hora mais divertida! Depois os comandos se misturam tanto que preferi voltar ao bom e velho Age of Empires.

    Bom, fato é que ainda não desinstalei Spore do meu computador. Resolvi dar-lhe mais uma chance.

  • junnin

    @Neto
    Eu também ainda não zerei, tá MUITO chato D:
    Aliás, eu já criei uns 8 jogos só pra ficar matando os outros no estágio de criatura, é a parte mais legal.

    @b
    Eu não consegui criar UMA espécie sociável, praticamente todas hostis. Eu dizimava as outras espécies, e conseguia peças assim, oras.

    @bel
    Cê não precisa ficar matando os outros bichos, cê pode fazer aliança com eles… Se bem que aí sim que o jogo fica uma bosta PIOR. Tenta passar do estágio de criatura, e cê vê o que eu tou falando.

    @C
    Nunca joguei EVO, vou ver se baixo uma rom e jogo.

    Apoiado quanto à seu ultimo comentário.

  • Sub-Zero

    Ok, depois dessa resenha não sei se fico feliz ou triste pelo meu jogo simplesmente TRAVAR quando eu tento mudar alguma coisa no estágio tribal.

  • red

    Com criaturas se matando, rosnando, dançando e comendo ferozmente umas às outras, esse jogo pode traumatizar uma criança

    ahahahahahahaha

    Vou baixar só por causa disso

  • Godzzila

    Agora em março, vai sair uma expansão… Spore Aventuras Galácticas, onde o estágio espacial vai passar do mais chato para o mais legal… vai poder sair da nave criar planetas etc… :P

busca

confira

quem?

baconfrito