Review – Foo Fighters (Foo Fighters)

Música segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Foo Fighters

Nirvana acabou, é hora de parar ou de continuar? É claro que é hora de continuar e formar uma das maiores bandas de rock dos últimos tempos. Então, Dave Grohl apresenta: Foo Fighters. E seu albúm de estréia que leva o nome da banda e um pouco de influência da ex-banda grunge de Grohl, que era baterista.

This is a Call abre o álbum já te avisando que a banda é foda e você fez a escolha certa ao comprar o álbum, ou baixar, ou roubar, enfim. Dá pra sentir (heh) que Grohl ainda estava com um pé no Nirvana, mas tava se esforçando pra formar seu próprio estilo. I’ll Stick Around segue a mesma linha, trazendo um pouco mais de peso e lembrando ainda mais a banda de Kurt. Aposto que muitos fãs da banda, na época, imaginaram que o cara tava afim de reviver o Nirvana. Hm, nem a pau. Se fosse isso mesmo, você já teria enrolado um pra tentar ignorar as letras e escutar só o som. Mas não, Dave Grohl não faz só música, faz letras. O que, sinceramente, é algo raro e já difere pra cacete uma banda da outra.

Big Me já faz você esquecer disso tudo, não dá pra pensar em Nirvana ouvindo uma baladinha com um vocal “leve”. Aliás, outra coisa: Dave Grohl CANTA. Alone + Easy Target é a próxima faixa, aí vai depender de você: Ou você desligou o som, indignado, ou deixou o preconceito de lado e deu uma chance pra banda. E, se foi o segundo, até o refrão você já aumentou o som e, até o fim dessa música, já pegou a letra pra acompanhar. Em Good Grief você já vai estar dançando, tranque a porta do seu quarto, isso pode ser constrangedor. Mas não vá pensando que este é um som dançante. Bom, é aquela coisa, vai depender de cada um. Tem gente que dança Funk, nada mal dançar essa pedrada. Eu faria o velho bate-cabeça com o guarda-roupas.

É difícil escrever com hematomas, mas vamos lá. Floaty chega pra dar uma acalmada, mas não dá pra ficar parado ouvindo Foo Fighters. Qual era o nome da outra banda, mesmo? Foda-se, viaje nesse som. Weenie Beenie começa te chamando pra pancadaria, não estranharia se eu entrasse no seu quarto agora e te visse dando uma chave em uma das caixas do som. Sai dessa, você vai apanhar feio. E vê se deixa o maldito som inteiro até o fim do cd.

Oh, George, outro som calmo. Não há muito o que falar sobre ele, é um som… calmo. Aí vem o For All the Cows, que começa num ritmo mais calmo ainda. Mas vá se preparando, o refrão é empolgante, e a próxima faixa é uma das mais bem trabalhadas do álbum. Qual? X-Static. Não é pesada e nem calma, mas talvez seja o som que mostre mais a cara da banda nesse álbum. E é um bom preparo para o que está por vir.

Wattershed é a faixa mais FODA do álbum. Você vai MORRER se quiser fazer o velho bate cabeça com seu guarda-roupas, esse som é MUITO empolgante. Sério, se amarre na cama se você não quiser pintar as paredes do seu quarto de vermelho. Parece exagero, mas pelo menos meu guarda-roupas, que era branco, tá assim. Então, Exhausted seria uma boa pra tocar no seu velório, a melodia é bem triste. Mas é claro que todo mundo vai fazer a festa, você deixou um cd do Foo Fighters, e é isso que importa. E, enfim, o álbum é encerrado, fazendo com que você espere ansioso por uma “continuação”. E tem, é só procurar por aqui mesmo.

foofighters.jpg
Foo Fighters – Foo Fighters
1. This Is a Call
2. I’ll Stick Around
3. Big Me
4. Alone + Easy Target
5. Good Grief
6. Floaty
7. Weenie Beenie
8. Oh, George
9. For All the Cows
10. X-Static
11. Wattershed
12. Exhausted

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • eu gosto desse cd, e minha música preferida é big me, acho a melhor *-*
    maaaas sim, ainda tem uma certa influencia do nirvana!

  • Friederichs

    esse cd sim é bom!!

    O texto consegue representar bem! (quero o cd novooooo bucefalo)

busca

confira

quem?

baconfrito