Review – Elect the Dead (Serj Tankian)

Música terça-feira, 23 de outubro de 2007

Serj Tankian, pra quem não sabe, é o vocalista da banda System of a Down. O cara lançou um álbum solo HOJE, e… AGORA você vai ler a minha crítica sobre o álbum. Bóra?

Empty Walls abre o álbum prometendo um som mais trabalhado que o da banda do cara, prometendo algo realmente diferente (mas nem tanto) e legal. Eu sempre considerei o Serj Tankian como um dos melhores vocalistas do mundo, o cara simplesmente é muito bom. E esta faixa abre o álbum da melhor forma possível, na metade dela você já vai estar socando as coisas ao seu redor, acompanhando a bateria. Desista, você está estragando a música. The Unthinking Majority já lembra mais o som de SOAD, mas como os caras sumiram, você nem vai querer pensar neles, ainda mais com um puta com como esse. Essa faixa é empolgante e muito bem trabalhada, com ritmos variados que vai dar um Nó na sua cabeça de MERDA. Esse som é um hino, quase. Money começa e te faz pensar “PORRA, lá vem merda”, até que você é atingido por um SOCO e aprende a NUNCA subestimar Serj Tankian. Após uma paulada inesperada, o som fica mais calmo e levemente “comercial”. Mas simplesmente sensacional, faixa a faixa o álbum sobe no meu conceito. Espero ficar vivo até o fim do review.

Feed Us começa com violão e abre espaço pra um riff pesado de guitarra, e eu estou com a ligeira impressão de que essa bateria vai fazer algo espetacular. Não exatamente nesta faixa, mas futuramente. Enfim, o som é mais leve que o anterior, mas nada enjoativo. Pelo contrário, o filho da mãe te CHAMA pra acompanhar a letra, praticamente. Saving Us, mais violão, dessa vez um som mais melódico. Do CARÍI, mais um hino pra sua coleção. Vai por mim, o som chega a ser empolgante mesmo SEM SER empolgante. O refrão é pra te deixar rouco. E o baterista tá me convencendo de que eu tava certo. Retiro o que disse, o som É empolgante. Sky Is Over traz um piano na introdução, como Tankian havia prometido. Sinceramente, eu esperava por um álbum de música erudita, até. Mas o cara calou minha boca, e taí mais um som sensacional. O cara teve a manha de unir instrumentos calmos com um som pesado e NÃO fazer algo sem nexo. Eu pararia por aqui, não é mais necessário uma resenha. O cara é bom.

Baby, um som meloso, tranquilo, român…GAH! Não tem jeito, os caras SEMPRE te surpreendem com uma PEDRADA. E que pedrada, este é um dos sons mais pesados do álbum, simplesmente sensacional. Pela primeira vez em uma resenha eu não sei descrever minha opinião, só consigo falar algo como PUTA QUE PARIU, VÉI! Honking Antelope, suspense, muito suspense. Daqueles sons que te faz ficar olhando ao redor e ver se não tem alguém por perto pra te ESFAQUEAR, e é isso que você vai querer fazer: ESFAQUEAR o PUTO que entrar no seu quarto agora e pedir pra você abaixar o som. Simplesmente tranque a porta e quebre o botão de volume antes que você faça alguma merda. Lie Lie Lie começa com uns backing vocals broxantes, mas você já aprendeu a não subestimar o cara, certo? Mais uma pedrada, mantenha sua cabeça longe de objetos pontudos que não sejam sua própria coluna.

Praise the Lord and Pass the Ammunition é um som… perturbador. Lembra do suspense acima? Esqueça, agora você vai entrar em uma crise de pânico. E a porta do seu quarto vai estar trancada. E o botão do volume está quebrado. Então, vire HOMEM, porra. Beethoven’s C*nt já começa quebrando tudo, sem suspense. Mais um som foda, mais um som bem trabalhado, não tem jeito. Eu já estou quebrado, não devia ter me jogado contra a parede, mas enfim, só falta uma faixa. Elect the Dead, calmaria com um toque de suspense e Serj Tankian soltando a garganta. O cara soube surpreender, nada de porrada, nada de bate cabeça. Finalmente um som “calmo”, o cara meio que preparou a gente no álbum INTEIRO pro final. Sinceramente? Um dos melhores álbuns do ano, e eu não esperava nem um pouco. Altamente recomendável, e o cara vai lançar um vídeo pra cada som. Já sabe o que fazer, né? Acompanha o site mais quente da galáxia, só.

electthedead.jpg
Elect the Dead – Serj Tankian
1. Empty Walls
2. The Unthinking Majority
3. Money
4. Feed Us
5. Saving Us
6. Sky Is Over
7. Baby
8. Honking Antelope
9. Lie Lie Lie
10. Praise the Lord and Pass the Ammunition
11. Beethoven’s C*nt
12. Elect the Dead

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • CoN

    Porra, cara… Dei uma passada de olho, li um MERDA em maiúsculo lá no começo, já achei que o álbum fosse uma merda, mas depois de lida a resenha, a confusão tá desfeita. Baixarei esse álbum assim que puder!

  • ryuk

    o cara é simplesmente foda.

  • Vinicius

    o album e muito mais que so palulera
    ele e filosofia cara….
    Serj sempre me surpreende
    bye

  • Bel

    eu quero esse CD de natal ;_;

  • Bel

    p.s- já tem um clip de “sky is over” no youtube, mas não é o oficial. bom, pelo menos dá prá ouvir a música.

  • ryuk

    bel, pega (heh) o cd pelo mininova.org, já está rolando o cd por lá. acredito que no orkut também.

  • Jennifer Alves Brandão

    Serj sinceramente foi muito foda, todas as músicas são boas, sem exceção!!
    E depois deste CD eu vi o quanto o System deve á ele sem dúvida nenhuma!!
    Simplesmente de mais!!

busca

confira

quem?

baconfrito