Review – Black Rain (Ozzy Osbourne)

Música terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Você deve estar pensando “porra, bacana, Ozzy Osbourne!”. Não sei se vai ser desanimador pra você, mas já vou logo contando: Foi o primeiro álbum da história que Ozzy Osbourne estava… sóbrio. Mas eu vou tirar essa PULGA atrás da sua orelha. Com um lança-chamas.

Not Going Away já começa te mandando ir tomar no cu, puta som respeitável. Ozzy mostra por que ele é conhecido como uma das grandes influências para o Stoner, ARREPIANDO qualquer um que estiver por perto com cada segundo do som. Esqueça TODAS as bandas Stoner que você conhece, apenas tenha em mente que NÃO HÍ som melhor do que Stoner. Aí vem a faixa I Don’t Wanna Stop e você começa a ter em mente que seu esqueleto devia ter umas… rachaduras. O segundo som mais empolgante do ano, sem dúvidas. Zakk Wylde e seus solos fazem qualquer profissional E aspirante pedir pra sair, o cara é simplesmente FODA. Tudo que eu consigo dizer sobre esse som é ALL MY LIFE I’VE BEEN OVER THE TOP / I DON’T KNOW WHAT I’M DOING ALL I KNOW IS / I DON’T WANNA STOP / ALL FIRED UP, I’M GONNA GO TILL I DROP / YOU’RE EITHER IN OR IN THE WAY, DON’T MAKE ME / I DON’T WANNA STOP.

Black Rain é daqueles sons que te dá medo, especialidade do Ozzy. Como não podia faltar, mais um refrão viciante. É aquela velha história do vinho: Quanto mais velho, melhor. Esse é Ozzy Osbourne. E até nos sons lentos o cara capricha, como é o caso de Lay Your World On Me. Confesso que em um trecho a música fica INSUPORTÍVEL, e o ritmo dela não é lá muito inovador. Porém, o cara conseguiu melar a cueca sem estragar o resto. God Bless The Almighty Dollar, som com um certo tom de suspense e uma certa explosão no refrão, com aquele velho ritmo de dar medo. Lá pra metade, o som te OBRIGA a se esconder debaixo da cama; porém, se você for um fã respeitável, vai catar um morcego ou uma pomba e fazer uma refeição enquanto acende umas velas vermelhas.

Silver já te faz levantar do chão, mesmo com essas fraturas expostas, e te obriga a quebrar mais uns ossos. Já começa quebrando tudo e continua assim, em um ritmo empolgante que anima até paciente na sala de espera do Proctologista. Civilize The Universe não deixa a empolgação de lado e prova que o Ozzy não sabe variar: TODOS os refrões são viciantes. Coma mais um morcego e quebre mais alguns ossos com essa sonzeira. Já em Here For You, o cara não economizou no clichê. Dá pra ver o mel escorrendo pelas caixas de som, é incrível. Apesar de sons desse tipo serem broxantes no caso de você estar ouvindo OZZY, convenhamos, não é tão ruim assim. Mas, pelamor, escute essa música uma vez só.

Countdown’s Begun começa com um certo suspense, e aí vem o peso. E mais empolgação. Ílbum chegando no fim e Ozzy apenas começando, aparentemente. Um dos maiores dinossauros do Metal, senão o maior, conseguiu deixar seu novo trabalho contemporâneo sem se esquecer de suas raízes. Trap Door encerra o álbum já com um começo sensacional, não sendo diferente daí em frente. Uma bela variação, um PUTA trabalho sonoro, enfim, um dos melhores sons do álbum. E, talvez, o mais pesado. Nervoso. EMPOLGANTE! Porra, o som te chama pra PORRADA e já avisa que você tá morto. E, nessas alturas, você já morreu, mesmo. O segundo melhor álbum do ano. Uma obra prima. Você tem bom gosto? E por que AINDA não tem esse álbum?

blackrain.jpg
Blak Rain – Ozzy Osbourne
1. Not Going Away
2. I Don’t Wanna Stop
3. Black Rain
4. Lay Your World On Me
5. God Bless The Almighty Dollar
6. Silver
7. Civilize The Universe
8. Here For You
9. Countdown’s Begun
10. Trap Door

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • joao

    Ozzy e bem legal,a pesar deu não ter albuns completos!

  • Capitão Piratão

    Porra, PENSE numa review que demorou pra sair. Tá, eu SEI que eu demorei pra te mandar o álbum, também.

    E dá pra sentir uma influência do Zakk nesse álbum bem maior que nos últimos. Do caralho, ele. O foda é que sempre vai ter fã fresco dizendo “uiuiui, não é mais o óze de antigamente”. Dizer que coisa nova é ruim é moda, hoje em dia.

  • pablo

    Eu estive no show do Ozzy, no RJ.
    SImplesmente o Zakk tocou com ele todas as músicas, incluindo as novas. Primeiro teve o show do Black Label (no qual, você nota o timbre da voz muito influenciado pelo timbre do ozzy), e depois no show do Ozzy o zakk toca todas as músicas.

    Simples assim.

    Bah, hoje que eu vi isso aqui (um ano depois hauahuahuahuahuhauah), então hoje que faço o comentário XD

busca

confira

quem?

baconfrito