Quero ter 1 milhão de amigos só precisava de 1 amigo

Televisão quarta-feira, 28 de outubro de 2015

O Brasil anda bem mal das pernas quando falamos de filmes e séries de comédia. A Globo tenta, ou será que não, mas nunca conseguiu sequer chegar perto de uma boa comédia que não fosse uma cópia barata de algumas comédias ruins americanas. A Multishow atualmente tem mais séries de “comédia” do que o Comedy Central, o que não quer dizer que seja melhor por causa disso, já que o CC tem Workaholics e só isso já é o suficiente pra desbancar todas as séries que estão no ar na Multishow nesse momento. Mas divagações à parte, voltemos ao que interessa. Ou pelo menos o que interessa nesse texto cujo título é Quero ter 1 milhão de amigos só precisava de 1 amigo (Pra dizer que a série tá ruim).

#QT1MA, como também é conhecida na vã esperança de emplacarem um TT, não é a pior coisa que eu já vi na comédia, seria um puta vacilo eu dizer isso, principalmente com Tomara Que Caia atualmente nos domingos da Globo. É claro que é preciso ter a mente muito aberta pra não ficar comparando-a com The Big Bang Theory o tempo todo, o que talvez até seja uma injustiça, já que qualquer coisa que aborde o mundo nerd após TBBT será automaticamente comparado a mesma, mesmo que siga certos caminhos diferentes.

Em #QT1MA, o grupo de nerds é formado por Érico, protagonista, vlogueiro e pária da sociedade,que serve como um Leonard, Bruno Alves, nerd ao pé da letra e que certamente é a versão made in terrinha de Sheldon e o maior problema da série, Du Metal, que talvez não tenha sua versão em TBBT e seria muito melhor se não tivesse versão em lugar algum. Além dos 3 nerds, temos Natara, twitteira, dona de um bar nerd e interesse romântico de Érico. Penny? Enfim, como disse antes, essas comparações são inevitáveis e desnecessárias, já que esse não é o grande problema da série. O grande problema desta série é que ela é preguiçosa e não existe nada pior pro humor do que ter preguiça pra construir a piada.

Em um dos episódios, Erico está conversando com um cara vestido de Darth Vader e eles referenciam a cena em que Darth Vader revela a Luke Skywalker que é seu pai em O Império Contra-Ataca. PÁ, SPOILER NA TUA CARA, PARÇA! E tudo bem que essa é uma referência que já foi usada em todos os filmes e séries possíveis, o problema é que nem esse clichê do mundo nerd funcionou na série pelo simples motivo de piada mal construída. A cena acontece mais ou menos assim:

Darth Vader: Érico, eu sou seu irmão.

Após isso alguém passa e derruba o copo de Érico no chão e ele, em câmera lenta, grita: NÃO!

O problema é, por que tanto escândalo por causa de uma bebida? Eu sei que foi só pra fazer a tal referência, mas se tivessem dado um pouco mais de importância para a bebida, um motivo para ela ser especial e despertar o desespero de Érico quando entornada, tornaria a cena muito mais engraçada, com sentido e sem levantar aquele incômodo de vergonha alheia em quem tá assistindo.

E vergonha alheia é uma boa forma de definir a série, principalmente quando se trata de Du Metal, personagem de Francisco Guarnieri e definitivamente o 2° maior problema da série. Guarnieri é um dos criadores de #QT1MA e seu maior sabotador. A atuação de Guarnieri é ruim, é uma das piores atuações que eu já vi na vida, e se ele não estivesse na série eu tenho certeza que o nível de vergonha alheia cairia em 70%.

E quanto a esse problema, os criadores da série já disseram que a intenção era que a atuação fosse caricata mesmo, mas o problema é que não existe atuação em Guarnieri. Sabem aquele amigo nerd que joga RPG ou que fica contando piadas de séries achando que sabe atuar e constrange todo mundo? Então, esse é Guarnieri em #QT1MA.

É estranho, porque é ruim, mas ao mesmo tempo eu quero ver mais e descobrir onde isso vai chegar. Eu torço para que a série evolua e que os envolvidos percebam os dois grandes erros que estão cometendo. É a primeira temporada ainda, os caras tem bastante tempo pra trabalhar melhor nas piadas e pagarem um bom curso de atuação pro Guarnieri ou simplesmente tirarem o cara da série.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Cecilia Thompson Guarnieri

    Como sou a Mais Antiga, vou começar comentando: AH, não acho quase nada disso (só as inveitáveis comparações com TBBT, claro). Eu sou a fofó do Guarnieri (aliás. Guarnieri era o meu marido, o Gianfrancesco, Primeiro mas Não Único); os filhos são “os meninos” (ou Flavinho e Paulinho) e os netos (quatro) são ‘os meus bebês lindos”. Quando lembro dos nomes pela ordem, eles são Francisco, Carolina, Lucas e Princesa Camila. Todos lindos e cada um talentoso e maravilhoso do seu jeito. Ah, sou jornalista, graduada na 10.ª turma da Casper Líbero – o que me valida como Mais Antiga, exerco a profissão durante décadas, e só de ESTADÃO fiz 34 anos. Agora ocupo o chamado “ócio criativo” na internet e sites dos amigos (e alguns inimigos talentosos). Desejo-lhe sucesso e muita alegria. E que a gente acabe se conhecendo, já que você poderá vir a fazer parte da família. Beijinho grande!

  • Ricardo

    Não entendi nada nesse comentário!!! Quem é essa criança???

  • EU vou aqui lhe doar um comentário.
    Eu não acho nada disso que você falou , e vi agora as comparações de TBBT ,mas idai? o mundo é assim a serie é boa eu gosto dela , assisto todas as quintas feiras e chora mano, se tua opinião prestasse pra alguma coisa você seria escritor de comedias e você não é.
    tchau
    um abraço um cheiro e um queijo
    se não entendeu a referencia …meu fi vc ta lascado hsaushaushasuahsaushausahsaushasu

busca

confira

quem?

baconfrito