Porque não vai rolar tão cedo Hellboy 3

Cinema sexta-feira, 05 de abril de 2013

O aclamado diretor Guillermo Del Toro (Não, não é um primo do Benício Del Toro) é o responsável por uma das melhor filmografias da história do cinema. O cara fez Cronos, Mimic, A Espinha do Diabo, Blade II (O melhor da série, disparado), O Labirinto do Fauno e Hellboy II: O Exército Dourado. Graças a ele, o Hellboy se tornou um personagem adorado no mundo inteiro, famoso e muito mais que cult, pop. E desde 2008, o cara não lança nada, nem há previsão do lançamento da terceira parte da história do garoto-demônio. Por que?!

Guillermo Del Toro estava no seu auge criativo quando terminou Hellboy II. Tinha acabado de fazer também O Labirinto do Fauno, filme que foi amplamente aclamado pela crítica, assim como Hellboy estava sendo aclamado pelo público. Del Toro tinha finalmente entrado no primeiro time dos diretores de Hollywood. Estava cotado para dirigir O Hobbit, nova adaptação do universo de Tolkien no cinema. Mas aí, empacou. Del Toro entregou o roteiro, mas os produtores (Incluí-se aí Peter Jackson) resolveram tirá-lo da direção e Del Toro ficou meio perdido. Uma fagulha de esperança surgiu em nossos corações: Será que agora o cara termina de contar AQUELA OUTRA HISTÓRIA? Mas não, de novo, não foi dessa vez.

Depois de concluir o roteiro de O Hobbit (Que foi desmembrado e virou as três partes da nova trilogia), Del Toro aparentemente abandonou o Hellboy. Ele está lançando Circulo de Fogo (Nome que os retardados tradutores arranjaram para Pacific Rim) e está envolvido nas novas adaptações dos clássicos Pinocchio e A Bela e a Fera, que podem ser lançados a partir de 2014 (Com a direção dele ou não, vale salientar).

Mas o cara sabe mesmo se complicar, pois mesmo com tudo isso, ele conseguiu se ver envolvido em mais dois projetos: Uma nova serie para a TV do Incrível Hulk (Ainda não confirmada) e um filme baseado na nova Liga da Justiça (A falada Liga da Justiça Sombria, que ele já está escrevendo o roteiro e que deverá se chamar Dark Universe e que levará aos cinemas personagens como o Monstro do Pântano, Etrigan, Zatanna, Homem Florônico, Desafiador, Jason Blood e John Costantine (Enfim loiro!). Mas e daí, isso não é ótimo?

A princípio, sim. Mas isso quer dizer que NÃO VAI ROLAR Hellboy 3. Sabem por que? Del Toro ainda deve se concentrar antes na direção do romance gótico Crimson Peak para depois cuidar da sua Liga da Justiça Sombria. E da série do Hulk. Pra depois disso tudo, voltar ao Hellboy e lhe dar um desfecho decente. E isso seria quando? Pelas mãos do Del Toro, só lá pra o ano 2016, 2017, ou mais. De fato, só veremos algo talvez em 2018. E até lá, Ron Pearlman terá mais de 65 anos. E não me venham dizer que fazer o Hellboy será fácil pra um cara com 65 anos.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • luizbarret

    Em que mundo Hellboy é um personagem tão adorado assim? Não vai haver continuação, porque os outros dois filmes não foram tão bons assim. Fim.

  • Pedro

    sua opinião é pessoal e não unanime. Na verdade a sua é praticamente nada.

  • Pedro

    Parece que vc não percebeu mas círculo de fogo é a tradução literal de pacific rim. É aquela região do oceano pacífico que tem a maior área de atividade vulcânica no mundo.

  • marcus

    eu não gostei tanto de hellboy 2 prefiro o 1° mesmo sendo fã do del toro(guillermo não o benicio) e estou ansioso para ver john constantine nas mãos dele

  • luizbarret

    O que acontece é que ele descreve Hellboy como um ícone da cultura pop, o que obviamente está errado. Hellboy ganhou notoriedade tipo o Stark do Downey Jr. ou o Coringa do Heath Ledge? Ponto.

  • TRÓU

    “Não vai haver continuação, porque os outros dois filmes não foram tão bons assim.”

    Na verdade, del Toro queria fazer a continuação, mas pro próximo filme existir, ele precisaria de mais investimento que os últimos (que tiveram respectivamente o investimento de 50 milhões e 80 milhões, de dólares, claro). Mas ninguém quer fazer esse investimento. Por motivos lógicos, o último filme foi em 2008 e o segundo filme teve um retorno de 160 milhões de dólares, um investimento grande numa sequência agora seria muito arriscado.

    “O que acontece é que ele descreve Hellboy como um ícone da cultura pop, o que obviamente está errado.”

    Se ninguém gostasse de Hellboy não teria tido o segundo. E isso foi só 5 anos atrás, não é como se todos os fãs já tenham morrido.

    “Hellboy ganhou notoriedade tipo o Stark do Downey Jr. ou o Coringa do Heath Ledge?”

    Filmes não precisam de personagens tão notórios quando o Homem de Ferro ou o Coringa conseguiram pra darem certo. Isso é meio óbvio, não?

    “Fim. (…) Ponto.”

    Pessoas da internet e suas arrogâncias infundadas, amo vocês. <3

  • luizbarret

    ”Mas ninguém quer fazer esse investimento”

    Fim e ponto.

    ”Se ninguém gostasse de Hellboy não teria tido o segundo. E isso foi só 5 anos atrás, não é como se todos os fãs já tenham morrido. Filmes não precisam de personagens tão notórios quando o Homem de Ferro ou o Coringa conseguiram pra darem certo. Isso é meio óbvio, não?”

    Juntei as duas partes para responder, pois as minhas respostas estavam interligadas e você foi ou sacana, ou um idiota em separa-las.

    1º- Eu não disse que ninguém não gosta de Hellboy, eu disse que ele não pode ser considerado ”um personagem adorado no mundo inteiro”.

    2º- Sim, não precisam de personagens tão notórios para dar certo, mas somente personagens que conseguem tamanha notoriedade podem ser considerados ícones da cultura pop.”

    ”Pessoas da internet e suas arrogâncias infundadas, amo vocês. <3''

    Sim, fui arrogante, mas afirmar que Hellboy é tão pica das galáxias assim é muito mais. E o termo ''arrogâncias infundadas'' é ridículo, não se queime usando isso.

  • TRÓU

    “1º- Eu não disse que ninguém não gosta de Hellboy, eu disse que ele não pode ser considerado ‘um personagem adorado no mundo inteiro’.”

    I. Sério? Pessoas não têm capacidade de perceber quando eu argumento contra algo que ela quis dizer e não contra algo que ela disse literalmente? Beleza, você disse que ele não é um ícone da cultura pop. Mas teve um motivo pra você ter dito isso. Eu estava simplesmente apontando que seu motivo não fazia sentido.

    Pra te deixar feliz, eu vou concordar com você. Hellboy não é um ícone da cultura pop. Parabéns! :D

    “2º- Sim, não precisam de personagens tão notórios para dar certo, mas somente personagens que conseguem tamanha notoriedade podem ser considerados ícones da cultura pop.”

    II. Você tava drogado quando você escreveu isso? Porque você foi o único que mencionou ícones da cultura pop. Não o autor, não eu, não nenhum outro comentário. Você.

    “Sim, fui arrogante, mas afirmar que Hellboy é tão pica das galáxias assim é muito mais.”

    III. Esse comentário não fez o menor sentido. Quer dizer, depois do “mas”.

    “E o termo ‘arrogâncias infundadas’ é ridículo, não se queime usando isso.”

    IV. Só porque você acha um termo ridículo não quer dizer que o que ele representa não existe. Por exemplo, eu acho o termo “pantalones” ridículo. Mas nem por isso calças deixam de existir.

    E como assim não se queime? Eu já tô me dando o trabalho de te responder, pior que isso minha imagem não fica.

    “Fim e ponto.”

    V. Pra um cara com tantos fins e pontos você volta aqui bastante.

    “Sim, fui arrogante”

    VI. Heh.

  • TRÓU

    Ao reler meu comentário posso perceber que chegamos ao inevitável ponto em que meus argumentos ficam tão abstratos que a discussão já perdeu todo o sentido pro post em questão.

    Na próxima a gente continua.

    Beijomeliga

  • luizbarret

    1- Em momento algum eu quis insinuar que ninguém gosta do Hellboy, só disse o que eu disse. Eu mesmo gosto do personagem.

    2- ”Hellboy se tornou um personagem adorado no mundo inteiro, famoso e muito mais que cult, pop”

    Refaça.

  • Arthur

    Cara, não é a tradução literal. Tradução literal quer dizer que foi traduzido exatamente igual. E Pacific Rim não vai ser Círculo de Fogo, nunca, mesmo que literalmente se refira a um círculo de fogo.

  • Caras, fiquei feliz só em ver que um texto bobão, escrito nas coxas sobre um personagem que eu curto muito e idolatro (não perco uma reprise dos dois filmes) rendeu uma discussão tão sem sentido quanto uma outra discussão ocorrida durante palestra sobre o real sentido das entrelinhas contidas nos livros de Clarice Lispector que só foi interrompida pela mesma, que estava escondida na plateia e teve que interceder pra avisar pra todo mundo que os pontos de vista apresentados ali eram muito interessantes mas que ela não quis dizer nada daquilo na verdade (Depois de escrever isso eu reli e fiquei quase sem folego).

  • A tradução literal de Pacific Rim seria Anel do Pacífico.

  • TRÓU

    Tu é velho pra caralho.

  • Eu gosto pacaralho do Hellboy, mas como fã dos quadrinhos acho que a adaptação ficou muito abaixo do esperado. Gostei muito do primeiro filme, “meh” pro segundo, e estou pouco me lixando se vai ou não haver um terceiro.

busca

confira

quem?

baconfrito