Os títulos que dão aos filmes no Brazil

Cinema terça-feira, 29 de novembro de 2011

Você, caro leitor, já deve ter percebido que só podem ter criado alguma regra que obriga todos os tradutores dos titulos dos filmes a colocar na versão brasileira dos títulos uma mini-sinopse, talvez com o objetivo de tornar mais fácil a escolha do filme pelos imbecis clientes que os alugam. E assim, conseguir poupar o tempo, e alguns neurônios, que o retardado provável espectador iria gastar lendo o verso da caixinha do filme. Já parou pra pensar nisso? Putz cara, porque será que A primeira noite de um homem com Dustin Hoffman não se chamou apenas O graduado (Como no original The Graduate)? Ninguém precisa nem ver o tal filme pra saber que tudo no filme gira em torno da primeira trepada noite de (Adivinhem!) um homem.

Esqueceram de mim já perde a metade da graça, pois até então você sabia que o menino estava home alone mas só de ler o título já sabe o porquê. A sequência então, nem se fala: Esqueceram de mim 2 – Perdido em Nova York. Conseguiram estragar a surpresa de novo! Mafia no Divã é um outro exemplo clássico de microsinopse no título. O filme que conta a história de um mafioso que procura um psicoterapeuta… Dãããã. Tudo bem que Analyze this é um trocadilho daqueles que só a platéia do David Letterman entende, mas se vai contar a história do filme no título conta logo direito, no bom e velho estilo Sessão da Tarde, algo do tipo: ”Analise isto: um médico, um mafioso e muita confusão”. Falando em Sessão da Tarde, era lá que brilhavam os grandes talentos da tradução cinematográfica. Quem não se lembra de: Os Aventureiros do Bairro Proibido (Big Trouble in Little China), Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off), Mamãe Não Quer Que Eu Case (Only the Lonely), Namorada de Aluguel (Can’t Buy Me Love), Gatinhas e Gatões (Sixteen Candles) e por aí vai…

Agora, em toda área tem um espertalhão, né? Não seria diferente entre os nossos queridos tradutores. Aqueles que aproveitam o sucesso de outro filme ou de qualquer outra coisa que esteja fazendo sucesso para “enobrecer” o título do filme em português. Exemplo: Austin Powers – Um agente “bond” cama, ou ainda, The Wonders – O Sonho não Acabou. Sem falar nas inúmeras Loucademias de Polícia, de Esqui, de Trânsito… Tem filme que faz tanto sucesso com um ator que outros filmes acabam obrigatoriamente tendo que mencionar o sucesso anterior, como no caso do Exterminador do Futuro (Que era pra ser apenas Exterminador), onde anos mais tarde o sucesso do T800 de Schwarzenegger foi parar no título de Total Recall que aqui ficou conhecido como o Vingador do Futuro. E quem vai ficar com Mary, ou com Polly? O Ben Stiller, sempre.

A criatividade dessa gente é ilimitada. Que tal dar dicas no título do filme para deixá-lo mais atraente? O excelente What dreams may come com Robin Willians recebe um leve toque de espiritismo com Amor além da vida e Ocean’s Eleven (Que seria algo do tipo: Os onze do Ocean) virou Onze homens e um segredo, ou seja, têm onze homens e tem um segredo… (Uau, fiquei curioso… Qual será esse segredo!?) Quando lançaram a sequencia eu pensei que iam aproveitar a oportunidade e tirar um sarro (Doze homens e uma coisa que ninguém pode saber, Treze homens e não conta pra ninguém), mas a galera perdeu essa grande oportunidade. Mas as vezes a tradução vacila, tipo o cara nem se dá ao trabalho de ver o filme para fazer a tradução. Tem aquele filme chamado Amnésia onde o personagem passa o filme inteiro dizendo que NÃO tem amnésia!

Ou ainda o clássico da Sessão da Tarde Sem licença para dirigir que no original é License to drive (É com ou sem licença afinal?). E o Clube dos 5, que era pra ser o Clube do Café da Manhã? E como deixar de citar o filme que conseguiu a façanha de arrancar lágrimas da platéia por causa da morte(?) de uma bola de vôlei? Em Náufrago, eu devo ter dormido na parte do naufrágio, porque pelo que me lembro ele sofre um acidente de avião e não de navio. Fora esses, segue a lista (Antigamente eram muito, mais muito mais criativos que hoje em dia): Giant (Gigante) virou Assim caminha a humanidade, The Wild Bunch (O Bando Selvagem) virou Meu ódio será sua herança, Il Buono, il brutto, il cattivo (O bom, o feio, o mau) virou Três homens em conflito, 3:10 to Yuma (3:10 para Yuma) virou Os Indomáveis, Pulp Fiction (Ficção Pulp) virou Pulp Fiction: Tempo de Violência, Mad Max 2: The Road Warrior (Mad Max 2: O Guerreiro do Asfalto) virou Mad Max 2 – A caçada continua (Pra que mudar o subtitulo?), The Godfather (O Padrinho) virou O Poderoso Chefão, Annie Hall (Annie Hall) virou Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, The Searchers (Os Buscadores) virou Rastros de Ódio, The Sound Of Music (O Som da Música) virou A Noviça Rebelde e finalmente Vertigo que virou Um corpo que cai. Realmente, eu não sei o que se passa pela cabeça desses tradutores e dessas distribuidoras.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito