Os premiados do Emmy

Sit.Com terça-feira, 23 de setembro de 2008

Este ano os produtores do Emmy não tem o que reclamar da baixa audiência televisiva da premiação (apenas 12,2 milhões). Bem que eles tentaram, colocaram os apresentadores – indicados em categoria específica na noite – dos reallitys que juntos devem somar em audiência mais de 60 milhões de espectadores, resultado: não teve retorno algum, até porque as apresentações e as inserções dos hosts foram O fracasso da noite, um equívoco sem tamanho. O grande problema da premiação em relação ao público, ultimamente, é sua tendência elitista – os grandes vencedores da noite foram (e estão sendo) séries da tevê a cabo, o que afasta o telespectador comum, e o destaque da tevê aberta na noite, 30 Rock, não chega a dois dígitos de audiência, e somente não foi cancelada devido ao inúmeros prêmios que vem recebendo.

Assim, o que mais me preocupa é este pouco caso da comissão votante do Emmy com os shows mais populares. Não acho que se deve premiar séries pelo seu índice de audiência, mas esnobar séries do quilate de House, Lost, Desperate Housewives que, na minha opnião, tiveram boas temporadas, é não saber diferenciar o timing de um prêmio correto a uma homenagem a um grande artista, principalmente se vindo do cinema ou dando a volta por cima numa série.

Sobre o show, as inúmeras referências aos antigos seriados são sempre momentos nostalgia pura, e simplesmente a apresentação de aberturas pelo cantor Josh Groban foi um dos pontos altos da noite, inclusive com direito a imitação dos garotos de South Park, assim como a participação do inglês Rick Gervais (vencedor na categoria de melhor ator em comédia no ano passado por Extras) numa sequência com o ótimo Steve Carrell (que tinha recebido seu prêmio no ano anterior). Talvez se observarmos os premiados podemos notar que a noite foi de poucas surpresas, pra mim, pessoalmente somente duas (Jean Smart, Samantha Who? e Brian Cranstom, Breaking Bad, sacanagem roubar o prêmio de Hugh “House”Laurie e Michael C. “Dexter” Hall), no mais tudo estava meio que previsto.

Sobre Mad Men, vencedora na categoria Melhor série dramática, posso dizer que a série é super bem produzida com uma recriação de época fenomenal (além de cultural e social), mas não me pegou com este universo dos bastidores da propagando dos anos 60. Já sobre 30 Rock, vencedora de melhor comédia, nem comento porque pouco acompanho, mas a série é a queridinha dos críticos e artistas (nesta temporada que se inicia em Outubro nos EUA, a série já conta com participações de Jennifer Aniston, Oprah Winfrey, Steven Martin e as garotas de Gossip Girl). Atualmente, no meu estoque de séries, somente 3 comédias têm espaço garantido: How I Met Your Mother (do canal Fox Life), Entourage (do canal HBO) e The New Adventures of Old Christine (do canal Warner).

Ainda sobre os prêmios, gostei muito da premiação de Damages, para Glenn Close e Zeljko Ivanek, o Emmy de House para melhor direção dramática, pelo fantástico episódio “House’s Head, e Pushing Daisies, melhor direção em série cômica.

Abaixo, a lista com os principais vencedores do Emmy 2008:

Melhor Drama – Mad Men (do canal HBO)

Melhor Comédia – 30 Rock (do canal Sony e, em algum momento da Record)

Melhor Atriz em Drama – Glenn Close – Damages (do canal AXN)

Melhor Ator em Drama – Bryan Cranstom – Breaking Bad (do canal Sony)

Melhor Ator em Comédia – Alec Baldwin – 30 Rock (do canal Sony)

Melhor Atriz em Comédia – Tina Fey – 30 Rock (do canal Sony)

Melhor Ator Coadjuvante em Drama – Zeljko Ivanek – Damages (do canal AXN)

Melhor Atriz Coadjuvante em Drama – Dianne Wiest – In Treatment (do canal HBO)

Melhor Ator Coadjuvante em Comédia – Jeremy Piven – Entourage (do canal HBO)

Melhor Atriz Coadjuvante em Comédia – Jean Smart – Samantha Who? (do canal Sony)

Melhor Direção em Drama – Greg Yaitanes – House (do canal Universal e da Record)

Melhor Roteiro em Drama – Matthew Weiner – Mad Men (do canal HBO)

Melhor Direção em Comédia – Barry Sonnenfeld – Pushing Daisies (do canal Warner)

Melhor Roteiro em Comédia – Tina Fey – 30 Rock (do canal Sony)

Melhor Reality Show – The Amazing Race (do canal AXN)

Melhor Apresentador de Reality/Game Show – Jeff Probst – Survivor (do canal People & Arts)

Melhor Programa de Variedades – The Daily Show with Jon Stewart (do canal Sony)

OBS: pelo menos estas premiações servem para captarmos momentos como este, a gatissíma Thirteen de House

Leia mais em:

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Caio, The Eldar

    E também teve a cheerleader de Heroes…

  • Dezinhorox

    “save the cheeleader, save the world” devia ser premiado como frase mais foda do mundo

busca

confira

quem?

baconfrito