Onde estão os filmes natalinos?

Primeira Fila sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Não sou a maior fã de filmes natalinos, ao contrário de outros membros da equipe do AoE – vide comentários desse texto. Só que isso não impede que eu tenha sentido a falta desse gênero de filmes esse ano.

Não teve absolutamente NENHUM lançamento de filme natalino em 2008. Nenhum Papai Noel perdido, ou desmemoriado, ou a procura de uma esposa/substituto. Nenhuma rena falante caída do céu. Nenhum pobre elfo zangado (já notaram que elfos sempre são zangados?) reclamando que está sem emprego desde o último Senhor dos Anéis. Nem mesmo uma criancinha miserável choramingando porque descobriu que nem todo mundo é filho de Papai Noel.

  Como pode?

Dezembro é o meio da entressafra do cinema no hemisfério norte, quando os gordinhos americanos se juntam na frente de suas lareiras pra tomar chocolate quente com Big Mac, devidamente entregues pela chaminé, já que suas portas esse ano estão travadas pela neve. Isso, junto à falta de férias por lá, e da quase proximidade do Oscar (época que alguns filmes são lançados, pra que fiquem na cabeça do público mais desmemoriado) acaba contribuindo para a falta de filmes natalinos.

Mas será só isso? O público alvo desse gênero são pessoas solitárias com mal gosto crianças. Esses filhos do demo pimpolhos não se interessam mais por famílias contentes que encontram a razão de existirem no Natal. Talvez se fosse uma família japonesa de olhos gigantes que luta em cima de nuvens douradas/árvores contra *insira aqui o nome de um vilão estilo Yu-Gih-Oh* antes de se encontrarem pra tomar… Sake, as crianças se interessariam mais. Todos os filmes voltados pra criança (como desenhos) também acabam servindo para adultos hoje em dia. E não é só porque arrecada mais em bilheteria, mas porque filmes bonitinhos não agradam essa geração Coca-Cola Zero Light Lemon.

  Eu sou da época da Coca gorda mesmo.

Filmes natalinos são vergonhosos, com temas ingênuos e, nas palavras de uma amiga, desonram a indústria cinematográfica. Só que a ingenuidade é NECESSÁRIA até uma certa idade, aquela em que você ainda acredita que existe um velhinho gente boa que deixa presentes se você for um bom menino. A coisa toda só perde a graça quando você percebe que isso de “bom menino” é conversa da sua mãe, e que mesmo se você fizer birra vai ganhar o presente que ela já comprou. Mas aí você já estará pronto pra largar os filmes do bom velhinho e passar pra outros mais… Hardcore. Ou você ainda acredita em Papai Noel? Opa, nesse caso esqueça o último parágrafo e já comece a escrever a cartinha pro ano que vem.

  Se você ainda acredita em papai noel, isso é uma montagem.

Na verdade, não consigo me lembrar quando foi o lançamento do último filme de Natal com tudo o que tem direito. Se as coisas continuarem assim, as crianças de hoje terão que se contentar com os filmes de Natal inéditos da Globo, como “Esqueceram de Mim 2”. O que é melhor do que filmes sobre japoneses de olhos gigantes. Na próxima coluna defenderei mais um gênero injustiçado: o de filmes de princesas da Disney. Aguardem.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Ches

    Filmes de Natal….
    Puta filme chato,as estórias são sempre as mesmas e tal,poucos filmes tem uma estória que chame a atenção!
    Um filme que eu vi no cinema e não me arrependo de ter visto,é “Grinch”,nunca tinha ouvido falar que tem um cara verde e gordo,que odeia o natal e tal…
    O filme é besta,sem graça,mas não sei,se me chamarem pra vê-lo eu vou(mesmo já tendo visto o filme umas 15 vezes).
    De resto,são tudo clichês e tudo uma merda…
    Ahhhh o do Nicolas Cage(que ele perde a memória e tal) é chato pra carai,lembro de tê-lo visto quando tinha uns 10 anos….

busca

confira

quem?

baconfrito