O Universo Cinematográfico Marvel

Cinema sexta-feira, 11 de julho de 2014

Fomos convidados para assistir uma pequena parte do filme Guardiões da Galaxia, que estreia dia 31 de julho aqui no Brasil. O que eu posso dizer sobre isso é que a Marvel novamente me surpreendeu. De tal maneira isso ocorreu que eu resolvi vir aqui e explicar um pouco de como funciona a Terra 199999, também conhecido como Universo Cinematográfico Marvel. E pensar que tudo começou com a possibilidade de falência.

A briga das duas maiores editoras de quadrinhos do mundo sempre foi igualitária, a Marvel dominava o grande publico, vendia muito mais, mantinha regularidade em suas historias, possuía personagens mais conhecido, etc. e etc.. Em contrapartida, a DC se focou em outra coisa: Video. Enquanto a Casa das Ideias dominava o cenário impresso, sua concorrente a desbancava com séries de sucesso como Smalville, e filmes que faziam seus personagens extrapolar a fronteira dos geeks e se tornarem conhecimento do público inteiro, como Batman e Superman. Mas porque a Marvel errava tanto a mão em vídeos?

Nunca saberemos, mas o que sabemos é que em 2008 a editora mudou tudo o que sabemos sobre filmes de heróis. Naquele momento, a Marvel criou algo totalmente inimaginável, não um filme sobre heróis, mas todo um universo cinematográfico, a Terra 199999.

Direitos Cinematográficos:

Primeiramente, antes de começar eu vou explicar um pouco sobre a questão dos direitos cinematográficos. Em meados da década de 90, a Marvel passava por uma crise financeira complicadíssima, e devido a isso teve que vender os direitos cinematográficos de seus heróis, espalhando eles em diversas produtoras, tudo isso para que a Marvel não entrasse em falência. Apesar do dinheiro, a situação da editora não melhorou muito até 1998, quando a New Line Cinema lançou Blade, o Caçador de Vampiros. Foi quando a década de 90 percebeu que dava pra fazer filmes de super-herói, e em 2000, Bryan Singer lançou X-Men e a Marvel despontou novamente à frente das vendas de HQs pelo mundo, criando a cultura dos filmes de quadrinhos.

Devido a essas vendas da década de 90, muitos direitos estão espalhados por diferentes produtoras: X-Men e Quarteto Fantástico na 20th Century Fox, Homem-Aranha na Sony Pictures, Namor na Universal Pictures (Esse eu não entendi porque não está com o Quarteto ou com os Vingadores) e Homem-Coisa na Lionsgate Entertainment. O resto já voltou para a mãos da “Marvel/Disney”. O que é ótimo pra nós, fãs da Casa da Ideias, que esperamos a Terra 199999 maior do que nunca.

Passado:

Em 2008, a Marvel revolucionou a ligação entre quadrinhos e cinema. Quando ela lançou Homem de Ferro, não era só um filme, mas um universo inteiro a ser explorado. Na sequência, Homem de Ferro 2 apresentou Tony Stark à proposta do projeto Vingadores, executado de uma maneira fenomenal: Apresentando cada herói em um filme separado, até culminar no filme dos Vingadores. Nessa hora, a Marvel vai além novamente e cria Marvel: Agents of S.H.I.E.L.D., que muitos podem até considerar uma serie ruim (Do meio pra frente eu acho ela bem legal), mas que deve ser visto como realmente é: Um marco na cultura nerd.

Homem de Ferro, Thor, Vingadores e etc. não eram mais filmes, agora eles eram um universo completo, com coisas intercaladas que se resolviam entre eles, filmes, e entre a serie.

Então, quando você acredita que a Marvel acabou, ela surge com mais coisa nova. Os filmes seguintes de Vingadores, Homem de Ferro 3, Thor: O Mundo Sombrio e Capitão América 2: O Soldado Invernal desconstroem tudo o que foi criado. O fim das armaduras, Asgard sendo separada do nosso mundo e a queda da S.H.I.E.L.D. não só modificam todo o mundo, como afeta completamente as sequencias dos filmes individuais uns dos outros. É como acompanhar os quadrinhos, com a diferença de estar em um IMAX.

Presente:

No fim desse mês, a Marvel surge com mais uma inovação. Pegar um grupo de pouco sucesso ou nenhum sucesso editorial e transformá-lo em um sucesso de bilheteria não é fácil. Isso não vai impedir a Marvel de lançar Guardiões da Galáxia. E depois de tudo o que eu vi, esse tem tudo pra ser o filme do ano. Comedia, ação, sci-fi, fantasia, o que eu vi até agora só me deixou com mais e mais vontade de ver esse filme, de um grupo que eu sei muito pouco, mas que estou fascinado pela qualidade que foi produzido.

E existem as produções já começadas de Os Vingadores 2: A Era de Ultron e Homem-Formiga, que deixa qualquer fã esperançoso por mais coisas. O primeiro, mais avançado, já lançou imagens do set de gravação e tudo parece manter o padrão criado. Novos personagens vão ser inseridos, como Visão, Feiticeira Escarlate e Mercúrio, além de um novo vilão, Ultron, que nada mais é que o ser que mais próximo chegou de destruir o mundo no quadrinho. Na verdade ele fez isso, foi necessário que Wolverine e Sue Storm voltassem no tempo para impedi-lo.

Em conjunto com essas produções, a Marvel está produzindo 4 series para o Netflix, cada uma sobre um herói diferente: Demolidor, Luke Cage, Jessica Jones e Punho de Ferro, que culminaria em uma minissérie em conjunto, Os Defensores. Tudo isso ainda dentro do mesmo universo, ou seja, uma coisa influenciando a outra diretamente, como ocorre nas HQs.

Futuro:

A Marvel ainda anunciou suas próximas produções com Doutor Estanho, já com diretor definido, Pantera Negra, já anunciado, mas sem mais informações, e um terceiro filme do Capitão America. De maneira infinita, isso só tende a aumentar. Especulações ainda falam de Capitã Marvel, de um filme do Hulk baseado no arco Planeta Hulk, o que seria fantástico pois culminaria na saga Hulk Contra o Mundo, um novo Motoqueiro Fantasma (Agora que o titulo retornou a Marvel), criando juntamente com o Doutor Estranho a parte mística do universo e uma serie do Justiceiro, já que o mesmo também retornou ao controle da Casa das Ideias, nos parâmetros das series do Netflix.

As possibilidades só crescem.

A Marvel criou a forma de se fazer cinema sobre HQs, sem dúvidas, e as expectativas são as maiores possíveis para uma continuidade infinita nisso. Só esperamos que elas continuem sendo supridas.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito