O que acontece com o Cartoon Network?

Televisão quarta-feira, 03 de junho de 2009

Enfim, depois de um tempo de férias forçadas, estamos aqui de casa nova, agora no Bacon Frito que, a não ser que você seja vegetariano, judeu ou metido a controlar colesterol, com certeza vai gostar.

Agora, voltando ao Papo Animado da semana, repito a pergunta do título: O que ocorre com o Cartoon Network?

Apesar de manter a liderança na TV paga dentro do segmento de animações no país, a impressão que o canal passa é que está em decadência, pois já liderou o ranking geral e vem caindo a cada nova pesquisa de audiência, com Nickelodeon, Discovery Kids e Jetix em seus calcanhares.

Levando em consideração que algumas pesquisas acrescentam o Disney Channel em suas apurações, prefiro não considerá-lo, já que o Disney não dedica mais de 80% de sua programação aos desenhos.

Dá para entender o que ocorre com o Cartoon.

O canal teve seu ápice, na minha modesta opinião, quando dedicava sua programação a horários segmentados, como os extintos Toonami, à tarde e no fim da noite, e o Adult Swim, que dedicava quase a madrugada inteira a desenhos de temática adulta (não confundir com pornografia).

 Como isso pode fazer algum sucesso?

Eles também possuíam um ótimo leque de desenhos produzidos por eles, como Coragem, Johnny Bravo, A Vaca e o Frango, As Meninas Superpoderosas, Eu Sou o Máximo, entre outros de qualidade bem superior.

Hoje, o canal repete exaustivamente Ben 10 e o péssimo Johnny Test, depende dos medianos Transformers Animated, Homem Aranha e, de bom, depende das Terríveis Aventuras de Billy e Mandy e A Mansão Foster para Amigos Imaginários, ambos já cancelados.

Nick e Discovery Kids

Na contramão disso tudo, Nickelodeon e Discovey Kids investem em desenhos de qualidade, o primeiro em animações que agradam a todas as faixas etárias, e o segundo em desenhos que agreguem temas educativos para crianças com até sete anos, ensinando sem cansar o infante telespectador e sem causar pânico nos pais.

 Crianças amam esses bichos esquisitos

O caso da Nick é mais emblemático. Há dez anos não deixando a peteca cair com seu maior carro-chefe – Bob Esponja – o canal investe em sucessos do cinema para atrair mais audiência.

É o caso de Pinguins de Madagascar, que estreia este mês por aqui, a produção de Kung Fu Panda e a encomenda de um piloto de Monstros x Alienígenas, que ainda está em cartaz nos cinemas.

Aliás, vale lembrar que o Nick também anda investindo na produção de seriados, pois pelo jeito, além de derrubar o Cartoon, também quer alcançar a Disney.

 – Rumo à ponta, Rico!

É briga de cachorro grande e quem ganha somos nós, amantes de animações.

Resta saber se o Cartoon acha seu caminho novamente, porque Ben 10 e Johnny Test, me desculpe o trocadalho, nem para teste.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito