O fim de uma era!

Sit.Com segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Ok, confesso que já havia passado da hora do Casseta e Planeta pedir para sair, ainda na época que o saudoso Bussunda estava vivo, pois o programa já estava em decadência. Ironicamente, com a morte do gordo mais gente boa que já apareceu no Brasil, o programa acabou ganhando uma sobrevida. Mais com a curiosidade do povo em saber como os outros integrantes iam se virar sem o principal personagem do programa, do que com o programa em si.

Bem, acabamos vendo a decadência daquele que foi, durante muito tempo, o programa de humor principal do Brasil. Ácido, crítico, irreverente e que, de maneira geral, pautava o que merecia ser esculachado no país.

Lembro, não sei em que ano, acho que 2003, que o Casseta ganhou uma capa da Veja – quando a revista ainda era relevante – como os brasileiros/programa mais influentes do Brasil. O que na época era verdade.

Parênteses, olhando o ranking hoje, vejo como as coisas voam mesmo, Marisa Monte foi segunda e Gugu Liberato, o terceiro. Paulo Coelho, a dupla sertaneja dos Camargo, a dupla sertaneja da Sandy, enfim, a coisa estava mesmo feia na época.

E vou te falar que mijava de rir com o Casseta e Planeta, tanto que não ia dormir sem assistir ao programa. Só parando de assistir por causa da faculdade e da época do ensino médio, que estudei à noite.

Ouso afirmar que o Casseta começou a cair por conta da censura interna da Globo, quando foram proibidos de esculachar a Sandy, que na época estrelava uma novela de um mês na emissora (Fazendo par com o, vejam só, quarentão Guilherme Fontes). Num efeito cascata, artistas da casa pediram privilégios semelhantes, políticos também e, aí junta com a ascensão do Pânico, com um humor voltado a ridicularizar as pessoas e artistas, e que brasileiro tanto gosta, e temos o início da derrocada do melhor grupo de humoristas que tivemos, depois de Os Trapalhões.

Confesso que tentei acompanhar o Casseta neste final de 2010 e, tirando aquelas piadas com as notícias, que eles dublam os discursos e entrevistas, e a zoeira com as novelas, era tudo motivo de vergonha terceirizada, só soltando risos de constrangimento.

Uma pena. Interessante que eles serão aproveitados pela casa e darão prioridade a projetos pessoais. Enquanto isso, melhor curtir o Youtube com os melhores momentos da trupe, excluindo de 2005 para cá.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Faz tempo que o Casseta perdeu a graça, acho que até antes de 2003. Era previsível: não dá para explorar a mesma fórmula por tanto tempo, mesmo.

    Enfim, acho que precisam mudar o formato deles, que já está para lá de batido.

    O engraçado é que hoje o Pânico é associado com o que há de mais tosco, mas quando o Casseta estreou o próprio Roberto Marinho achou “escatológico demais”.

    Abs

  • thomas

    Esses caras NUNCA tiveram graça nenhuma. Um humor muito infantil, com fórmulas e piadas desgastadas desde sempre. Um humor burguês, sem sal, sem açucar, sem criatividade. Eles faziam as piadas óbvias de todas as situações, o que os tornava chatos e previsiveis..

    Fizeram sucesso no tempo em que idolatravamos gente como Xuxa e Gugu, hoje em franca decadência…Era um Brasil mais ingênuo aquele…

    O melhor grupo que tivemos desde Os Trapalhões, foi o pessoal do Hermes & Renato quando começaram na MTV. Humor pastelão da melhor qualidade, uma mistura de Monty Python com Chaves (!)

  • O segredo é parar no auge e deixar saudades e não esperar a coisa descer ribanceira abaixo, pra parar e todos falarem “ufa até que enfim ” em coro

  • @Francisco
    Eles vão precisar repensar a fórmula e, acredito, que não voltam.

    @Thomas
    O Casseta teve graça sim, muita. E discordo de você quanto ao melhor grupo de humor, pois tivemos TV Pirata (onde os roteiristas eram do Casseta) e Escolinha do Professor Raimundo, que também era bem engraçado.
    Agora, vc comparar Hermes e Renato com Monty Python é sacanagem. Hermes e Renato é muito bom, mas tá mais para um precursor de Pânico.

    @Vivien Lee
    É isso aí Vivien, faltou saber a hora de parar.

busca

confira

quem?

baconfrito