O Fim de um Era

Sit.Com terça-feira, 07 de Abril de 2009

Na quinta-feira passada foi ao ar, pelo canal NBC, o episódio final (número 331) da quase eterna série ER (15ª temporada), também conhecida por aqui como Plantão Médico, que em seus primeiros anos era exibido pela Rede Globo em horário nobre, faz tempo, e desde então a mesma emissora não respeita mais as séries americanas que adquire. Voltando a ER, a série teve uma temporada de despedida, o que sempre é o melhor para qualquer fã da série, houveram retornos inesperados e esperados, referências a tramas antigas e muitas homenagens a uma das séries de maior audiencia da tevê americana.

ER manteve, até a sua 4ª temporada,uma média de mais de 30 milhões de telespectadores por episódio (feito quase impossível atualmente). Ficando entre 20 e 30 milhões da 6ª até a 10ª temporada.  Nesta última temporada fechou com média ao redor de 10 milhões de telespectadores, número não tão menor que as séries de maior audiência do canal (se não me engano pertence a Law & Order: SVU). Mas, para surpresa da grande maioria, o episódio duplo final And In the End contou com uma audiência de espantosos 16 milhões de espectadores, derrubando a comemoração do episódio 200 da série mais assistida atualmente, CSI.

er-season-15-episode-20Elenco da 15ª temporada

Mesmo estando em baixa nas últimas temporadas, e pensar que foi o grande carro chefe de canal NBC, junto a Friends e Seinfeld (todas já finalizadas), ER enfrentou o problema que toda série de procedimentos, sejam eles, médicos, jurídicos ou policiais, enfrentam: esgotamento dramático. Depois do boom da série em meados dos anos 90, a série teve que superar a saída de quase todo seu elenco principal (George Clooney, Julianna Margulies, Anthony Edwards, Eriq La Salle e, por último, Noah Wyle), e como consequência não conseguiu encontrar personagens à altura para substituí-los e manter o interesse do público que viu em outras séries médicas (House e Grey’s Anatomy) um suspiro de renovação que ER não apresentava.

1temporadaElenco original

A destacar que no seu transcorrer a série contou com participações ilustríssimas, consequência de sua boa imagem junto à classe artística, atores como Forest Whitaker, Ewan McGregor, Don Cheadle, Alan Alda, Dakota Fenning, Julie Delpy, Kirsten Dunst, Danny Glover, Sally Field, Ray Liotta e Susan Sarandon.

Confesso que fazia algumas temporadas que não acompanhava a série, pra mim demasiadamente dramática e trágica, no entanto, quando do retorno dos antigos personagens no episódio 19, Old Times, um episódio feito especialmente para os fãs nostálgicos. Então resolvi embarcar e me despedir da série acompanhando seus últimos episódios, todos muito marcantes pelas despedidas de personagens, momentos alegres (I Feel Good, uma exceção) e uma despedida fenomenal. Digo que vale muito a pena acompanhar esta última temporada de uma das séries mais influentes da década de 90.

oldtimesUm dos momentos mais esperados da temporada, em cena Susan Sarandon, George Clooney e Julianna Margulies

Assim com o término de ER, há somente 3 séries em exibição com mais de 10 anos no ar, The Simpsons, Law & Order e Law & Order: SVU, será que isto significa que uma boa história tem duração determinada na televisão? E se tiver quantas seriam as temporadas suficientes para uma série terminar no seu auge?

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Caio, The Eldar

    Cara, eu acho que tem, mas tb depende da história… Friends teve 10 temporadas e eu acho que por isso é bem vista e lembrada até hj, Buffy teve 7 temporadas e achei que foi de bom tamanho (apesar de ter sido fã da série e de qualquer história com vampiros até hj), Angel já estava ficando louco demais…
    E no caso do ER, se tivessem terminado antes talvez fosse melhor e esse esgotamento não seria tão nítido.

busca

confira

quem?

baconfrito