Músicas e momentos

Música quinta-feira, 28 de Abril de 2011

Não sei quanto a todos vocês, cinco leitores do bacon, mas eu tenho a constante sensação que algumas músicas “cabem” em determinados momentos. Ou melhor, “se aplicam”. Entendeu? Não? Calma que cê vai entender.

Sabem quando parece que uma música “foi feita” pra determinado acontecimento, local ou momento? Não precisa ser só por força da própria canção, mas também por influência cultural, como a música do filme Psicose parece se encaixar em qualquer situação de suspense igual à do filme ou que a lembre.

Vou então enumerar uma série desses “momentos” com suas respectivas músicas. Não sigo nenhuma regra. Pode ser a letra, o ritmo ou só o que eu sinto ouvindo, etc. A música escolhida também não é a única daquele momento pra mim. Existem várias que se encaixariam muito bem também, mas melhor deixar só uma em cada pra não inflar o texto. Vamos ver se vocês concordam:

Sexo

The Beatles – I Want You (She’s So Heavy)

Noite de sexo, noite sexy, mulheres dançando de maneira sexy: Escolha o momento. Com o solo dessa música e, essencialmente, o baixo por trás deste, cê vai nas alturas (E leva ela junto, claro, heh). Tá, vamos perdoar umas partes mais viajudas, que não são tão sensuais assim, mas vá lá, olha aquela melodia (E, repito, o baixo), porra. A letra da música é de uma falta de criatividade linda, perfeita pros momentos sexuais, até porquê nem o rapaz nem a garota vão querer prestar atenção no João Lennon cantando, acho; nas linhas da canção diz, basicamente, I want you, I want you so bad babe (Eu te quero, eu te quero muito babe). Enfim, cês já sacaram.

Descontração

Red Hot Chili Peppers – Aeroplane

Procurei um pouco nos meus arquivos de músicas, até chegar nessa. O RHCP tem várias músicas descontraídas, até dançantes. Interessante é que essa é uma música que fala sobre… Música. Como diz na letra, music is my aeroplane; e assim como pra eles, música também é o meu avião. Preste atenção no baixo sempre alinhado do Flea.

Solidão

Bruce Springsteen – Streets of Philadelphia

Coloque essa música pra tocar. De preferência, à meia noite, horário que, segundo dizem, é dos solitários. Feito isso, olhe pela janela (Se tiver uma por perto) e perceba o mundo parecer vazio com a maldita bateria dessa música ressoando sozinha. Aí entram os outros sons. O Springsteen começa a cantar, e quando ele diz que ouve vozes de amigos que se foram ou que está andando sozinho nas ruas da Filadélfia, você acredita. Acredita mesmo.

Alegria

Supergrass – Alright

Cê tem seis anos e ganhou um McLanche Feliz com brinquedinho. Não, espera: Cê cresceu mais um pouco e acaba de ver sua prima pelada e quer sair contando pra todo mundo essa emoção de pré-adolescente; mais velho ainda, cê tá bêbado e tresloucado com seus amigos em um bar. De qualquer maneira, essa música é tão fodidamente alegre que dá raiva. É só isso. Tá tudo bem, bem, bem. Como diz em Alright, cê é jovem, tem os dentes brancos, vai ver os amigos, fumar um cigarro, tem grana, enfim. Tá tudo bem porra, so fucking good.

Raiva

Rammstein – Feuer Frei!

É, isso mesmo. Vai explodir? Tá puto? Pôe isso aí pra tocar, de preferência bem alto. Bate a cabeça na parede e arruma um lança chamas. Rápido, que aquele seu vizinho que ouve pagode alto merece uma porrada; aquele cara que te fechou no trânsito tem que ser xingado, afinal, “a sorte deles não é sua sorte – e o seu infortúnio”. Coé? Não gostô? Cai dentro maluco, cai dentro! FEUER FREI!

Bem… Me acalmei, me acalmei. E aí, que tal a lista? Sugestões? Eu sei que não sou o único maluco que liga músicas a emoções e momentos assim. Na verdade, isso é comprovado pelas Faculdades Universitárias de Massachusêtis (Espero): Nossa cuca dá características pras músicas, dá personalidade pra elas, por assim dizer; além do que elas mesmas carregam, há também o significado que nós damos. E isso é muito legal, diga-se. Tem seu lado ruim – como quando se liga uma música a um período tenso, e aquela canção se torna um lembrete de algo desagradável – mas na maioria das vezes é legal. Descobri nas minhas andanças que às vezes pode-se até eleger uma música pra uma memória, ou até tirar o significado de canções desagradáveis e renová-lo. Espero que tenham entendido. Nos vemos por aí, e não percam o CDS no domingo, com mais música aqui na sua rádio do baconfrito, heh.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito