Monk – 8ª temporada e Final da Série

Sit.Com terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Chegou ao fim, no dia 4 de dezembro passado, uma das séries mais divertidas e premiadas da tevê a cabo americana (Nos EUA exibida pelo canal USA e, por aqui, pelo Universal e pela Record), Monk. Desde julho de 2002 no ar, a série conseguiu se tornar o maior sucesso de audiência de uma série ficcional na tevê a cabo americana, e ainda revelou o talento de Tony Shalhoub (Impecável e merecedor dos seus incontáveis prêmios) para encarnar as loucuras e obsessões do famoso detetive, Mr. Monk.

Monk, a série, sabidamente, usa artifícios das famosas séries de detetives dos anos 70, como Kojak e Columbo. No entanto, o criador Andy Breckman (Que trabalhou mais de uma década como roteirista do humorístico Saturday Night Live), adicionou diversas peculiaridades no personagem, que havia ficado traumatizado após o assassinato de sua esposa Truddy num atentado e, desde então, se tornou uma pessoa com trasntorno obsessivo-compulsivo, o famoso na mídia TOC. Assim, além de perder o emprego como detetive, ele precisa aprender a controlar suas fobias, ajudado por um psicanalista e uma assistente/enfermeira/babá, como não sabe fazer outra coisa, ele acaba usando seus dotes de Sherlock Holmes trabalhando como consultor especial da polícia de São Francisco.

elenco

Mesmo tendo durado 8 temporadas e sendo, basicamente, uma série de casos isolados (Tramas fechadas dentro do próprio episódio), somente o caso do assassinato de Truddy se guardou durante toda a trama da série, sendo finalizado no episódio duplo que encerrou a série. Monk não se esgotou como argumento, os roteiristas souberam trabalhar todos os aspectos de viver e conviver com uma doença como a de Mr. Monk (Como a sua assistente o chamava), quase sempre ilustrados de maneira cômica e foi legal, também, observar a evolução de Mr. Monk dentro da série, ele foi ficando menos, só um pouquinho, obsessivo com suas manias e fobias.

Em tempos de séries fantásticas, trágicas e dramáticas, Monk foi simplesmente uma série desprentensiosa e divertida de ser assistida, vai deixar saudades!

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Monk é muito legal mesmo. Eu assistia episódios aleatórios quando passava na Record, mas aí vi a notícia de que foi lançado o último episódio e eu baixei pra assistir. Muito legal mesmo. Emocionante o final do capítulo com aquela música.

  • Uma otima serie, que infelizmente acabou.
    Pelo menos da p baixar e assistir, e reassistir, e reassistir…

  • Hellen

    Putz, eu amo o Monk!!!

busca

confira

quem?

baconfrito