Meus 10 filmes (Quase) prediletos da década de 2010

Cinema segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Nos comentários do texto da Nelly sobre os 10 filmes prediletos dela, o Jopes me “acusou” de ser um apreciador de filmes antigos. Apesar de não ter sido uma acusação pejorativa (Pelo menos eu acho), resolvi vir mostrar que não estou desligado das produções recentes. Para tanto, resolvi criar um top 10 com os filmes feitos nessa década que ainda está no começo. Vou excluir O Som ao Redor uma vez que ele está na minha lista principal. Aceitem-no como virtualmente o primeiro.

10) Era uma vez eu, Verônica

Filme de 2013 do cineasta brasileiro Marcelo Gomes. Assisti esse filme recentemente e o achei muito bom. A história acompanha Verônica (Daaaã), uma recém formada em medicina que enfrenta os dilemas da classe média brasileira.

http://www.youtube.com/watch?v=KWTOcIK-nsQ

9) Django Livre

Filme de 2012 de Quentin Tarantino. Este é para mim um dos melhores filmes do diretor. A ousadia em tocar um tema tão espinhoso como a escravidão e a mão doentia do diretor qualificam este longa como o nono da minha lista.

8) Moonrise Kingdom

Mais um filme de 2012, Moonrise Kingdom é, para mim, um dos melhores filmes da história recente. Sensível sem ser piegas, conta a história do amor entre duas crianças e as consequência dos seus atos. Wes Anderson acertou a mão em cheio.

7) Holy Motors

O ousado filme de 2012 do diretor francês Leos Carax é espetacular pela metalinguagem. O filme mostra um homem, chamado Oscar, que sai pelas ruas da cidade representando inúmeros papeis, em uma espécie de atuação hard mod da vida real.

6) Drive

Drive é um filme de 2011 do diretor Nicolas Winding Refn e conta com o ator da moda Ryan Gosling. Drive é um filme muito interessante e violento, sem lições de moral, apenas a crueza da realidade em que vivem certas pessoas. O diretor e o ator voltaram a trabalhar juntos no longa Only God Forgives, que será exibido no Festival de Cinema do Rio de Janeiro.

Nota do editor: A crítica tá massacrando Only God Forgives.

5) O Vencedor

Filme de 2010 com o mutante Christian Bale que mostra a história de dois irmãos, um boxeador e um ex-boxeador, este último com problemas com as drogas.

4) Meia Noite em Paris

Como fã do Woody Allen, um filme dele não poderia faltar. O filme é muito bem conduzido e com um roteiro bem legal, que me fez viajar em pensamentos.

3) A Origem

A Origem é uma ficção científica à moda antiga, com reflexões sobre a realidade, os sonhos e um draminha hollywoodiano básico. Apesar disso o Nolan acertou a mão, neste que é um dos melhores filmes da década.

2) Looper

Looper é outra ficção científica que me deixou embasbacado. Apesar das críticas quanto a questão do paradoxo que ele coloca quanto as viagens no tempo, eu achei o filme muito bom, principalmente por ser algo razoavelmente diferente do que é feito hoje em dia.

1) Ilha do Medo

Se tem um cara que não erra a mão nunca é o tal do Scorsese, e Ilha do Medo é um filme típico do cineasta. História densa e envolvente, reviravolta que causa paralisia cerebral e um Leonardo di Caprio cada dia melhor, apesar de reprisar o papel mais tarde em A Origem.

Leia mais em: , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Marina Oliveira

    Leonardo di Caprio cada vez melhor. Acho ele meio subestimado por hollywood. Eu gostei muito de Ilha do Medo, mas eu ja tinha lido o livro antes, e realmente, a história é sensacional, foi feita pra virar um filme e Scorsese fez isso muito bem.

    Drive me surpreendeu. O jeito como é contado, a construção dos personagens, tudo é muito foda. Essa análise vale a pena ver: http://www.youtube.com/watch?v=fn7TTs0q_cA

busca

confira

quem?

baconfrito