Já parou pra ouvir algo que você NÃO ouve?

New Emo quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Exatamente, véis. Amy Winehouse MERECE uma coluna. Ela foi a MAIOR prova de que subestimar um estilo musical, algo “atual”, ou simplesmente uma estrela pop, é um ERRO. E isso é bem óbvio pra quem quer ou precisa se manter musicalmente atualizado. Noob.

Agora, imagina um cara que ouve Pantera, Alice in Chains, AC/DC e PROBOOOOOOOOOT durante o dia inteiro. QUANDO que um puto desse ia atravessar a seção de Metal pra dar uma passadinha por Reggae, Ska, Jazz, Blues e Cocaína? A última opção é aceitável, mas de resto… é improvável.

Rehab. Em primeiro lugar, vale dizer que o primeiro álbum dela, Frank, é descartável. O álbum Back to Black sim é espetacular, do começo ao fim (principalmente o Deluxe Edition). Ouça-o AGORA, vale MUITO a pena. Sério, esse som aí em cima é ABSOLUTAMENTE espetacular. E tem mais.

You Know I’m No Good, o MELHOR som do álbum. Uma pena eu não ter encontrado a versão em estúdio, mas enfim, ache-a VOCÊ.

Mas afinal, qual é o gênero de Amy Winehouse? Anos 60. É, véi, cê já deve ter percebido que muita bandinha hoje em dia tenta ser Anos 60, mas TODAS falham miseravelmente. TODAS. Amy Winehouse é a ÚNICA que tem a MORAL de fazer esse tipo de som. E a prova tá aí, véi.

Outro fato interessante é que ela não é bonita, não é gostosa e nem é gordinha. Ou seja, não é nem um pouco comestível, e isso SEMPRE é um sinal de que música boa vem aí. Quando eu era menor, via clipes e shows das Spice Girls e da Britney Spears no MUTE. Eu só queria ver aqueles rostos bonitinhos e estava começando a descobrir as bundas, os peitos e tudo mais. “As bundas, os peitos e tudo mais” dá um nome de livro, aliás.

Back to Black. Mais um som espetacular. Sério, eu vou dizer “mais um som espetacular” para TODOS os sons desse álbum. É uma pena eu ter deixado meu certo preconceito falar mais alto na época e NÃO ter corrido atrás dos sons dela. E vocês, malditos, nem falaram NADA!

Subestimar é uma coisa bem legal, você sempre se impressiona. No fim, a melhor parte de se gostar de algo novo é ter SUBESTIMADO tal novidade. Agora Amy Winehouse não sai da minha playlist, e não deve sair tão cedo. Assim como não deve demorar muito pra ela morrer. Ela tá completamente destruída, e são DUAS saídas musicalmente falando:

1 – O próximo álbum dela será o MELHOR, e ÚLTIMO da carreira (musical).
2 – O próximo álbum dela será uma BOMBA ENORME.

Ela estava gravando um som com o indie Pete Doherty, e isso nos leva a uma morte rápida ou a opção 2. Complexo. Que cês acham? Aproveitem para me recomendarem coisas diferentes, vamos fugir um pouco do Rock nas próximas colunas, se possível. Façam alguma coisa que preste, porra.

Valeu pela dica do Vimeo, Nighto.

Leia mais em:

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • wiliam

    É véi, criticar algo sem conhecer é uma merda msm, eu tenho um amigo que ficava pagando de metal, dizia que odiava emo e coisa e tal, mas tinha videos do My Chemical Romance no perfil do orkut.
    Cada um curte o som que quiser, só não pode sair vomitando asneiras por ai. Eu tambem não ouvi a Amy, vou procurar e dar uma sacada no som dela. Té mais!

  • Marco

    Amy Winehouse se mata antes do próximo album. Duvida?

  • No clipe de Rehab ela tinha arrancado o siso? Puta cara inchada.

  • Eu conheci a Amy num desses Grammys da vida, que aliás eu nunca assisto mas nesse dia por acaso parei por cinco minutos.

    A apresentadora começou a esculhachar a Amy dizendo que ela era maluca, porralôca, etc, etc, mas que quando abria a boca pra cantar era fodona. Paguei pra ver e esperei um pouco. E não é a que a mulher canta bagarái mesmo? E diferente de todos a primeira música que eu ouvi dela não foi Rehab, foi back to black.

    Depois desse dia (ou nesse dia mesmo, não lembro) são torrent me deu o disco inteiro de presente. Não canso de ouvir e é fácil, fácil das mais ouvidas no meu ipod rosa (TANGA!!!!!).

    E acredite ou não, a Amy já foi gordinha véi, pena que desviou do caminho dos justos.

  • M

    O problema maior é ela fica sobria para gravar o proxímo album.

    Amy Winehouse se mata antes do próximo album [2]

  • bel

    acho que a amy tá mais prá jazz que prá anos 60… anos 60 atual MESMO é das pipettes, é uma parada bem beatles.

    opções diferentes que fogem do rock recheadas de coisas boas: mpb (é chato só até você escutar os sons certos), tango, erudita e um estilo esquisito que o juno me passa pelo msn, mas não sei o nome.

    mas mpb rola muito de fazer um apanhado de pérolas, viu?

  • atillah

    @ bel

    Aquele “estilo esquisito que eu te passo pelo msn” se chama “músicas para comer alguém” Bel.

    … e nós dois sabemos que está dando certo (heh)

  • @atillah
    É? A Bel já comeu quantas?

  • Opa, Bel e Atillah estão dando certo?

    Amy é foda mesmo. Aqui em Porto Alegre a banda Império da Lã toca discos clássicos do início ao fim no Porão do Beco. Back to Black foi a última edição, até agora.

    Pra recomendar, Mika. Correndo o risco de ser apedrejada, lógico.

  • Gosto bastante da Amy. Embora ela seja um vagabunda, ela tem uma voz foda pra carai.

  • Tenta ouvir McFLY. Não me mate se não gostar.
    Se já conhece, beleza. xD

  • Caio, The Eldar

    Bom, meu playlist principal também é feito de rock/metal, mas de vez em quando visito outros estilos para ver o que se pode aproveitar.

    No caso da Amy eu primeiro escutei Rehab, e não gostei muito, e acabei pensando que era mais uma maconheira com sucesso passageiro, mas quando escutei Back to Black a visão que tinha dela mudou, e só então fui escutar o resto do album que realmente é muito bom.

    Uma pop/R&B que gosto bastante também é a Alicia Keys. Os discos dela são sempre de muito bom gosto e com uma boa variedade de sons. Eu recomendo. Aliás, também recomendo de vez em quando escutar algo diferente, para não virar um tr00zão acéfalo.

  • Eu descobri quem essa mulher era na época que começaram a aparecer notícias sobre ela ser drogada louca e o marido dela ir preso… Também ignorava as músicas, até que um dia, pensando em algum torrent para baixar, lembrei dela. E me surpreendi =)

    Pena que ela vai morrer tão cedo. Até tive esperança quando ela disse ‘Yes, Yes, Yes’ para a rehab, mas assim que saiu foi fazer merda de novo…

  • Anos depois lembrei que posso não ser TÃO apedrejada por indicar Mika se indicar a música certa, pelo menos. “big girl (you are beautiful)”, ode ás gordinhas. Vale a pena.

  • Jr

    Tem tb Duffy (tipo a cerveja) que é como uma versão alegre (e bem mais bonita) da amy whinehouse.. vale a pena dar uma escutada

  • Do

    Eu descobri uma “coisa nova” esses dias, The Sweet.
    Banda anos 60, quem ouvia rock nos anos 80 vai reconhecer várias músicas deles. Bastante gente regravou som deles.

  • É, realmente nunca fui afim de ouvir essa guria não, mas resolvi dar uma escutada e até que é agradável.

  • Pow !
    O Som dela eh até legalzinho …
    Mas nao empolga nao … É soh + uma …
    Nada de novo … Nao passa de + do mesmo …
    Mistura de “diva” pop dos anos 50 com os sons da atualidade …
    Mas, tah de parabens, faz um som interessante …

  • naldeiradoideira

    bom… posso dizer q jah vi a figura de pertinho… das duas, uma: ou vc vai ver ela drogada (quase sempre), ou vc vai ver ela bebada… ou entao as duas coisas juntas (neste ultimo estado eh aconselhavel nao chegar muito perto dela)….
    Ela canta sim e muito…. nao eh aa toa q vem acumulando varios premios musicais e tambem varias ausencias para busca-los (sempre o pai estah presente para pegar)….
    Qto aa enquete: se ela nao parar ou maneirar no uso das drogas, vai pra CIDADE DE PES JUNTOS logo, logo… ateh o marido dela q ta na prisao ja fez esta previsao… aqui em Londres a maioria gosta da Amy…. menina maluquinha com uma voz de veludo…

    abracos

  • ZIM

    PEOPLE=SHIT

    AMY=SHIT

    eu ouvi e não gostei…
    ouçam musicas de verdade…
    ou façam colunas de bandas de verdade.
    vou passar uma lista.
    SlipKnot
    System Of A Down
    KoRn
    Nirvana
    Coal Chamber
    etc. coisa e tal

  • Véi, você já ouviu falar que gosto não se discute? Se não gostou, não quer dizer que ninguém mais vai gostar

  • Letícia

    É, nada melhor do que ter bom gosto E cabeça aberta. Em tempo, Frank é semi descartável, tem uma ou outra faixa que me agrada, ao contrário de Back to Black que é, digamos, irretocável.
    Agora, no quesito coisas “novas”, o que acha das demais cantoras? Sua playlist é tão masculina (pelo menos aparentemente). What about Joss Stone, Melissa Auf der Maur, Macy Gray, Lily Allen, demais cantoras, bandas com garotas etc. e tal?

  • @Letícia
    Dessas eu só conheço a Joss, e até ia citar ela por aqui. Lily Allen eu ouvi pouco.

  • MILA

    QND ELA APARECEU NA MIDIA TB ACHEI Q ERA UMA MERDA, MAIS UM FANTOCHE MTV, MAS ME SURPREENDI QND OUVI AS MUSICAS DE TRABALHO DO ALBUM E RESOLVI BAIXA O CD TODO, MUIIIIITO BOM, A MUITO TEMPO NÃO OUVIA NADA TÃO BOM, ORIGINAL, VOZ LINDA, MUSICA COM PERSONALIDADE. EU RECOMENTO!

busca

confira

quem?

baconfrito