Ira! – Enfim, a putaria acabou.

Música segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Bom, há uns dias atrás eu publiquei aqui uma matéria sobre o possível fim da banda Ira!, atraindo alguns fãs que deixaram comentários homenageando a banda, coisa linda de se ver. Porém, durante a semana a coisa foi feia.

Pra você que não tá sabendo nada do que aconteceu, o Nasi, vocalista da banda, anunciou em uma entrevista pra uma revista que estaria saindo da banda por definitivo, assim que a mesma entrasse em férias, no fim do ano. Depois alguns sites publicaram uma nota onde ele desmentia o que disse, afirmando que a banda apenas entraria de férias, e que TALVEZ ele saísse. Depois, o cara voltou a falar para a mesma revista, reafirmando que vai sair da banda. Mas não foi só isso.

Vou tentar resumir ao máximo:

Nasi foi ameaçado com uma faca pelo próprio irmão e empresário da banda, e ainda saiu na porrada com ele. Depois de fazer o BO, ainda soltou os cachorros pra cima da geral, principalmente de Edgard Scandurra que, segundo ele, queria ser o DONO da banda. Então o cara decidiu sair de vez da banda, aí vieram com uma história de que ele teria que pagar uma multa se não comparecesse nos próximos shows do Ira!, e foi aí que eu desisti de me manter atualizado no assunto.

Agora, aparentemente a coisa tá mais calma, e Edgard Scandurra assumirá os vocais da banda, que publicou um comunicado que você lê aqui, ó:

Em virtude das dúvidas e incertezas suscitadas pelas seguidas declarações, documentadas na mídia impressa e eletrônica, na qual o cantor Marcos Valadão, também conhecido como “Nasi” anuncia seu desligamento do grupo, nós; Ricardo Gaspa, contrabaixista, Andre Jung, baterista e Edgard Scandurra, guitarrista, declaramos que:

Em respeito aos nossos milhares de fãs, aos nossos familiares, ao nosso agente, nossa gravadora, nossa equipe técnica e seus familiares, o Ira! vai continuar.

Cumpriremos todos os compromissos profissionais anteriormente assumidos, continuaremos a bem sucedida turnê do álbum “Invísivel DJ”, obra que muito nos orgulha e que se encontra no início de sua divulgação.

A tristeza e a dor que esse momento provoca nos faz mais fortes e aguerridos.

Com quase 26 anos de estrada, sabemos que a garantia da continuidade do grupo sempre residiu na conduta democrática que, independentemente da circunstancial popularidade, ou do papel desempenhado, garantiu direitos, deveres e receitas iguais para todos os membros.

A vontade da maioria sempre prevaleceu sobre interesses individuais.

Ficar ou sair é uma decisão de foro íntimo, mas é uma decisão absolutamente individual, a continuação do grupo é uma decisão coletiva.

Em diversos momentos na nossa história tivemos que nos apresentar em shows sem que um integrante estivesse, por um motivo ou outro, presente.

Em nenhum dos shows citados, o público deixou de comparecer ou se entusiasmar com a força do repertório, ou a performance dos que se apresentaram então.

Essa é a certeza que temos de que nossa continuação será plena de energia criativa e que novas belas páginas serão escritas na obra do Ira!.

Quanto aos problemas pessoais pelos quais está passando “Nasi”, estamos certos que, com a ajuda de seus familiares, ele os superará.

Repetindo a máxima do nosso metier; o show tem que continuar.

Paz, Amor e Ira!

Prefiro não dar opinião sobre o assunto, não sou fã da banda e prefiro só dizer que fatos como este me… revoltam. E ainda me cheira a marketing. Enfim, queria saber o que passa nesse momento na cabeça dos fãs.

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Joao

    Isso e muito ruim, muito mesmo!!!!!!!

  • eric

    Paz, amor e IRA é uma coisa meio contraditória, não?
    E o Edgard é o cara mais desafinado desde, sei lá, o Herbert Vianna.

  • Friederichs

    AUHAUhAUH Nasi finalmente deixou florecer o wolverine q existe nele , e agora fará prerigrinação pelo mundo como cover do tal!
    aUHUHAU

  • Marcelo Paes

    O IRA!, junto com Nenhum de nós e Kid Abelha, formam, pelo menos pra mim, um grupo de bandas chamado de “bandas de coletânea”. Emplacaram algumas músicas ao longo da carreira e você até consegue encher “greatest hits” inteiro com elas. Mas é só isso. Uma ouvida na discografia completa da banda, e no caso dessas já vão mais de vinte anos, e muito pouca coisa se aproveita. Muito pouca coisa MESMO.

    Antes que um eventual fã do IRA! me apedreje, tenho que deixar regiostrado que “Psicoacústica” é um dos melhores discos que o rock já viu. E só.

    Levando tudo isso em consideração, só posso dizer que, caso acabem, já vão tarde. O fim de uma banda sempre garante algumas vendas extras e um retorno do culto á banda pelo público médio. De repente se tivessem feito isso antes, teriam nos livrado de ouvir muita merda.

    PS.: Engenheiros do Havaí também é uma banda de coletânea, mas consegue encher uns dois cds de “greatest hits.”

  • O do Contra

    Cara, vc estava indo bem até elogiar essa bandelha do Gessinger especializada em poesia de análise combinatória da 4a. série. EH é lixo e só encheria um greatest shits.

    Psicoacústica é um puta disco. A banda acabou, rapazes. Esperem uns dez anos e ganhem trocos em cima dos fãs.

    Envelheçam.

  • antonio carlos

    O IRA!É UMA DAS MAIORES BANDAS DE ROCK DO BRASIL TANTO É QUE JÍ ESTÍ AÍ NA ESTRADA POR 20 TANTOS ANOS UMA BANDA FEITA POR AMIGOS QUE GOSTA DE ROCK COMO NóS,VEJA QUANTAS BANDAS EXISTEM ATÉ HOJE DOS ANOS 80?POUCAS ,E O EDGAR JÍ GRAVOU VÍRIOS DISCOS SOLOS ELE VAI CONSEGUIR LEVAR MAIS ESTÍ,VIVA O IRA!

  • mary

    não o ira! não pode acabar nunk o ira! é um mito e não deve cabar sair d ferias sim acabar nunk…………..

  • Devemos respeitar o IRA! de qualquer forma como uma banda original e muito bem trabalhada principalmente depois do acústico.
    Acredito que o problema do “Nasi” é pessoal e ele deve sim dar um tempo e deixar a banda para se tratar e cuidar dele.
    Tenho certeza que depois de umas férias a banda possa novamente retornar integralmente com força, pois a voz do Scandurra é demais, mas a do “Nasi” é a voz da IRA!

  • Pati

    CARACA QUE ZONA! Nao entendi porra nenhuma, quem ta falando a verdade? Sera que o Nasi – a voz das vozes – ta mesmo pirado maluco e incapaz? Nao lembro de ter visto esse cara em rolo antes, quero acreditar que esse irmao e o merda da historia…manda ele cantar o bandido da luz vermelha p/ ver qto vai render…

  • eric

    Não lembra de rolo? Já ouviu Pobre Paulista? Sabe de onde vem o apelido Nasi? Já leu matérias onde ele próprio já disse que subiu morro pra peitar traficante?

  • gina fernandopolis s.p

    Eric,to pasma!!!!!!!!!!!!!!!!! conta ai esses babados, quero saber?????????????????

  • sidnei fernando

    Meu nome é Sidnei Fernando tenho 35 anos e desde que eu era rebelde lá pelos 14 anos já ouvia IRÃ, além disso sou musico e começei a tocar guitarra elétrica aos 15 que me influenciou muito.
    Edgard Scandurra na minha opnião o melhor guitarrista dos ultimos tempos. Olha eu levei o som do IRÂ para Inglaterra onde alguns amigos ingleses onde o (Melhor do Rock mundial aconteceu ou ainda acotence)então a opnião daqueles que não entendem uma palavra em português “Essa banda é muito boa and The Guitarrist is Very Good!”. Então nada mais á declarar. Bom não preciso da opnião de estrangeiros para saber o que é bom, de quem toca ou só é mais um rostinho bonito na televisão. Mas é sempre bom saber que algo feito aqui no Brasil soa bem lá fora.

    O IRÃ nada seria sem Edgard mais fica que nem Pink Floyd sem Roger Waters.

    Um abraço

busca

confira

quem?

baconfrito