Highway

Música quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Semana passada comecei a ouvir o primeiro álbum de uma banda chamada Highway, que veio por acaso com os arquivos passados por um amigo. É hard rock bem cru, provavelmente uma banda que não tinha feito muito sucesso, ou pelo menos em começo de carreira. Bem, como bom usuário da internet, fui pesquisar pra saber mais sobre eles. E qual não foi minha surpresa quando notei que o que eu estava fazendo era praticamente procurar por fotos que provem a existência de marcianos. É. Vem comigo pra entender.

Só com o gosto pelo som e deduções, tentei achar informações do Highway já pensando em fazer este texto, por sinal. Joguei o nome no Google e como resultado eu tive… Mapas. Ou melhor, links pra mapas, informações rodoviárias de vários países de língua inglesa, etc. Acontece que “highway” que dizer “rodovia” em inglês. Sim, é provavelmente o nome mais idiota pra uma banda escolher na era da internet, logo depois de “porn”. Como os caras eram dos anos 70 (E eu deduzi isso pelo som antes mesmo de saber), fazia sentido. Você podia chamar uma banda de “As Águias” e fazer sucesso. Mas enfim, tamos saindo do tópico aqui. O caso é que esse nome é completamente comum. E pra piorar a banda aparentemente não fez sucesso, transformando uma pesquisa do Google sobre ela num grande monte de nada. Ou pelo menos foi o que eu achei na hora.

 Parece o Lemmy em três estágios diferentes.

Depois de algum tempo, comecei a me sentir com 14 anos de novo, quando eu procurava por fotos de ETs na internet: Na maioria das vezes é uma parada desfocada que não faz sentido e quando é boa, é montagem pra pegar idiota ou não é o que você queria. Mas depois de mais um pouco de tempo e paciência, mudando os termos de pesquisa pra coisas como “highway 70’s band”, “highway (band)” e afins, cheguei nas primeiras referências. Eu tinha achado. Relatarei a vocês o que descobri, baseado tão somente no único site que fala da banda de hard rock chamada Highway, um tal Bordel do Rock.

Bom, aparentemente, a curta história do Highway começou em 1965, quando duas bandas da cidade americana de Fairmont, Minnesota se juntaram e formaram uma terceira chamada The Epicureans. Eles foram se transformando até virar o Highway, possivelmente depois de notar que uma banda de rock com referência à filosofia grega não atraía público nem nos anos 60. Em 1975, o Highway lançou um álbum homônimo com uma tiragem de apenas 500 cópias e as oito músicas dele mostravam uma banda fortemente influenciada pelo blues, com um vocal melódico, baixo bem forte e guitarra idem. Eu diria que o sentimento é de algo como UFO, só que menos drogado, ou The Who, só que com graça. As letras são meio poéticas, falando da vida. Musicalmente, tinha tudo pra ser outra banda de muito sucesso que terminaria seus dias sendo conhecida por um punhado de gente, muito como o já citado UFO. Não foi bem assim. Foi pior. O Highway teve só esse álbum e virou coisa de colecionador fanático. Nos anos 90, eles o relançaram em CD (O texto do Bordel do Rock deixa implícito que a banda ainda existe, mas aparentemente ela mudou de nome e formação), também em tiragem limitada. Só em 2005 ele foi oficialmente relançado, com quatro faixas bônus (Uma delas a minha preferida), que é a versão que se encontra pra download por aí na internet. O guitarrista, Steve Murphy, que faz parte da Murphy Brothers Band e representa uma espécie de último estágio do Highway, foi o cara que resolveu trazer de volta essa pérola dos anos 70, depois de muito ser questionado por fãs. E é isso.

E, finalmente, quando pesquisei os nomes de algumas músicas no YouTube, tive retorno. Ouçam aí e digam o que acharam dessa raridade do rock:

Vida longa e próspera.

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito