Heath Ledger ganhou o Globo de Ouro

Primeira Fila sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Como roubaram minha idéia pro Primeira Fila dessa semana (antes mesmo de eu botar a idéia pra fora, esse Paulo Jr. leitor de mentes!), vou falar só de uma parte específica do Globo de Ouro: Heath Ledger.

Pequena biografia

  Prazer, eu já morri.

O senhor Heath Andrew Ledger nasceu no dia 04 de abril de 1979 em Perth, Austrália e morreu no dia 22 de Janeiro de 2008.

Fim da Pequena Biografia


Apesar de insistirem que o rapaz só ficou famoso depois que interpretou o cowboy baitola em O Segredo de Brokeback Mountain, a verdade é que Heath fazia filmes bons (e conhecidos) desde 10 coisas que eu odeio em você, em 1999. Ok, é um comédia romântica adolescente, mas quem era adolescente na época COM CERTEZA viu esse filme umas 30 vezes e GOSTOU. A não ser que você fosse um adolescente metido a cult.

  Obrigada às pessoas do AoE groups

No ano seguinte, Heath participou de outro blockbuster: o épico O Patriota. Gabriel Martin era o filho de um fazendeiro pacifista, interpretado por Mel Gibson, que é obrigado a ir pra guerra pra salvar a honra do filho. Vale dizer que não gosto desse filme? Vale. Filmes de guerra quase sempre me dão sono.

Em 2001, Heath fez o papel sensacional de Sir Ulrich von Lichtenstein of Gelderland Sir William Thatcher, um rapaz pobre que inventa um título pra poder participar de uns jogos medievais em Coração de Cavaleiro. O filme valeria a pena só pela dança moderna no meio, mas como isso não é o bastante, vale pelo todo mesmo. No mesmo ano, ele fez A Última Ceia.

  RÁ, tá aqui a dança

Em 2003, ele fez o thriller O Devorador de Pecados. Conta a história de um padre que é enviado à Roma pra investigar a morte do chefe da ordem dos carolíngeos (ou algo assim). O filme não vale nenhuma premiação, mas é um bom passatempo. Dois anos depois, ele fez o papel de Skip no ótimo Os Reis de Dogtown, como um tiozão surfista meio frustrado. Em 2005 mesmo sai também Os Irmão Grimm, que foi massacrado pela crítica. Particularmente, achei bem legalzinho.

Depois de TODOS esses filmes é que saiu o que mais ficou na memória do povo, O Segredo de Brokeback Mountain.

Todo mundo sabe da história desse, acredito eu. Agora minhas impressões: quando assisti O Segredo de Brokeback Mountain no cinema com uma amiga, ficamos as duas tentando achar o que havia de especial durante o filme. Subiu os créditos e nós seguimos sentadas esperando a parte boa do filme começar. O faxineiro veio limpar a sala e nós continuamos olhando pra tela. Enfim, só ficou famoso porque trata de um assunto polêmico, não porque seja bom exatamente. Mas é o que ficou na lembrança do povão. E é por ele que o Heath foi indicado ao Oscar em 2005.

 Também ganhou um prêmio de melhor beijo em algum lugar

Ainda em 2005 foi lançado (ainda que não bem divulgado) o Casanova, filme divertido passado em Veneza, onde Heath Ledger interpreta o personagem do título. Em 2006, ele fez um papel que foi indicado pra muitos prêmios, em Candy. Nele, Heath interpreta um cara boêmio viciado em heroína porque não pode faltar um drogado no currículo de nenhum bom ator. No ano seguinte, o rapaz interpretou um dos Bob Dylans do filme Não Estou Lá, outro que foi muito pouco divulgado. A idéia do filme é interessante, e a atuação do Heath tá ótima, mas simplesmente não conseguia parar de torcer pro filme acabar logo enquanto assistia.

Já no ano passado estreou o filme por qual escrevi todo esse texto: Batman – O Cavaleiro das Trevas. Que eu admiro o trabalho do Heath Ledger, já deu pra perceber. Mas o cara tava simplesmente de outro mundo como Coringa. Fale o que quiser, que não gostou do filme, que o povo fala demais… Mas não minta que ele tava ótimo no papel. Tão bom que ganhou o Globo de Ouro, merecidíssimo. E ainda aposto que ganha o Oscar também. Aliás, TEM que ganhar o Oscar também. Não é porque o cara morreu que não pode ter seu trabalho reconhecido. E também não é PORQUE morreu, mas porque era um bom ator e salvava até filmes meia-boca. Sabe daqueles atores que você diz “pô o filme é uma MERDA, mas a atuação de fulano tava bem legal”? O Heath Ledger era um desses.

 Mas nada contra o filme do Batman, ok?

Ainda vai ter um filme póstumo do rapaz. Me soa a forçada de barra… Mas veremos.

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • “A Knight’s Tale” é um dos meus filmes favoritos de todos os tempos, mas eu só consegui identificar esse ator aí na hora da farofada teenager – Especialmente porque em “Não é mais um besteirol americano” o cara canta Jeanie’s Got a Gun.

    (Depois que eu digitei tudo isso eu percebi que era desnecessário mas… Bleh!)

    E eu não consigo gostar desse Batman, pra mim eles mataram o Joker sem dó nem piedade.

    Nós nunca mais vamos ver o Coringa com uma arma que quando atira aparece uma plaquinha escrito “Bang!”…

  • Ches

    Não tem um filme dele que eu não goste…Isso não é pagação de pau,os personagens que ele interpreteva eam muito bons,não achei um filme dele ruim…
    “…Sabe daqueles atores que você diz “pô o filme é uma MERDA, mas a atuação de fulano tava bem legal”? O Heath Ledger era um desses…”
    Concordo plenamente”!

    ;)

  • joão !

    exceto por, talvez, 2 filmes ae, eu vi todos os citados. ele era carismático. e, sinceramente, o coringa dele foi surpreendente.

    tem muito filme que quando eu vejo eu procuro imaginar a hora em que a cena é gravada, como se eu estivesse nos bastidores. toda hora que ele aparecia, era impossível imaginar isso, de tão convincente. pra mim o melhor papel da carreira dele.

  • Cara to virando fãn dos seus textos!
    e pqp ele era mto lindo antes da cagada toda…
    Tinha parado de comentar e só estava lendo mas esse ai mereceu o coment
    o cara era foda.. e no batman ele se superou!!!

    XD

  • Red

    te fode fuzzy

  • A atuação do Heath Ledger em o Cavaleiro das Trevas é perfeita. Ele merece com toda a certeza o Oscar.
    Claro o Oscar muitas vezes é pastelão, entregam a merecida estatueta (neste caso de Ledger) para um outro ator mediocre que é mais político, bonitinho ou tem apoio da mídia.
    Estou torcendo por ele.
    Fábio Guerra – Caxias do Sul – RS

busca

confira

quem?

baconfrito