Greve dos roteiristas! Alerta vermelho para os série maniácos

Sit.Com terça-feira, 13 de novembro de 2007

Se você é como eu e estudou num colégio público já deve estar mais do que acostumado a ouvir falar em greves e, inclusive, chega um momento que a considera normal todo ano. Já nos Eua isto é sinônimo de revolta e muito, mas muito, dinheiro perdido. Pois o sindicato dos roteiristas (que representa todos os roteiristas da televisão e cinema) entrou em greve na segunda passada exigindo um acordo quanto ao pagamento de direitos pelo lançamento de filmes e programas de TV em DVD e sua distribuição por internet, telefones celulares e plataformas portatéis, ou seja, novas mídias que representam o futuro.

greve

A última vez que isto ocorreu foi em 88 e foram 22 semanas de paralisação, a grande questão é que para o cinema esta paralisação não é muito incoveniente durante algum tempo, afinal os filmes possuem pré e pós-produção de anos, sendo assim, os filmes que serão lançados no ano que vem devem estar todos devidamente filmados em fase de finalização.

Já no universo televisivo, a questão se complica, os famosos talk-shows (espécie de programa do Jô, com melhores piadas e entrevistados) já estão paralisados pois dependem da presença diária (cobrindo os eventos do dia e da semana) dos roteiristas para formularem os programas. Já os malditos reality-shows ou são colocados no ar já devidamente terminados (como os programas de competição estilo Survivor e Amazing Race) ou não dependem de um roteiro pronto sendo, atualmente, improvisados pelos seus apresentadores como no programa Dancing with the Stars, que é exibido ao vivo toda semana.

greveestudioThe New Adventures of Old Christine, Two and a Half Man, Rules of Engagement, How I Met your Mother, The Office, Back to You, ‘Til Death e a dramédia Desperate Housewifes já esão paralisadas. Normalmente, nesta altura do ano as séries já estão com uns 10 a 15 episódios finalizados (sendo que a TV já exibiu de 5 á 7 episódios de cada série), então a grande questão atual é saber por quanto tempo a greve durará? Até porque os atores também estão apoiando a causa e já não gravam mais os roteiros finalizados de suas séries.

eva

Algumas das novas séries desta temporada como sitcom Carpoolers, da ABC, por exemplo, tem os roteiros de todos os 13 episódios encomendados pelo canal prontos. Cane, da CBS, também. A dúvida é se quando a greve terminar estas séries receberão a encomenda de novos episódios ou não, pela audiência baixa das séries é bem provável que sejam canceladas.

Dos programas que já estão sendo exibidos alguns podem sofrer mudanças como Heroes, a série está prevista para entrar em intervalo no dia 3 de dezembro (11ª episódio da segunda temporada), encerrando o segundo capítulo da saga, chamado Generations. Comenta-se que as cenas finais do episódio foram reescritas no domingo anterior a greve, preparadas para que, caso a greve avance mais semanas, esta pausa se transforme no final definitivo da segunda temporada. Se a temporada já está sofrível imagina se terminaram de maneira abrupta?

Os fãs de Lost também tiveram uma notícia horrível e assustadora na semana que se passou. Comentou-se a hipótese da quarta temporada (prevista para estrear em fevereiro de 2008) estrear somente em 2009. Mas nada está definido oficialmente e a série tem até o momento 8 episódios prontos (de 16 previstos). O canal tem algumas opções: adiar a estréia da série ou estrear a série assim mesmo, interrompendo a exibição após estes oito episódios.

robin

Já a Fox anunciou oficialmente: a estréia da sétima temporada de 24 Horas fica adiada até o final da greve. Segundo o canal, a série só irá ao ar quando for possivel transmitir todos os seus 24 episódios sem interrupções. Uma má notícia mas justificável pelo formato da série, imaginem um episódio terminar quando Jack está descobre uma reviravolta na trama (como sempre acontece) e, simplesmente, tivermos que esperar por semanas ou meses para saber do que se trata, complicado né? No entanto, para as séries do mid-season: Terminator: The Sarah Connor Chronicles, New Amsterdam, Canterbury´s Law e The Return of Jezebel James, todas com episódios já gravados, estréiam em janeiro, independente da greve.

Com programação diferenciada, os seriados de TV paga serão menos afetados com a greve, já que são filmados com bastante antecedência. Na FX, a primeira parte da quinta temporada de Nip/Tuck já tem todos seus roteiros prontos. O último ano de The Shield também. The Riches não terá problemas se a greve terminar até dezembro. Já Dirt deverá sofrer atrasos.

Um dos representates dos roteiristas, Damon Lindelof, criador de Lost, fez um interessante artigo para o jornal The New York Times sobre o tema. Um dos trechos diz:

Eu estou irritado porque eu sou acusado de estar sendo mesquinho pelos estúdios que estão sendo mesquinhos. Eu estou irritado porque minha mesquinhez é justa e razoável: se dinheiro está sendo gerado porque meu produto está na Internet, então eu tenho direito a uma pequena parcela. Os estúdios gananciosos, por outro lado, estão se escondendo atrás do argumento cínico e falso de que não estão fazendo nada pela Internet — que o streaming e o download de nossos programas é puramente promocional. Sério?

Seis semanas é o período crítico para que a greve dos roteiristas se resolva. Depois de seis semanas os estúdios podem alegar force majeure – literalmente, motivos de força maior – para justificar absolutamente tudo: cancelamento de contratos e projetos, demissões, re-negociação de salários (até mesmo para diretores e atores). Alguns acreditam que os cartolas não tem a menor pressa em retomar as negociações exatamente porque preferem esperar pelas seis semanas para ver “o circo pegar fogo”.

A questão é complicada e delicada, mas, obviamente que com a entrada de novos tipos de mídia quem realmente tira proveito financeiro deles são os produtores e estúdios, enquanto isso, os roteiristas ficam prá trás mesmo sendo de vital importância para a indústria.

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • théo

    Caramba, então é essa a tal greve? Ainda bem que eu não sou fanático por nenhuma série atual, mas é realmente revoltante o que esses caras fazem.

  • Mesmo eu correndo o risco de ser prejudicado (vejo algumas das séries citadas), apóio a greve. Os caras ralam pra cacete pra fazer um texto que agrade aos telespectadores e quando começa a brotar dinheiro não recebem nada? Sacanagem pura.

    Só espero que resolvam dar a grana dos caras logo, para tudo voltar ao normal.

  • LOST retornando em 2009?????????????????????????????? PUTAQUEMEPARIUCOMFORÇA, vou morrer!
    Pelamor, encham o rabo dos roteiristas de verdinhas, AGORA!

  • eric

    Revotante nada, véi. Os caras só lucram com a bilheteria de cinema ou quando passa na tv. Eles não tem direito ao lucro obtido com a venda de dvd’s ou quando as produções vão parar em outras mídias enquanto os donos de estúdios enchem o rabo de grana pra filmar porcarias como Transformers.

    Eles tem todo o direito de reclamar. Enquanto isso a gente pode ver as séries brasileiras como Donas de Casa Desesperadas.

  • théo

    @eric
    “o que esses caras fazem” [ sinal de diferente ] essa greve.

  • joao

    EU apoio essa greve com certesa! e pode cancelar lost que e uma ********

  • Discordo plenamente, a segunda temporada de Heroes está muito melhor que os primeiros episódios da primeira temporada.

  • @Raphael
    Por isso existe o ditado “tem gosto prá tudo”.

  • Critico

    Joao, não me admira você achar Lost uma ******, já que mal sabe escrever…

    Leia mais, seu BURRO!

busca

confira

quem?

baconfrito