Filmes que geram polêmica

Primeira Fila sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Aproveitando a polêmica em torno de Tropa de Elite, já leu a resenha de Atillah?, não perca tempo, resolvi comentar com vocês outras produções que ganharam uma aura imortal no Olimpo cinematográfico por retratarem em filmes polêmicas como religião, sexo e violência (como acontece em Tropa de Elite). Inclusive, assim que tiver assistido este filme nos cinemas (a estréia aqui no sul é neste findi), coloco mais fogo na discussão ao redor do filme aqui no AOE.

tropaWagner Moura como Capitão Nascimento no filme mais polêmico deste ano

Vou começar pela polêmica mais “prazerosa”, filmes que relatam sexo nos cinemas, não é de hoje que alguma produção com um forte apelo erótico (óbvio que não vale filme pornô), sempre consegue manchetes na mídia referentes a cenas ou atores envolvidos no filme, e acabam ganhado status de filme maldito. O exemplo mais recente é o filme independente Brown Bunny (sei que você nunca deve ter ouvido falar), drama intimista dirigido/roteirizado/protagonizado pelo ator Vincent Gallo (ator de filmes estranhos como Cidade Sombria), que ficou conhecido na mídia como filme no qual Chloë Sevigny (de Meninos não Choram e Zodíaco) pagou um boquete em Gallo, filmado com todos os detalhes, só não sei se isto favoreceu o filme a carreira do filme. Brown Bunny, no Brasil, somente foi exibido em circuito restrito mas, será lançado em dvd em novembro pela Europa Filmes.

brownBrowm Bunny, mais conhecido como o filme do boquete

No entanto, polêmicas em torno de sexo não são de hoje, as cenas de orgia do filme Calígula, de 79, são até hoje mencionadas pela “liberdade” do conteúdo. Outro polêmica pertence á Marlon Brando no filme de 72, O Último Tango em Paris, e o uso de manteiga numa determinada cena entre seu personagem e a personagem da atriz Maria Schneider. Já em Crash – Estranhos Prazeres, a polêmica envolve a excitação sexual dos personagens através de acidentes automobilísticos, nem preciso comentar a bizarrice do fetiche.

jamesJames Spader atracando a atriz Deborah Unger em Crash – Estranhos Prazeres

No que se refere á religião, A Última Tentação de Cristo, do mestre Martin Scorsese, chocou setores conservadores da Igreja e da sociedade, por tratar a figura de Cristo de uma perspectiva humana, reconstruindo a trajetória de Jesus a partir da hipótese dele ter optado por uma vida comum, sem assumir o ônus da salvação da humanidade, além disso, o filme ainda retrata uma versão da vida de Jesus casado com Maria Madalena. Temas religiosos ainda rendem polêmica desde a acusação de anti-semitismo sobre A Paixão de Cristo, de Mel Gibson, até ao tom esculachado da trama de Dogma, de Kevin Smith.

cristoA única polêmica A Paixão de Cristo deveria ser a quantidade de sangue que jorra na tela

Voltando para o início da coluna, a polêmica em torno do retrato da violência no cinema também encontra exemplos em décadas atrás, como no filme de Stanley Kubrick, Laranja Mecânica ou mesmo, no retrato glamourizado de Oliver Stone para o casal de assassinos, Mickey e Mallory, de Assassinos por Natureza, até hoje criticado e elogiado pela idéia de justamente satirizar o sensacionalismo, a banalização e a atenção que a mídia presta a criminosos e á violência. Para fechar com chave-de-ouro, cito o fantástico e brutal Réquiem para um Sonho, de Darren Aranofsky, que retrata o vício em drogas num grupo de quatro personagens mas, que engloba além de drogas, remédios, roubo e prostituição para sustentar o vício num filme de imagens e questionamentos fortes.

requiemSe preparem para uma viagem ao horror

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • atillah

    ótimo, Paulo. Devia expandir a análise com outros filmes polêmicos. Gostei de ver Brown Bunny citado por aqui, e gostaria inclusive de saber se esse filme tem outros méritos além do espetacular bola-gato da Chloe.

    De todos os filmes, o que eu mais gostei foi o Requiem For a Dream, com uma das melhores e mais assustadoras sequências finais que eu já vi. Eu nunca vi uma trilha sonora encaixar tão bem com uma sequência final.

  • joao

    Dogma e foda….achei bem legal quando eu assisti ele…auns 3 dias atrais

  • Réquiem para um sonho já éum clássico por trazer uma atuação decente de um dos irmãos Wayans.

  • Requiem for a Dream é uma obra de arte. Excelentes os outros filmes mencionados, também. =)

  • ryuk

    calígula é muito bom, tanto no quesito pornô, quanto no enredo que é lindo lol. laranja mecânica também é ótimo, trilha sonora perfeita. fiquei curioso em ver requiem, ainda não tive a oportunidade de assistir. e browm bunny, ou o filme do boquete xdd.

  • Reparou que a nesse artigo (salvo algumas exceções) só tem filmão? =)

    Requiem para um Sonho é um dos meus filmes favoritos. Deveriam exibir sessões periódicas dele em todas as escolas da Brasil. Muito mais eficiente do que qualquer palestra anti-drogas.

    Sobre a polêmica em torno destes filmes, existe um grande hipocrisia por parte da sociedade. Eu me divirto observando o choque que essas obras causam nos mais “conservadores”.

    Tropa de elite eu ainda não vi… nem o original nem o DVD pirata XD

busca

confira

quem?

baconfrito