Fanboys

Nona Arte quarta-feira, 21 de janeiro de 2009


Fanboys são irritantes. Fanboys acham que sabem de tudo. Fanboys são a doença, a porrada é a cura. E você certamente conhece algum espécime desta sub-raça amaldiçoada. Numa versão atenuada, eles são a chaga mais lazarenta que qualquer tipo de mídia pode enfrentar.

Mas, o que eles são afinal de contas? São fãs de alguma coisa, sejam HQs, filmes ou escritores. O problema é: eles não são fãs comuns. Um fã normal do, sei lá, Batman, sabe o endereço completo ou o tipo sanguíneo do Bruce Wayne. Um fanboy é aquele que sabe que o Comissário Gordon tem lombrigas porque estava no 8o quadrinho da página 25 da edição limitada de aniversário de 50 anos, escrita em polonês arcaico e vendida somente a maçons de 15o grau morando em Pindamonhangaba do Sul-sudoeste. É desse tipo de cara que eu falo.

Um dos casos mais recentes envolvendo fanboys refere-se ao filme de Watchmen, que está para ser lançado. Uma horda de desocupados estava reclamando que a VOZ do Rorschach estava errada. A VOZ. Só lembrando, Watchmen é uma HQ. Não uma série de TV ou jogo, onde os personagens poderiam ter uma voz. É uma fucking HQ! Papel e tinta, e só. Aí, aparece um bando de vagabundos dizendo que a voz de tal personagem deveria ser mais ou menos sussurrada por causa disso, disto e daquilo. Ah, vão [censurado]!

Trazendo para o plano cotidiano, o fanboy é aquele cara que, na saída do cinema, reclama que a cor da pele do Hulk era verde-vômito ao invés de verde-abacate, e que a freqüência dos raios gama mostrado no filme é diferente da HQ.

Nunca cheguei a realmente conhecer um fanboy, mas imagino que eles devam ter uma vida social pior que a dos nerds. Na minha imaginação, eles são animais enfurnados em seus quartos, relendo suas HQs ad infinitum para descobrir novos detalhes obscuros e relatar para seus semelhantes. Hããã, esperem… desconsiderem a parte de ter uma vida social pior que a de nerds. Mas vocês entenderam o princípio.

Geralmente não suportam críticas ou qualquer atitude inferior à veneração, quando se trata dos seus objetos/personagens alvo. Também costumam achar que sabem mais sobre uma obra do que o próprio ator e tentam a todo custo comprovar que Hal Jordan/whoever foi o melhor Lanterna Verde/whatever, mesmo que as evidências apontem enfaticamente em sentido contrário. Costumam postar em fóruns, blogs, sites e assemelhados em caixa alta, sem ligar para pontuação, acentuação, nexo ou outras coisinhas que a tia da 1a série ensinou (ou seja, trolls), como no exemplo a seguir:

O SUPERMAN E O MELHOR PQ ELE NUM TEM FRAQUESA, SO A CRIPITONITA QUE DEXA ELE MAIS FRACO MAIS A CRIPITONITA E DIFICIL DE ACHA etc…

Portanto, se você quiser fazer um bem à humanidade, não fique só nessa de plantar árvores, ajudar os necessitados etc. Espanque um fanboy! A sua paciência agradece.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito